Barriga inchada: 7 alimentos que estão a contribuir para este problema

A barriga inchada pode ser desconfortável, principalmente quando não se sabe aquilo que a está a causar. A alimentação pode ser a causa para este problema.

Barriga inchada: 7 alimentos que estão a contribuir para este problema
Saiba quais são e evite ingeri-los.

Sente que está com a barriga inchada mas não comeu nada fora do normal? Talvez esteja a consumir um destes alimentos, e sem dar por ela, a zona abdominal fica mais distendida que o normal.

Ter a barriga inchada faz parte do dia-a-dia de muitas pessoas. Infelizmente, é um problema que afeta grande parte da população.

As causas podem ser de várias índoles, sendo uma delas a alimentação. Existem alguns alimentos que causam mais inchaço do que outros, e por isso devem ser evitados.

Muitos desses alimentos contêm nutrientes que o corpo não consegue digerir, seja por intolerância ao nutriente ou não (como é o caso da lactose, um açúcar natural encontrado nos laticínios) ou simplesmente porque a sua digestão leva a formação de mais gás.

De seguida, vamos enumerar alimentos que estão a contribuir para este problema. Por isso fique connosco e conheça-os para conseguir evitar o desconforto da barriga inchada.

7 Alimentos que tornam a barriga inchada


1. Vegetais crucíferos

Barriga inchada e Vegetais crucíieros

No grupo dos vegetais crucíferos estão inseridos os brócolos, a couve-flor, a couve e couve-de-bruxelas por exemplo. Estes alimentos são muito saudáveis, possuindo na sua constituição alguns nutrientes essenciais como fibra, vitamina C, vitamina K, ferro e potássio.

Mas nem tudo é positivo, estes vegetais também contém rafinose, um açúcar difícil de digerir pelo organismo, o que causa o aparecimento de gases e inchaço abdominal.

Assados ou cozidos a vapor, estes vegetais tornam-se mais facilmente digeríveis. Mas se preferir, pode optar por outras alternativas, como os espinafres, o pepino ou a curgete.

2. Bebidas gaseificadas

bebidas com gas

As bebidas com gás são outra causa muito comum da barriga inchada, devido às quantidades elevadas de dióxido de carbono que possuem.

Quando se ingere este tipo de bebidas, acaba-se sempre por engolir grandes quantidades desse gás, sendo que alguns deles ficam presos no sistema digestivo, o que pode causar inchaço e até cólicas.

Em vez de bebidas com gás, dê preferência a água, chás ou águas aromatizadas.

3. Leguminosas

leguminosas variadas

Os feijões, as ervilhas, as lentilhas, a soja… todos estes alimentos são ricos em fibras e proteínas, o que pode ter muitos benefícios, mas também os torna difíceis de absorver, obrigando as bactérias dos intestinos a entrar em acção, provocando gases que levam ao desconforto e inchaço abdominal.

Para evitar a barriga inchada, evite estes alimentos ou então prefira o feijão preto, cuja digestão é mais fácil, especialmente após demolhados.

4. Alimentos ricos em sódio

enlatados

A maioria das pessoas consome mais sal do que a quantidade diária recomendada. A reação natural do corpo quando se ingere muito sal é reter a água, originando a retenção de líquidos.

Alimentos embalados e processados, como sopas enlatadas, carnes processadas e molhos pré-fabricados, geralmente contêm grandes quantidades de sódio.

Por isso, deixe de lado os alimentos ricos em sal e os alimentos processados para evitar a retenção de líquidos, que pode ser muito desconfortável.

5. Laticínios

leite em copo de vidro

O leite e os seus derivados são alimentos bastante nutritivos, sendo excelentes fontes de proteína e cálcio.

Há muitos produtos lácteos disponíveis, incluindo leite, queijo, queijo-creme, iogurte e manteiga, no entanto, grande parte da população não consegue decompor a lactose, o açúcar encontrado no leite.

Para uma pessoa intolerante à lactose, os laticínios podem causar grandes problemas digestivos. Os sintomas incluem inchaço, formação de gases, cólicas e diarreia.

Se notar que depois de ingerir laticínios sente alguns desses sintomas, será melhor começar a optar por alimentos sem lactose, e hoje em dia já existem produtos lácteos sem lactose à venda.

6. Trigo

trigo

O trigo tem sido altamente controverso nos últimos anos, principalmente porque contém uma proteína chamada glúten.

Apesar da controvérsia, o trigo ainda é bastante consumido, sendo presença assídua na maioria dos produtos de panificação.

Para pessoas com doença celíaca ou sensibilidade ao glúten, o trigo causa grandes problemas digestivos. Isso inclui inchaço, gases, diarreia e dor de estômago.

Se sente que depois de comer trigo fica com a barriga inchada, saiba que existem muitas alternativas sem glúten, como aveia pura, quinoa ou a farinha de amêndoa.

7. Pastilhas elásticas

Pastilhas elasticas

As pastilhas elásticas possuem edulcorantes e adoçantes artificiais que são difíceis de digerir pelo organismo. O maltitol e o xilitol, presentes nas pastilhas elásticas sem açúcar, provocam inchaço na zona abdominal quando consumidos em grandes quantidades.

Além disso, ao mastigar as pastilhas pode-se ingerir mais ar que vai para o estômago, o que também contribui para o problema.

Se é daquelas pessoas que tem por hábito ter sempre uma pastilha elástica à mão, saiba que pode ser a causa da barriga inchada.

Conclusão…


Se estiver a ter este tipo de problemas com o inchaço, é possível que esteja a comer algo que está a causar os sintomas.

Não há razão para evitar todos os alimentos acima descritos, apenas aqueles que causam o inchaço no seu caso.

Se achar que um determinado alimento está constantemente a deixá-lo mais desconfortável, evite-o e prefira outros idênticos que não causem o problema.

Veja também: