A primavera chegou e estes são os alimentos da época que deve começar a ingerir

Com a chegada da primavera, chegam também alimentos típicos da época que não devem ficar esquecidos. Saiba quais são e conheça-os melhor neste artigo.

A primavera chegou e estes são os alimentos da época que deve começar a ingerir
Conheça os alimentos a incluir nesta época do ano

Apesar de termos acesso a praticamente todos os hortofrutícolas ao longo do ano, é importante que se continue a dar preferência aos alimentos da época, incentivando tecnologias agrícolas adequadas e aproveitando a melhor relação qualidade nutricional-preço.

Isto porque os produtos que compramos fora da época são geralmente importados, para além de que passam bastante tempo em câmaras frigoríficas e a serem transportados para os países e localidades onde serão comercializados. Para isso, necessitam de ser colhidos precocemente, para amadurecerem durante o caminho que têm de fazer até à nossa mesa, perdendo qualidade nutricional.

Assim, é importante recordarmos que por algum motivo, determinados legumes e frutos se desenvolvem em determinadas alturas do ano e, assim, respeitarmos a produção nacional e o tempo de cada produto. Nesse sentido, apesar de existir uma oferta muito variada nas grandes superfícies, procure fazer escolhas adequadas e tire proveito destes produtos mais nutritivos, mais saborosos e mais baratos.

10 alimentos da época a incluir na primavera


1. Espinafres

alimentos da epoca espinafres

Cada vez mais utilizados na alimentação diária, os espinafres, tradicionalmente incluídos na sopa, são também agora utilizados com frequência noutros pratos salgados, em saladas, em bolos ou batidos, por exemplo.

Isto porque é um alimento muito interessante do ponto de vista nutricional, por ser rico em minerais, como cálcio, ferro e magnésio, em fibras, em vitaminas A, K e do complexo B, em carotenóides, em ácidos gordos ómega-3 e antioxidantes.

Como tal, é um alimento que não deve ficar esquecido por todos os benefícios que poderá acarretar para o organismo, nomeadamente ao nível da proteção cardiovascular, do desenvolvimento cognitivo e da manutenção da saúde dos olhos.

 2. Couve-lombarda

alimentos da epoca couve lombarda

A couve-lombarda tem também uma grande versatilidade na sua utilização. Para além de ser um alimento perfeito para incluir nas sopas, resulta também de forma excelente cozido ou confecionado juntamente com outros alimentos estufados.

Para além da sua fácil utilização, a couve-lombarda tem também a vantagem de ser nutricionalmente muito rica, pelo seu teor em vitaminas C, B6 e E, em minerais, como o cálcio, o ferro e o potássio, fibras e antioxidantes. Por esse motivo, é um alimento que o ajudará a manter a sua saúde equilibrada a vários níveis, como da pele e cabelo, da tensão arterial e da digestão.

3. Rabanete

alimentos da epoca rabanetes

O rabanete é uma planta que pertence à mesma família da couve, do nabo e do agrião. Rico em vitaminas C, K e do complexo B, antioxidantes e minerais como o potássio, o zinco e o fósforo, este alimento pode ajudá-lo a controlar a tensão arterial, no funcionamento digestivo e a estimular o sistema imunitário. Para além disso, o rabanete tem um baixo valor energético, pelo que é utilizado com muita frequência em saladas de legumes e sumos.

4. Canónigo

alimentos da epoca canonigo

Com um sabor muito apreciado e característico, o canónigo é um produto hortícola que combina com uma grande variedade de alimentos, como beterraba, pepino, frutos secos e fruta fresca, para além de que pode ser consumido de várias formas, como em saladas, sandes, sumos, sopas e estufados.

Do ponto de vista nutricional, o canónigo também deve ser valorizado, já que é rico principalmente em vitaminas A, C e E, e em minerais como fósforo, ferro e ácido fólico, auxiliando a combater o cansaço, a estimular o sistema imunitário e a manter a saúde dos ossos.

5. Funcho

alimentos da epoca funcho

O funcho é mais um dos sabores que deverá estar presente nesta época, que apresenta várias propriedades medicinais. As ações ao nível do aparelho digestivo, de complicações do trato urinário e de inflamações da garganta e laringe conferem ao funcho um grande interesse medicinal no combate deste tipo de complicações, especialmente devido ao seu considerável teor em fibras, antioxidantes, vitamina C e minerais, como o cálcio, o ferro e o potássio.

Utilizado normalmente como condimento, o funcho também resulta muito bem se consumido sob a forma de infusão ou em sopas.

6. Cereja

alimentos da epoca cesta com cerejas

Este fruto irresistível chega normalmente em meados da primavera. As cerejas, para além de deliciosas, são ricas em vitaminas A, C e do complexo B, e em minerais, como o cálcio e o fósforos. Para além disso, podem encontrar-se antioxidantes e gorduras saudáveis na sua composição.

Por todos estes motivos, as cerejas podem trazer vários benefícios para a nossa saúde, nomeadamente ação anti-inflamatória, manutenção da saúde cardiovascular, prevenção de vários tipos de cancro e melhoria da qualidade do sono.

Para além de consumir o próprio fruto, poderá ainda conservar os caroços e os pedúnculos, deixá-los secar durante aproximadamente uma semana e preparar infusões deliciosas e benéficas com estes ingredientes.

7. Ananás dos Açores

alimentos da epoca ananas dos acores

Inicialmente encarada como uma planta ornamental, o ananás dos Açores só mais tarde se revelou aos portugueses como uma fruta deliciosa. Passou nessa altura a ter um valor comercial mais significativo e começou a revelar todos os seus benefícios para a saúde.

Este fruto é um excelente aliado no combate ao envelhecimento precoce, na prevenção de gripes e constipações, num bom funcionamento digestivo, na manutenção da saúde da pele, no efeito anti-inflamatório e no combate ao excesso de peso, entre vários outros benefícios.

Isto porque o ananás é rico em vitamina C, minerais como o cálcio, o potássio e o magnésio, em fibra, em antioxidantes e em água.

8. Nêspera

alimentos da epoca nesperas

De sabor doce e delicioso, a nêspera é mais um fruto sazonal repleto de nutrientes muito interessantes para a nossa saúde e que, por isso, deve ser bastante privilegiado na primavera.

A nêspera é rica em vitamina A, fibra, minerais, como o potássio, cálcio e fósforo, e betacarotenos, tendo por isso vários benefícios por exemplo, para a pele, pressão arterial, perda de peso, saúde ocular, fortalecimento dos ossos e dentes e prevenção de alguns tipos de cancro.

9. Mirtilo

alimentos da epoca

O mirtilo tem um valor nutritivo inquestionável e talvez seja por isso tão procurado, mesmo fora da época. Assim, aproveite este fruto que a primavera lhe traz e desfrute do seu potencial nutricional, do seu sabor e da sua versatilidade de utilização.

Consumido apenas sozinho, em conjugação com outros frutos, em sumos, batidos ou incluído em inúmeros lanches ou snacks, o mirtilo pode ser incluído na sua alimentação de variadíssimas formas.

Para além desta vantagem, este fruto é rico em diversas vitaminas, como A, C e do complexo B, minerais, como magnésio, cálcio, ferro e fósforo, assim como em antioxidantes.

Assim, o mirtilo poderá ser bastante benéfico para o nosso organismo, nomeadamente ao nível do controlo dos níveis de colesterol, da manutenção da saúde do trato urinário e do aparelho digestivo, e da melhoria da memória e da visão.

10. Alperce

alimentos da epoca alperces

Por último, mas não menos importante, o alperce é também um fruto doce, de polpa suave, que começa a aparecer na primavera. Rico em vitamina C, minerais, como o potássio e o ferro, fibra e betacaroteno, este fruto tem várias vantagens para saúde, como proteção cardiovascular, controlo dos níveis de colesterol e prevenção de alguns tipos de cancro e doenças degenerativas.

Perante estes benefícios, é inevitável incluir o alperce na nossa alimentação primaveril.

Em suma…


Agora que conhece uma boa diversidade de alimentos característicos da primavera, procure incluí-los na sua alimentação. Tendo sempre por base os conceitos de uma alimentação variada e equilibrada, poderá comer um pouco de tudo, privilegiando sempre os produtos nacionais, ao natural e sazonais e, por isso, mais nutritivos, mais saborosos e mais baratos.

Boa primavera!

Veja também:

Nutricionista Carolina da Costa Arcanjo Nutricionista Carolina da Costa Arcanjo

Mulher, tripeira e Nutricionista (C.P. 2181N). É licenciada em Ciências da Nutrição pela Universidade Católica Portuguesa e autora do blog "Comer para crer". Desenvolveu atividade em várias áreas da Nutrição, mas a paixão pela área clínica e pela comunicação tem prevalecido.

O Vida Ativa disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento nutricional, de saúde ou de treino. O Vida Ativa não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui nem dispensa a assistência profissional qualificada e individualizada. Caso pretenda sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].