Nutricionista Rita Lima
Nutricionista Rita Lima
30 Mar, 2020 - 09:00

Fact-check: a vitamina C previne gripes e constipações?

Nutricionista Rita Lima

Sempre ouvimos dizer que a vitamina C previne gripes e constipações, mas será que é mesmo assim? Ou será que apenas ajuda no tratamento dos sintomas? Veja.

vitamina c previne gripes e constipações: sumo de laranja natural
fact-check falso

Questão em análise

Sempre se ouviu dizer que a vitamina C ajuda na prevenção de gripes e constipações e, portanto, a sua suplementação pode ser uma mais valia. No entanto, não há evidência que valide esta questão.

Com o inverno e o frio, chegam as habituais gripes e constipações. Consequentemente, surge também a habitual publicidade a medicamentos e / ou suplementos para prevenir estas condições. Um dos mais frequentes, senão o mais popular, é a vitamina C.

Mas será que a vitamina C previne gripes e constipações? Ou será uma mera ilusão e estratégia de marketing? Vejamos.

Como se transmitem as gripes e constipações?

Mulher com gripe em casa

Antes de respondermos à questão se a vitamina C previne gripes e constipações, é importante referir como se transmite estas doenças se transmitem.

A constipação é provocada por cerca de duas centenas de vírus diferentes, (razão pela qual não existe vacina), sendo os mais comuns os Rhinovirus. Ao contrário da gripe, a constipação raramente causa problemas de saúde graves, embora seja considerada a doença infeciosa mais frequente do mundo.

Já a gripe é causada pelos vírus Influenza, e a vacinação anual é aconselhada como medida preventiva.

A transmissão dos vírus que provocam gripes e constipações acontece de pessoa para pessoa, normalmente através da tosse, dos espirros, das mãos ou do contacto direto com superfícies ou objetos partilhados com uma pessoa que esteja doente.

Uma vez que estes vírus conseguem sobreviver cerca de 48 horas nos objetos contaminados, a aplicação de medidas para prevenção de gripes e constipações ajuda a que a minimizar a propagação do vírus e a diminuir a prevalência destas condições, que se não forem devidamente cuidadas, podem evoluir para situações mais graves.

Sendo uma doença provocada por um vírus, é importante alertar que o tratamento é sintomático, não sendo recomendada a toma de antibióticos.

Mulher com gripe em casa
Veja também COVID-19, gripe e constipação: quais as principais diferenças?

Então, será que a vitamina C previne constipações?

Alimentos ricos em vitamina C: quais são

Certamente que desde pequeno ouve dizer que a vitamina C previne constipações. Mas qual a verdadeira evidência científica sobre este assunto?

A evidência científica mais recente sobre este tema refere que a suplementação em vitamina C não previne constipações, a não ser, eventualmente, em pessoas com uma atividade física elevada.

Sabe-se que, apesar da vitamina C não prevenir constipações, esta pode contribuir para a diminuição da duração de cada episódio em 8 a 14%. No entanto, esta percentagem corresponde, na prática, a uma diminuição de por exemplo, 7 dias para 6.3 dias.

Assim sendo, a suplementação em vitamina C não se justifica quando estamos perante constipações.

No que diz respeito à gripe, também não existe evidência de que esta vitamina possa atuar como medida preventiva para a doença, nem para a pneumonia.

Assim, a toma de suplementos de vitamina C não é recomendada. Esta vitamina é importante e consegue encontrá-la em vários alimentos, mas apenas para que possa garantir o normal funcionamento do sistema imunitário.

alguns dos alimentos que ajudam a reforçar o sistema imunitário
Veja também Fact-check: existem mesmo alimentos que ajudam a reforçar o sistema imunitário?

suplementos ineficazes na prevenção de gripes e constipações

Por outro lado, há a tendência de dizer que, no caso da suplementação vitamínica, mesmo que não se obtenha resultados, também não existem consequências nocivas da sua toma. Esta ideia é errada.

De facto, a toma crónica de suplementos antioxidantes como a vitamina A, C,E, beta-caroteno e selénio parece estar associada a uma maior mortalidade.

Mesmo em atletas, esta suplementação não é benéfica, pois limita grande parte dos benefícios e adaptações ao treino, incluindo a hipertrofia muscular.

Também os estudos (meta-análises) de melhor qualidade, realizados com amostras maiores mostraram que a suplementação em vitamina D dificilmente ajuda na diminuição do risco de infeções respiratórias.

Também a toma de suplementos de zinco, muitas vezes utilizada para prevenir estas condições, parece, na verdade, ter um efeito negligente na sua prevenção.

8 MEDIDAS PARA A PREVENÇÃO DE CONSTIPAÇÕES

Parasitas intestinais: sintomas, prevenção e tratamento

A incidência de gripes e constipações tende a diminuir com a idade, sendo condições muito comuns sobretudo em crianças menores de dois anos. No entanto, as perturbações de sono e os elevados níveis de stress podem aumentar o risco nos adultos.

Pequenos gestos do seu dia-a-dia podem fazer a diferença para evitar que apanhe uma constipação, tais como:

  • Lavar as mãos: As mãos são um veículo de contacto com todo o tipo de microrganismos. Lavá-las com sabonete ou solução de base alcoólica, de forma frequente, ajuda a eliminar os microrganismos responsáveis pelas infeções
  • Ao tossir ou espirrar, deve proteger boca e nariz com um lenço de papel ou com o braço
  • Limpar com maior assiduidade, quaisquer objetos sujeitos ao manuseamento muito frequente de várias pessoas
  • Arejar frequentemente os espaços fechados, seja a sua casa, o local de trabalho, a escola ou o infantário
  • Roupa: É essencial utilizar sempre roupas adequadas à temperatura. No inverno, as mudanças bruscas de temperatura, por vezes, acompanhadas de chuva ou neve, podem originar constipações. Opte por utilizar cachecóis, gorros e luvas e agasalhe-se bem
  • Descansar e dormir: O sono e o repouso adequado ajudam a manter o sistema imunitário fortalecido
  • Evitar o contacto com pessoas infetadas: Evitar o contacto muito próximo com pessoas que apresentem sintomas
  • Praticar exercício físico: A prática de exercício físico parece ajudar a prevenir as gripes e constipações, embora sejam necessários mais estudos para comprovar, de forma mais consistente, esta teoria

Avaliação Vida Ativa: Falso

A vitamina C não ajuda a prevenir gripes e constipações e a sua suplementação apenas parece estar ligada a uma diminuição residual de duração das mesmas.

Veja também