Nutricionista Inês Sanches
Nutricionista Inês Sanches
13 Abr, 2017 - 18:07

A alimentação do bebé de 6 meses: como fazer a transição?

Nutricionista Inês Sanches

O aleitamento materno exclusivo deve acontecer até aos 6 meses de idade. Depois desse tempo, deverá ser iniciada a diversificação alimentar. Veja como deve ser a alimentação do bebé de 6 meses.

A alimentação do bebé de 6 meses: como fazer a transição?

A alimentação do bebé de 6 meses de idade, em princípio, deixa de ser exclusivamente leite materno.

O período de aleitamento materno exclusivo deve ser durante o primeiro meio ano de vida, mas a partir deste momento, o leite materno é insuficiente para suprir as necessidades nutricionais do bebé.

Que alimentos devem fazer parte da alimentação do bebé de 6 meses de idade?

Nem todas as mães conseguem amamentar a criança durante os 6 meses, sendo que nesses casos a alimentação diversificada inicia-se aos 4 meses. No entanto, caso comece aos 6 meses, os primeiros alimentos a serem inseridos são os mesmos.

Papa de cereais

papa de cereais

O primeiro alimento a ser introduzido na alimentaçãodo bebé de 6 meses deverá ser a papa de cereais. Um alimento que oferece os nutrientes necessários que o bebé necessita: hidratos de carbono, proteínas, vitaminas e minerais.

Após os 6 meses de idade, a papa de cereais com glutén deverá ser introduzida gradualmente.

Sopa de legumes

sopa de legumes

Tal como quem inicia a diversificação alimentar aos 4 meses de idade, a sopa deverá ser o alimento a oferecer de seguida.A sopa deve ser confecionada recorrendo a 4 das seguintes opções: alimentos: batata, couve-flor, curgete, cebola, alho-francês, cenoura ou abóbora, alface, brócolo ou couve coração.

A primeira sopa deve ser simples e em forma de puré, não deve ser utilizado sal na preparação, mas sim azeite em cru (uma colher de chá por cada porção de sopa).

No que diz respeito à introdução de novos legumes na sopa, o ideal é esperar cerca de 3 a 5 dias para inserir novos.

Deve ainda atrasar a introdução dos espinafres, nabiça, nabo, aipo e beterraba devido ao risco de contaminação com nitratos.

Fruta

pure de fruta

Depois da sopa, pode ser feita a introdução da fruta na alimentação do bebé de 6 meses.

Numa primeira fase, as frutas preferenciais são a pêra, a maçã e a banana.

A fruta deve ser fresca, madura, preferencialmente crua mas com uma consistência de papa. Deverá ser oferecida como sobremesa após a refeição de sopa.

Deve evitar no primeiro ano frutos protencialmente alergénicos, ou liberadores de histamina – morangos, amoras, pêssegos, kiwi.

A fruta não deve ser uma substituta de uma refeição e deverá ser preparada na hora, evitando utilizar produtos industrializados. Os boiões de fruta só deverão ser oferecidos em situações de recurso.

As papas de fruta de preparação caseira têm valor calórico aproximado de 120Kcal/100g, sendo superior o valor das papas de fruta comerciais – cerca de 220Kcal/100g.

Carne

frango para a sopa do bebe

Na alimentação do bebé de 6 meses, deve-se começar a introduzir carne.

Deve-se iniciar com a carne branca e depois vermelha: galinha, peru, coelho, avestruz e depois borrego e vaca.

A carne deve ser introduzida na sopa, cerca de 10 a 15 gramas por sopa, mas apenas deve ser adicionada na fase final de cozedura dos legumes.

O aumento da dose de carne por porção de sopa deve ser aumentado gradualmente até atingir as 25 a 30 gramas por dia.

E o leite materno? Deve permanecer com a diversificação alimentar?

Apesar de estar a ser feita a diversificação alimentar, é importante que o bebé continue a receber leite da mãe.

O desejável e recomendado pela Organização Mundial de saúde (OMS) é que o aleitamento materno se prolongue até aos 24 meses, complementando desta forma os alimentos que vão sendo inseridos na dieta do bebé.

Receitas para a alimentação do bebé de 6 meses de idade

Sopa de abóbora com peito de frango

sopa de abobora com frango

– Ingredientes –

  • 500 ml de água
  • 1 batata média
  • 1 curgete pequena
  • 1 cebola média
  • 1 fatia de abóbora manteiga (a mesma proporção da batata)
  • 1 dente de alho
  • 40 g de peito de frango caseiro, sem pele nem gordura

– Modo de preparação –

  1. Colocar 500 ml de água num tacho e levar ao lume até ferver.
  2. Descascar a batata, a curgete, a cebola, a abóbora e o dente de alho.
  3. Lavar todos os legumes em água corrente e partir em pequenos pedaços.
  4. Adicionar os legumes partidos e o frango e deixar cozer bem, em lume brando, durante 15 minutos ou até os legumes e a carne estarem bem cozidos.
  5. Retirar do lume e triturar no liquidificador.
  6. Antes de servir, adicionar um fio de azeite em cru.

Veja também: