Psicóloga Ana Graça
Psicóloga Ana Graça
19 Nov, 2020 - 09:07

Saúde mental em teletrabalho: como zelar pelo bem-estar emocional?

Psicóloga Ana Graça

É importante preservar a saúde mental em teletrabalho, evitando a solidão e a sobrecarga laboral. Eis 7 sugestões que podem ajudar.

Saúde mental em teletrabalho

A pandemia por COVID-19 mudou o dia a dia de todos nós. Uma das mudanças mais evidentes é a prevalência do teletrabalho, que pode ter bastantes benefícios, mas também muitos desafios e exigências. Assim sendo, importa zelar pela saúde mental em teletrabalho, ou seja, descobrir como manter e cuidar do bem-estar emocional quando o trabalho passa a ser feito a partir de casa.

A pandemia por COVID-19 mudou o trabalho como o conhecíamos…

Mulher a trabalhar em casa

Como parte da resposta à pandemia por COVID-19, o teletrabalho passou a ser regra, sempre que possível. Ora, esta situação pode acarretar vários desafios quer às organizações, quer aos colaboradores e suas famílias, que rapidamente sentiram a necessidade de se adaptar a uma nova realidade de trabalho.

O teletrabalho tem a enorme vantagem de garantir o cumprimento das recomendações da DGS, protegendo a nossa saúde e a saúde de todos aqueles que nos são mais próximos, ao mesmo tempo que permite que as organizações e a sociedade continuem em funcionamento.

No entanto, impõe também grandes desafios, exigências e muitas mudanças e adaptações, tais como:

  1. Criar em casa um espaço de trabalho, que disponha de todas as condições e equipamentos essenciais à realização do trabalho remoto.
  2. Aprender a definir fronteiras entre a vida profissional e pessoal/familiar. Estas fronteiras são importantes na medida em que contribuem para o nosso bem-estar e saúde psicológica. Quando o trabalho se instala em casa, há que pensar em novas formas de criar essa separação (1).
  3. Evitar o burnout (stress crónico associado ao trabalho, caraterizado por sentimentos de exaustão, falta de energia e sentimentos negativos relacionados com o trabalho e com a eficácia profissional). Importa descobrir como manter a saúde mental em teletrabalho e como promover o bem-estar geral e um ambiente de trabalho saudável a partir de casa (2).
Como não perder a motivação em teletrabalho
Veja também Como não perder a motivação em teletrabalho? 5 dicas!

Saúde mental em teletrabalho: como zelar pelo bem-estar emocional?

Como zelar pelo bem-estar emocional e pela saúde mental em teletrabalho? Como facilitar o ajustamento a novas rotinas de trabalho? Eis algumas sugestões que podem ajudar:

1

Ser realista

Homem em casa em teletrabalho

Importa ser realista quanto às dificuldades que podem surgir no período de adaptação ao teletrabalho.

Esta nova experiência implica misturar o espaço de trabalho com o espaço pessoal, familiar e de lazer e estar longe das habituais dinâmicas sociais e laborais. Tamanhas alterações requerem tempo e podem apresentar dificuldades.

2

Aceitar e enfrentar as dificuldades

Como vimos acima, as dificuldades podem surgir e há que aceitá-las. É natural que esta nova realidade cause maior stress, cansaço e frustração, pelo menos numa fase inicial de adaptação.

Após aceitar a naturalidade dessas dificuldades há que enfrentá-las. Importa confiar nas capacidades próprias para enfrentar adversidades, lembrando situações do passado em que tal tenha acontecido com sucesso.

Mais ainda, há que aceitar as situações em que a produtividade em regime de teletrabalho não seja igual à produtividade em regime presencial, já que em muitas situações as condições de trabalho presencial ou teletrabalho podem não ser as mesmas.

A flexibilidade pode ser a chave para enfrentar as principais dificuldades, por exemplo, centrando o trabalho mais em objetivos do que em horas efetivas de trabalho.

3

Criar o espaço de trabalho ideal

Espaço de trabalho em casa

Em casa, é importante definir, de forma clara, o espaço de trabalho, que deve garantir o maior afastamento dos ruídos de familiares ou de atividades domésticas. Deve ser um espaço confortável, que disponha de todos os materiais e equipamentos inerentes ao trabalho a realizar.

4

Respeitar os momentos de pausa e de descanso

O autocuidado não deve ser esquecido, sobretudo em alturas em que as notícias sobre a pandemia podem ser assustadoras e as exigências do trabalho e da dinâmica familiar podem ser cansativas.

Pode ser difícil descansar, mas o descanso é fundamental. Para garantir que acontece, importa criar e cumprir pequenas pausas ao longo do dia, aproveitando esses momentos para relaxar.

Para manter o bem-estar geral também são essenciais o movimento, a atividade física e a alimentação saudável.

Relaxar é um dos hábitos de vida saudáveis
Veja também 7 hábitos de vida saudáveis a seguir todos os dias
5

Criar e cumprir uma rotina

Mulher a trabalhar em casa

A rotina habitual mudou completamente, mas é possível criar e manter uma rotina em teletrabalho. Pode, por exemplo, planear e cumprir um ritual simples para começar e terminar o dia de trabalho.

Estes pequenos rituais são habituais no início e fim de um dia de trabalho presencial (por exemplo, viagem para e do local de trabalho, paragem no supermercado, ida ao ginásio). É importante criar novos rituais que marquem de forma clara o início e o fim do dia de teletrabalho.

A nova rotina pode também exigir uma reorganização de algumas tarefas, de forma a permitir compatibilizar as exigências da vida pessoal/familiar com as exigências do teletrabalho. Para tal, há que definir prioridades e horários.

6

Não trabalhar em demasia

Alguns estudos mostram que os trabalhadores tendem a trabalhar mais horas quanto trabalham remotamente porque sentem a necessidade de mostrar que estão efetivamente a trabalhar e a ser produtivos.

Importa fugir à sobrecarga e à exaustão. Para tal, pode ser útil estabelecer e cumprir objetivos e limites, definir e cumprir horários rigorosos, planear e negociar esses horários e objetivos com os colegas de trabalho e com os elementos da família.

Mulher com sintomas de fadiga
Veja também Fadiga: o que fazer quando tem falta de energia física ou mental
7

Manter contactos sociais

Mulher em casa a comunicar via Zoom com os colegas de trabalho

Trabalhar remotamente não implica, necessariamente, trabalhar sozinho. O isolamento e a solidão devem ser evitados, através da manutenção constante de contacto com os colegas de trabalho.

Os momentos informais com os colegas devem ser alimentados, ainda que adaptados à nova realidade. Também o trabalho em equipa deve ser reforçado e há várias ferramentas digitais que o facilitam (1).

Fontes

  1. Ordem dos Psicólogos Poetugueses. (2020). Recomendações para quem está em teletrabalho. Disponível em: https://www.ordemdospsicologos.pt/ficheiros/documentos/covid_19_recomendacoes_teletrabalho.pdf
  2. (2) Robinson, B. (2020). Remote Worker Burnout on the Rise. Psychology Today. Disponível em: https://www.psychologytoday.com/us/blog/the-right-mindset/202009/remote-worker-burnout-the-rise
Veja também