Farmacêutica Rita Teixeira
Farmacêutica Rita Teixeira
13 Mar, 2020 - 08:30

Como tratar uma gripe de forma eficaz?

Farmacêutica Rita Teixeira

Uma gripe pode ser tratada com recurso a analgésicos, descongestionantes e anti-histamínicos. A vacina é preventiva.

Mulher com constipação deitada no sofá

Todos os anos os episódios de gripe são muitos e, especialmente este ano, muitos sintomas podem ser confundidos com a COVID-19.

Tratar uma gripe de forma eficaz implica vários cuidados mas, acima de tudo, repouso. A gripe é uma doença viral contagiosa associada a sintomas desagradáveis e que deve ser tratada desde o início.

períodO de contágio da gripe

Mulher com sintomas de gripe

A gripe é uma doença respiratória que afeta as via respiratórias. Esta doença aguda, que ocorre maioritariamente na altura do inverno, é causada por um vírus, o vírus influenza, que está em constante mutação.

Existem 3 tipos: A, B e C. Os vírus do tipo A são os mais preocupantes e que causam mais epidemias e pandemias, enquanto que o tipo B e C são os mais ‘comuns’ e que causam a gripe mais conhecida.

Estes vírus transmitem-se através de partículas que se libertam quando espirramos, tossimos ou falamos, através das partículas da saliva. Assim, uma vez que se trata de uma doença contagiosa, deve tomar especial atenção quando está doente, para não infetar outras pessoas ou quando está em contacto com pessoas doentes.

O período de contágio do vírus da gripe é variado, dependendo muito de pessoa para pessoa, no entanto variam entre 1 a 7 dias após o inicio da doença, sendo que os sintomas começam entre o dia 1 e 4.

Principais sintomas de uma gripe

Mulher a verificar febre com termómetro

Os sintomas de uma gripe são muito semelhantes aos de uma simples constipação, mas com maior intensidade. Nos adultos e crianças mais velhas, os sintomas são os seguintes:

  • Febre alta
  • Arrepios de frio
  • Dores musculares e articulares
  • Mal-estar
  • Sensação de cansaço
  • Dores de cabeça
  • Dor de garganta com inflamação
  • Tosse seca ou com expetoração
  • Olhos lacrimejantes
  • Congestão nasal

Já nos bebés, os sintomas são:

  • Febre alta
  • Sonolência
  • Náuseas e vómitos
  • Diarreia
  • Dificuldades respiratórias
  • Otites

Os medicamentos mais eficazes para tratar uma gripe

Mulher a tomar comprimido

Uma gripe nem sempre precisa de medicamentos para se tratar. No entanto, existem alguns fármacos que minimizam os sintomas permitindo ultrapassar uma gripe de forma mais fácil e rápida. Se não recorrer a fármacos, o seu sistema imunitário encarrega-se da tarefa.

Antes de mais, é importante dizer que não deve tomar antibióticos para curar uma gripe, uma vez estes servem apenas para tratar problemas causados por bactérias e, uma gripe, é causada por vírus.

Assim, os medicamentos mais relacionados com a gripe são os fármacos antivirais, que nem sempre são receitados, porque por vezes são apenas necessários fármacos que tratem os sintomas. São estes:

Analgésicos, antipiréticos

São importantes, uma vez que baixam a febre, eliminam as dores de cabeça, de garganta, as dores musculares e ainda o mal-estar geral. Os mais conhecidos e utilizados são o paracetamol, o ibuprofeno e o ácido acetilsalicílico.

Descongestionantes

Estes, normalmente aplicados localmente, podem ser sprays ou nebulizadores, ou comprimidos, entrando na via sistémica. Vão provocar uma vasoconstrição da muscosa nasal, desinflamando-a ajudando-o a respirar melhor.

Anti-histamínicos

Têm uma ação eficaz no alívio da rinorreia, aliviando a quantidade de muco nasal. Assim, tal como os descongestionantes, também os anti-histamínicos ajudam a respirar melhor.

Medidas adicionais para tratar a gripe eficazmente

Mulher com gripe a beber chá

O alivio dos sintomas gripais podem ter de passar pela toma de alguma medicação, no entanto, o tratamento desta patologia só eficaz quando é acompanhado de uma hidratação abundante e repouso.

Hidratação é fundamental

A correta hidratação é essencial no tratamento da gripe e restabelecimento do normal funcionamento do organismo. Bebidas quentes como chás pode ser uma boa estratégia, podendo ser adicionado mel que pode ajudar no alívio dos sintomas em caso de infeção respiratória.

É de evitar bebidas com cafeína e restringir o consumo de álcool que pode contribuir para o oposto: a desidratação.

O repouso é crucial

Deixar o corpo recuperar através do repouso é uma prática eficaz e que deve ser privilegiada. Desta forma, todos os esforços são centrados no restabelecimento do normal funcionamento do organismo.

A vacinação Previne, não trata

Médico a dar vacina

Hoje em dia, é opinião geral e consensual na área da saúde, que a melhor forma de combater e prevenir uma gripe, é através da administração da vacina contra a gripe.

A vacinação evita que o vírus se propague, afetando assim um menor número de pessoas. Acaba por proteger também as pessoas mais vulneráveis, uma vez que evita o desenvolvimento de complicações mais graves.

A vacina da gripe é recomendada, sendo gratuita no Sistema Nacional de Saúde (SNS), a:

  • Crianças entre os 6 meses e os 5 anos
  • Grávidas
  • Profissionais de saúde do Serviço Nacional de Saúde (médicos, enfermeiros, técnicos hospitalares)
  • Idosos, com mais de 60 anos
  • Pessoas internadas ou residentes em instituições
  • Doentes integrados na rede de cuidados continuados, doentes que aguardam transplante ou que fazem quimioterapia
  • Guardas prisionais e reclusos
  • Portadores de trissomia 21, diabetes mellitus, fibrose quística, défice de alfa-1 antitripsina sob terapêutica de substituição, doença pulmonar obstrutiva crónica, patologia do interstício pulmonar sob terapêutica imunosupressora, doença crónica com comprometimento da função respiratória, da eliminação de secreções ou com risco aumentado de aspiração de secreções
  • Bombeiros

Esta deve ser iniciada em outubro, embora possa ser administrada em qualquer altura do ano. Uma vez que o vírus da gripe está em constante mutação e alteração, todos os anos as vacinas da gripe são diferentes, e por isso a imunização deve ser feita anualmente.

Formas de prevenção da gripe

Mulher a lavar as mãos com sabão

Além de toda a medicação que lhe poderá ser receitada, o melhor a fazer é sempre optar pela prevenção.

O passo mais importante na prevenção, tal como já foi dito, é a vacinação.

Além desta, e de uma forma geral, a gripe sendo uma doença contagiosa, é importante que se afaste de pessoas doentes de forma a não contrair o vírus. Pelo contrário, se já estiver doente, deverá manter-se em casa até melhorar, para que não infete outras pessoas.

Outras medidas de prevenção que deve tomar são:

  1. Lavar frequentemente as mãos com água e sabão
  2. Proteger-se do frio
  3. Evitar alterações bruscas de temperatura
  4. Evitar ambientes saturados de pessoas
  5. Usar lenços de papel quando tossir ou espirrar, evitando assim a proliferação do vírus pelo ar
  6. Descansar, para permitir que o organismo recupere
  7. Beber muitos líquidos
  8. Fazer lavagens nasais com soro fisiológico ou água do mar

Fontes

  1. SNS. Doenças infecciosas. Disponível em: https://www.sns24.gov.pt/tema/doencas-infecciosas/gripe/#sec-0
Veja também