Nutricionista Carolina da Costa Arcanjo
Nutricionista Carolina da Costa Arcanjo
04 Mar, 2020 - 09:00

9 alimentos para não sentir fome pouco tempo depois de comer

Nutricionista Carolina da Costa Arcanjo

Depois de comer, sente que fica saciado por pouco tempo? Temos 9 sugestões de alimentos para não sentir fome durante o dia.

melhores alimentos para não sentir fome: fruta, cereais integrais

Considerando as características nutricionais, existem várias hipóteses de alimentos para não sentir fome no tempo que se segue à sua ingestão, seja nas refeições principais ou na hora dos snacks.

Neste sentido, é importante que não passe demasiadas horas sem comer. Procure não exceder as 3 horas de intervalo entre refeições, evitando assim comer demasiadas vezes, mas também sentir aquela fome desmedida.

9 BONS alimentos para evitar sentir-se com fome

 1. Banana (verde)

Diarreia: tentar comer mais banana

A banana é um fruto a que a maioria das pessoas recorre diariamente, seja pela capacidade de adoçar receitas, seja por ser tão prático de transportar e comer em qualquer lado, seja pela sua composição nutricional.

A banana é rica em minerais como o potássio e o ferro, vitaminas do complexo B, antioxidantes e fibras. Este teor de fibras irá contribuir para diminuir a sensação de fome durante o tempo em que é digerida, especialmente se conjugada com outros alimentos ricos em hidratos de carbono complexos, como a aveia.

Na hora de escolher a banana, prefira as opções mais verdes visto que o açúcar ainda não foi totalmente dissociado e, portanto, ajuda a manter os níveis de açúcar no sangue mais estáveis.

Para além disso, este fruto contém triptofano, um aminoácido percursor da serotonina, substância produzida pelo nosso organismo que contraria sensações como irritabilidade, ansiedade, mau humor e depressão. Assim, contribui para um bem-estar geral que diminui a probabilidade de momentos de compulsividade alimentar de compensação emocional.

pão de banana com amêndoa
Veja também 4 receitas de pão de banana

 2. Maçã

Comer de 3 em 3 horas: mulher a comer maça

A maçã é mais um fruto que pode ser um excelente aliado para não sentir fome depois de comer. Este alimento é rico em fibras solúveis (se consumido com casca) e tem um baixo valor energético, mantendo-o saciado por mais tempo.

Para além disso, a maçã é rica em várias vitaminas, como a C e a A, e em antioxidantes, pelo que os benefícios se estendem para a manutenção do saudável funcionamento do seu organismo.

 3. Aveia

Aveia: conheça os motivos para a ingerir diariamente

A aveia é um alimento que, pelo seu interesse nutricional, é cada vez mais procurado por todo o tipo de pessoas.

Este cereal é uma excelente fonte de energia e é rica em proteína, gordura saturada e fibras. Apesar da aveia não ser um alimento de baixo valor calórico, apresenta um baixo índice glicémico, promovendo uma libertação de energia mais prolongada, mantendo os níveis de glicemia estáveis durante mais tempo, evitando a sensação de fome tão precoce.

Este alimento pode ser incluído na sua alimentação diária de várias formas, nomeadamente sobre a forma de farinha para pão, panquecas ou bolos, batidos ou flocos para papas, pelo que não deve ficar esquecido.

Receitas de papas de aveia
Veja também 5 receitas de papas de aveia: opções saudáveis

 4. Batata-doce

Batata-doce: 14 benefícios do consumo deste alimento

A batata-doce é mais um dos alimentos que é procurado por este motivo, mas não só. Rica em vitaminas A, C, E e do complexo B, potássio e hidratos de carbono complexos, a batata-doce tem também um baixo índice glicémico, mais baixo do que a batata branca, contribuindo para manter estáveis os valores glicémicos e a diminuir a sensação de fome ao longo do dia.

batata doce em rodelas
Veja também 8 maneiras de fazer batata-doce no forno

 5. Produtos integrais

Alimentos que parecem saudáveis mas não são

Os produtos integrais, nomeadamente o pão, a massa ou arroz integrais podem trazer mais benefícios para a sua saúde do que as suas versões refinadas.

No que respeita ao seu impacto na fome que sentimos, estes produtos têm um maior teor de fibra naturalmente presente nos grãos, que prolonga a sensação de saciedade, assim como hidratos de carbono complexos que menor índice glicémico, que também contribuem para que não sinta fome tão cedo.

 6. Linhaça

Alimentos que reduzem o risco de cancro: linhaça

A linhaça é uma semente muito interessante do ponto de vista nutricional, com vários benefícios para a saúde associados ao seu consumo, e mais um dos alimentos para não sentir fome que poderá incluir na sua alimentação do dia-a-dia.

Rica em ácidos gordos saturados e em fibras solúveis, esta semente resulta na perfeição associada a iogurtes, frutas, sumos, saladas ou sopas, sob a forma de semente ou farinha.

Estas características tornam-na assim um alimento muito interessante sobre o ponto de vista de fornecimento de energia, de manutenção da saúde intestinal e do prolongamento da saciedade por mais tempo.

 7. Frutos oleaginosos

snacks saudaveis para o dia a dia

Neste grupo de alimentos que o podem ajudar a não sentir fome de forma tão imediata, podemos incluir as nozes e as amêndoas, por exemplo.

Os frutos secos são naturalmente ricos em gordura (boa) cuja digestão é feita de forma mais lenta e, portanto, a sensação de saciedade é mais prolongada.

Um punhado de frutos oleaginosos pode fornecer uma interessante quantidade de nutrientes, como a ácidos gordos saturados, vitamina E, magnésio e antioxidantes.

No entanto, importa não esquecer que, devido ao seu elevado teor em gordura, devem ser consumidos de forma moderada. Assim, deverá preferir optar pela sua ingestão de forma isolada como ao lanche, por exemplo, evitando adicioná-los em saladas ou refeições, evitando assim aumentar o valor energético de refeições que já podem ser muito ricas do ponto de vista calórico.

 8. Ovo

Alergia ao ovo: riscos e cuidados a que deve estar atento

O ovo é mais uma alternativa que, por inúmeros motivos, habitualmente já faz parte de uma alimentação saudável, variada e equilibrada.

Rico em proteína de alto valor biológico, vitamina A e fósforo, este alimento ajuda na manutenção da saúde ocular, dos ossos e dos dentes, assim como da massa muscular.

Considerando estas características nutricionais, o ovo também permite alcançar níveis consideráveis de saciedade. Ou seja, mesmo não sendo um alimento muito calórico, permite que após a sua ingestão se sinta com menos fome nas horas que se seguem, sendo mesmo uma excelente opção para incluir no pequeno-almoço ou lanche.

Isto deve-se ao facto de ser constituído na sua maioria por proteína, cuja digestão é mais demorada. Esta questão aplica-se a todos os alimentos que tenham um elevado teor proteico.

 9. Água

Homem a servir água a clientes num restaurante

A água é algo indispensável para um funcionamento saudável do organismo, pelo que o seu consumo é essencial. No entanto, o que muitos não sabem é que a água também pode funcionar como um trunfo para prolongar a saciedade em várias alturas do dia, sendo por isso uma excelente ferramenta em dietas de perda de peso.

Para além do consumo de água antes das refeições permitir que se ingira menos quantidade de comida, beber água ao longo do dia irá distender o estômago, diminuindo a sensação de fome.

Em suma

Agora que conhece várias opções de alimentos para não sentir fome, procure ao longo do dia incluir alguns deles nas diferentes refeições.

Assim, será mais fácil prolongar a sensação de saciedade e evitar comer em maiores quantidades ou até mesmo alimentos com menos interesse nutricional e prejudiciais para a saúde, nomeadamente produtos ricos em gordura e açúcares adicionados.

Importa referir que no caso de ser frequente sentir muita forma ao longo do dia, é importante consultar um nutricionista para que possa ser avaliada a causa e poder ser traçado uma estratégia individual que possa colmatar esse problema.

Veja também