Psicóloga Ana Graça
Psicóloga Ana Graça
30 Nov, 2020 - 14:01

6 formas de se sentir mais positivo e com energia durante a pandemia

Psicóloga Ana Graça

A pandemia por COVID-19 é sinónimo de muitas dificuldades. Estas 6 dicas para se sentir mais positivo e com energia durante a pandemia podem ser úteis!

mais positivo e com energia durante a pandemia

A pandemia por COVID-19 mudou o nosso dia a dia. O trabalho está diferente. A vida social foi colocada em pausa. O medo, a incerteza e o distanciamento social passaram a fazer parte das conversas diárias. Como é que alguém se consegue manter mais positivo e com energia durante a pandemia?

Todos nos habituamos a viver com alguma estabilidade e previsibilidade. De repente, o nosso mundo mudou e tivemos que aprender a viver com um novo conjunto de regras e limitações, que mudam a todo o momento.

À medida que esta situação se estende no tempo, é natural que os níveis de ansiedade aumentem, que nos sintamos mais cansados e com menos energia. Importa cuidar da nossa saúde psicológica, não baixar a guarda e descobrir de que forma cada um de nós se pode sentir mais positivo e com energia durante a pandemia (1).

Quando a pandemia se torna sinónimo de medo e fadiga

Mulher com sintomas de fadiga

Como vimos, a pandemia por COVID-19 exige diariamente um grande capacidade de resiliência e adaptação por parte de todos nós. Esta exigência dura já há bastantes meses e ainda sem fim à vista.

Este prolongar no tempo leva a níveis mais baixos de motivação, maior letargia, maiores níveis de fadiga e alguma exaustão emocional. Este cansaço parece afetar 60% da população, de acordo com a Organização Mundial de Saúde, e pode levar a que baixemos a guarda, facilitando no cumprimento dos comportamentos de proteção.

Também os efeitos colaterais da pandemia devem ser analisados, até porque podem ser devastadores (por exemplo, o desemprego, a perda de rendimentos ou a deterioração das condições de vida).

A crise pandémica, associada à crise socioeconómica, gera insegurança, medo e ansiedade, que podem dar a origem a problemas de saúde psicológica (há estimativas que preveem que entre 20% a 30% das pessoas sofra com o impacto psicológico da pandemia).

Apesar da fadiga e da incerteza, não podemos baixar a guarda. Devemos manter, dentro do possível, a nossa rotina diária e procurar realizar atividades que aumentem o nosso bem-estar e façam com que cada um de nós se sinta mais positivo e com energia durante a pandemia (2).

Situação financeira instável e saúde mental: casal a rever orçamento familiar
Veja também Situação financeira instável e saúde mental: como reagir a esta situação?

6 formas de se sentir mais positivo e com energia durante a pandemia

Apesar da fadiga e desmotivação provocadas pela pandemia poderem interferir no desempenho diário, há esperança! Com esforço e através da aprendizagem de algumas estratégias, é possível aumentar a confiança, a flexibilidade e sentir-se mais positivo e com energia durante a pandemia.

1

Persistir e não desistir

Casal de jovens a conversar com máscara

Tendo em conta que a pandemia parece estar ainda para durar, importa não desistir e tentar adaptar a rotina diária ao novo modo de vida. Cada um de nós deve persistir, fazer a sua parte e ser parte da solução (usar máscara, lavar as mãos e manter o distanciamento físico) (2).

2

Reforçar a esperança

O medo e a fadiga fazem-nos sentir impotentes, sem esperança. Levam a pôr em causa se alguma vez voltaremos a rever os nossos amigos, a ter medo intenso da crise económica e social que se pode seguir.

Controlar os sentimentos e as emoções numa situação de crise não é tarefa simples, mas é importante manter e reforçar a esperança.

Se olharmos ao nosso redor vamos encontrar profissionais que se esforçam todos os dias por encontrar uma solução para a crise que vivemos, que cuidam daqueles que estão doentes, que ajudam aqueles que estão mais frágeis. Há esperança!

Em tempos mais difíceis há que procurar boas notícias, porque elas também existem, todos os dias. Encontrar boas notícias vai trazer esperança, calma e vai reduzir a ansiedade e os pensamentos negativos (1, 3).

3

Dosear o acesso à informação

Mulher na rua a utilizar a app StayAway Covid

Demasiada informação não é sinónimo de estar melhor informado. Acima de tudo, importa consultar fontes de informação oficiais e dosear esse acesso à informação. Pesquisar constantemente sobre este tema, pode aumentar a ansiedade, o medo e a negatividade.

Porque não desligar as notificações e as redes sociais em determinados momentos do dia? E que tal limitar o tempo gasto a assistir/ouvir/ler notícias sobre a pandemia?

Estas estratégias não são sinónimo de alheamento ou negação da realidade. Pretendem apenas que seja conhecedor da realidade, ao mesmo tempo que respeita os seus próprios limites emocionais e psicológicos (1, 3).

4

Manter o foco naquilo que é possível controlar

Apesar de estarmos a atravessar um momento de crise a nível mundial, muitas coisas estão ainda sob o nosso controlo. Coisas simples, que fazem toda a diferença: a nossa rotina diária e noturna; a nossa alimentação, a forma como agimos sob pressão, entre outras coisas.

Experimente listar todas as coisas que estão sob o seu controlo, que dependem apenas de si. Possivelmente vai surpreender-se com a extensão dessa lista.

Coloque-a em prática. Foque-se naquilo que está ao seu alcance mudar ou controlar. Siga as recomendações das autoridades de saúde. Continue a fazer tudo aquilo que ajuda a controlar/diminuir a ansiedade e a negatividade (1, 3).

5

Criar e cumprir uma rotina

Família a almoçar

Em tempos de mudança e incerteza, a rotina é especialmente importante. Seguir uma rotina bem planeada e eficaz permite usar o tempo com sabedoria, ser mais produtivo, sentir maior motivação e mais esperança, não cair na ociosidade e subsequente desânimo.

Crie um cronograma tendo em conta as condicionantes do momento que vivemos. Se estiver em teletrabalho, levante-se e prepare-se para o trabalho como fazia até então, designe um espaço em casa dedicado ao trabalho e crie momentos diários de convívio, ainda que não sejam presenciais (1).

6

Manter o autocuidado

Ter rotinas, praticar atividades física, alimentar-se de forma saudável, realizar atividades divertidas e prazerosas, manter contactos sociais à distância, devem ser prioridade e devem ter lugar todos os dias. O sono deve também ser uma prioridade. Importa estabelecer e manter bons hábitos de sono (4).

Fontes

  1. Foss, K. (2020). How to Stay Positive During the Pandemic. Pschology Today. Disponível em: https://www.psychologytoday.com/us/blog/stronger-fear/202003/how-stay-positive-during-the-pandemic
  2. Ordem dos Psicólogos Portugueses. (2020). Fadiga da pandemia. Disponível em: https://www.ordemdospsicologos.pt/ficheiros/documentos/doc_covid_19_fadiga_pandemia.pdf
  3. Ordem dos Psicólogos Portugueses. (2020). Viver a pandemia sem entrar em exageros! Disponível em: https://www.ordemdospsicologos.pt/ficheiros/documentos/covid_19_pandemia_sem_exageros.pdf
  4. Ordem dos Psicólogos Portugueses. (2020). Sono saudável | recomendações para adultos, trabalhadores e pais. Disponível em: https://www.ordemdospsicologos.pt/ficheiros/documentos/covid_19_sono_saudavel.pdf
Veja também