Camila Farinhas
Camila Farinhas
20 Jul, 2020 - 18:34

COVID-19: como prevenir um possível contágio em 5 passos

Camila Farinhas

Saiba como prevenir a COVID-19 de forma simples e eficaz, utilizando estes 5 passos no seu dia a dia.

Como prevenir a COVID-19

Até ao momento, não existe uma vacina ou tratamento eficaz no combate ao novo coronavírus. Por isso, é fundamental proteger-se e saber como prevenir a COVID-19. O Vida Ativa diz-lhe 5 passos a ter em mente na sua rotina diária.

Como prevenir a COVID-19 em 5 passos

1.

Mantenha o distanciamento social sempre que possível

Com o regresso à rotina nem sempre é possível manter o distanciamento social, principalmente para os utilizadores de transportes públicos. No entanto, existem algumas medidas que podem ser adotadas (1):

  • Garantir a distância mínima dos outros passageiros
  • Posicionar-se costas com costas em relação a outras pessoas
  • Utilizar máscara de proteção
  • Evitar levar as mãos à boca, olhos ou nariz
  • Virar a cara para o lado, se alguém estiver a tossir à sua frente e peça à pessoa que está a tossir que o faça para um lenço, braço ou cotovelo
  • Desinfetar as suas mãos com uma solução à base de álcool e lavar as mãos com água e sabão logo que possível.

Quando necessitar de se deslocar a espaços com mais afluência, mantenha a distância de 2 metros aproximadamente das restantes pessoas.

2.

Utilize equipamentos de proteção individual

O uso de máscara é obrigatório para todas as pessoas que permaneçam em:

  • Espaços interiores fechados com várias pessoas:
    • Estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços
    • Serviços e edifícios de atendimento ao público
    • Estabelecimentos de ensino e creches
  • Utilizem os transportes públicos

É importante relembrar que para a população em geral, está indicada a máscara de uso social ou comunitário. Já os profissionais de saúde e as pessoas consideradas grupos de risco para a COVID-19, devem utilizar máscara cirúrgica.

Alguns cuidados devem ser adotados quando usar máscara, nomeadamente:

  1. Higienizar as mãos, antes e após a sua utilização, com água e sabão ou utilizando uma solução à base de álcool.
  2. Identificar o lado da máscara que ficará em contato com a face (nas máscaras cirúrgicas é o lado branco. O lado colorido fica virado para fora) e prendê-la à cabeça com os atilhos ou elásticos.
  3. Garantir que o nariz, boca e queixo estão cobertos pela máscara.
  4. Moldar o dispositivo metálico ao nariz, garantindo que fica totalmente ajustado à face.
  5. Mudar de máscara a cada 4 horas, ou se esta ficar húmida. Deverá higienizar as mãos e retirá-la segurando nos atilhos ou elásticos sem nunca tocar na face externa.
  6. Após colocá-la no lixo, deverá repetir a higienização das mãos.

É muito importante que durante a utilização de máscara, não a retire para falar, tossir ou tocar na face. Uma vez que o vírus também é transmitido através da via ocular, não deverá esfregar os olhos. Se usar lentes de contato, higienizar as mãos antes da sua colocação e remoção é essencial.

O uso de luvas não constitui uma medida de proteção adicional, causando uma sensação de falsa segurança.

3.

Higiene pessoal

Reforçar as medidas de higiene pessoal, como a lavagem das mãos e o uso de etiqueta respiratória é recomendado (1).

higiene das mãos deve ser:

  • Regular: lavar frequentemente ao longo do dia e sempre que se justifique, por exemplo ao chegar a casa ou ao trabalho, quando assoar o nariz, espirrar ou tossir
  • Cuidada: lave as mãos durante pelo menos 20 segundos, esfregando as palmas, dorso, cada um dos dedos e o pulso, secando-as bem no final
  • Sem acessórios: não se esqueça de remover anéis, pulseiras, relógios, ou outros objetos, antes da lavagem das mãos. Estes adereços deverão também ser higienizados após a sua utilização
  • Com água e sabão: o vírus é facilmente eliminado com água e sabão, devendo ser este o método preferencial. Caso não tenha acesso a água e sabão, desinfete as mãos com solução à base de álcool com 70% de concentração (não deve usar, para tal, álcool a 96%)

Na etiqueta respiratória, deve:

  • Tapar: quando tossir ou espirrar, cubra a boca e o nariz, com um lenço de papel ou com o braço, evitando a projeção de gotículas (não use a mão)
  • Descartar: após a utilização do lenço descartável, deite-o imediatamente no lixo
  • Lavar: após descartar o lenço, lave de imediato, as mãos. Caso tenha utilizado o braço, lave-o, ou à camisola, assim que possível.
4.

Higiene ambiental

Na sua habitação, é importante que mantenha a ventilação regular (pelo menos, 6 renovações de ar por hora), abrindo janelas e/ou portas para manter o ambiente limpo e seco. Caso tenha ar condicionado ou outro sistema de ventilação, deverá assegurar que este funciona corretamente e reforçar a sua limpeza e manutenção.

Também a limpeza e higiene domésticas devem ser reforçadas:

  1. Limpar e descontaminar as zonas de contacto frequente, como por exemplo maçanetas das portas, corrimões, interruptores de luz, comandos ou teclados.
  2. Descontaminar com regularidade as áreas de confeção de alimentos e instalações sanitárias.
  3. Fazer a limpeza sempre no sentido de cima para baixo e das áreas mais limpas para as mais sujas.
  4. Lave com detergente de uso doméstico e de seguida aplique lixívia diluída em água, deixando atuar 10 minutos. No caso de uma habitação em que nenhum dos coabitantes está infetado, não é estritamente necessário utilizar lixívia.
  5. Na limpeza dos telemóveis, consulte as indicações do fabricante do telemóvel e verifique se pode usar toalhitas humedecidas em detergente ou álcool a 70%.
como desinfetar superfícies: mulher a limpar puxador de porta
Veja também Em tempo de coronavírus, saiba como desinfetar superfícies

A lixivia é aconselhada para desinfeção da casa, principalmente em locais onde habite ou esteja presente uma pessoa infectada com COVID-19. No entanto, deverá ter em atenção o seguinte:

  • A lixívia deve ser diluída em água fria, uma vez que água quente a torna ineficaz e instável
  • Para a utilização em casa deve diluir 1 parte de lixívia (com uma concentração de 5%) para 99 parte de água (por exemplo 4 colheres de chá de lixívia num 1 litro de água)
  • Ao aplicar lixívia deve abrir as janelas para arejar e renovar o ar, para evitar inalar o produto e ajudar a secar mais rapidamente as superfícies
  • Evite o contacto da lixívia com os olhos e com a pele

Na lavagem e desinfeção da roupa, alguns cuidados devem ser tidos em conta:

  • Evitar sacudir a roupa suja
  • Ler com atenção as indicações na etiqueta da roupa, para saber os cuidados que deve ter
  • Lavar preferencialmente na máquina, com a maior temperatura possível (pelo menos a 60ºC durante 30 minutos, ou entre 80-90ºC, durante 10 minutos para descontaminar através da temperatura)
  • Caso não seja possível lavar a altas temperaturas, use um produto desinfetante próprio para roupas (como por exemplo, lixívia). Para roupas coloridas existem produtos desinfetantes adequados
5.

Vigie os sinais e sintomas

Esteja atento a eventuais sinais e sintomas do novo coronavírus e se estes se agravam ao longo do tempo, nomeadamente:

  • Febre (superior a 38.ºC)
  • Tosse persistente
  • Dificuldade respiratória

Caso suspeite que está infetado, mantenha-se em isolamento e ligue para a linha SNS 24 através do número 808 24 24 24.

Fontes

  1. Serviço Nacional de Saúde (2020). Temas da Saúde: Prevenção. Acedido a 20 de Julho de 2020. Disponível em: https://www.sns24.gov.pt/tema/doencas-infecciosas/covid-19/prevencao/#sec-0
Veja também