Nutricionista Rita Lima
Nutricionista Rita Lima
04 Mai, 2018 - 12:49

Comer bem fora de casa: dicas essenciais para o seu dia-a-dia

Nutricionista Rita Lima

Comer bem fora de casa é um problema para quem deseja perder peso ou praticar uma alimentação mais saudável. Conheça várias soluções para que consiga ter uma alimentação correta, sempre.

Comer bem fora de casa: dicas essenciais para o seu dia-a-dia
O artigo continua após o anúncio

A intenção de aumentar os cuidados com a alimentação está presente no pensamento de muita gente, principalmente em quem deseja perde peso. No entanto, este cenário é, muitas vezes, limitado pela falta de tempo e pela necessidade de fazer a maioria das refeições fora de casa.

No entanto, saiba que é possível (e fácil) comer bem fora de casa, principalmente se se organizar e conseguir levar uma marmita com as refeições necessárias para todo o dia.

Comer bem fora de casa: dicas importantes para comer fora de casa

Vivemos, atualmente, numa sociedade em que a maioria das pessoas não tem tempo de preparar as refeições, devido ao ritmo acelerado de trabalho, e acaba por comer muitas vezes fora e de forma mais desequilibrada.

Nesse sentido, iremos dar-lhe algumas sugestões práticas para começar a comer bem fora de casa, mesmo em dias em que o tempo escasseia.

1. Levar marmita para o trabalho

Comer bem fora de casa e marmita para o trabalho

Uma das soluções mais recorrentes para comer bem fora de casa é a preparação de marmita para levar para o trabalho. Desta forma, consegue controlar o que leva e, consequentemente o que come, evitando ofertas desequilibradas de restaurantes, cantinas ou bares e dosagens exageradas.

Claro que isto pressupõe sempre uma boa organização, de modo a optar por escolhas saudáveis e planear as refeições principais para sobrar para o dia seguinte.

Neste sentido, o planeamento das refeições (principais e intermédias), assim como das compras do supermercado são fatores determinantes para o sucesso do seu projeto de comer bem fora de casa.

Como tal, no início da semana planeie a ementa semanal, incluindo o que vai incluir nos seus snacks entre refeições, e faça uma lista de compras com as quantidades necessárias para fazer pelo menos duas refeições.

Opte por refeições à base de carnes magras, peixe ou ovos, legumes ou salada e arroz ou massa, de modo a ser prático para aquecer no dia seguinte.

O artigo continua após o anúncio

Lista de opções saudáveis para as suas marmitas

Vejamos, então, uma pequena lista de alimentos saudáveis e que pode incluir de forma prática no seu dia-a-dia, quer nas refeições principais, quer em snacks:

  • Fruta;
  • Iogurtes magros ou naturais;
  • Gelatina sem adição de açúcar (embalagens já prontas a consumir)
  • Frutos secos oleaginosos;
  • Pão escuro ou tostas integrais;
  • Queijo magro e fiambre de aves;
  • Manteiga de amendoim;
  • Barras e batidos de proteína;
  • Ovos para cozer;
  • Atum e frango em conserva ao natural;
  • Saladas embaladas e já lavadas;
  • Sopas de legumes sem batata embaladas e já confecionadas (só precisa de aquecer no micro-ondas);
  • Feijão e grão enlatados já cozidos;
  • Aveia;
  • Sementes prontas a consumir;

2. Ter opções práticas em casa, já preparadas

massa com atum

Quando o tempo escasseia e não tem tempo de fazer jantar e, consequentemente fica sem opções para levar no dia seguinte para o almoço, é importante ter opções de refeições saudáveis já preparadas.

De facto, se tiver à mão latas de atum ou de peito de frango ao natural, leguminosas (feijão, grão) também enlatadas, saladas já preparadas e lavadas, arroz pré-confecionado que só necessite de aquecer, refeições congeladas que só necessitem de forno ou microondas e ovos para cozer, consegue facilmente preparar uma refeição saudável, nem que seja uma pequena sandes.

Caso opte por esta última opção, evite molhos e utilizar um tipo de pão muito denso.

3. Levar refeições que se enquadrem no seu estilo de vida

salada de massa


O erro de muitas pessoas que querem perder peso e começam a levar comida de casa para comer bem no trabalho é o facto de fazerem refeições muito restritivas e que não se enquadram no seu estilo de vida nem preferências alimentares.

Tendo em conta que o mais importante para a perda de peso é a promoção de um balanço energético negativo, ou seja, consumir menos calorias / energia do que aquela que gasta, a escolha entre fazer uma dieta restrita em hidratos de carbono ou mais restrita em gordura deverá estar de acordo com as suas preferências alimentares e rotinas diárias.

4. Evitar ter alimentos pouco saudáveis em casa

biscoitos com acucar

Retire de casa todos os alimentos ricos em açúcar e / ou em gordura que sejam uma atração difícil de resistir (ex. bolachas, chocolates, doces, gelados) e troque-os por alimentos mais saudáveis, como tostas integrais, fruta, aveia, gelatina sem açúcar e iogurtes.

O artigo continua após o anúncio

Assim, quando quiser preparar os seus snacks para levar para as refeições fora de casa no dia seguinte, só terá boas opções por onde escolher.

5. No restaurante, evite entradas e sobremesas e beba água

rissois como entrada

Caso não tenha mesmo hipótese de levar de casa e tenha que comer em restaurante, evite as entradas, incluindo o pão, e as sobremesas, pois fornecem calorias extra desnecessárias para a sua refeição.

Coma devagar e mastigue bem os alimentos de modo a perceber antecipadamente que está saciado e, assim, evitar comer em excesso.

Além disso, beba água à refeição e evite refrigerantes ou bebidas alcoólicas, pois fornecem calorias ocas que não acrescentam nenhum valor nutritivo à sua refeição.

6. Coma sopa antes da refeição
sopa como entrada

Comece sempre pela sopa de modo a ficar mais saciada e ser mais fácil de controlar a ingestão alimentar durante o resto da refeição, nomeadamente para alimentos mais energéticos.

Mesmo em restaurante, o “medo” da sopa com batata deve ser ultrapassado e deve ser uma opção preferível a pratos mais pesados.

Como vê, comer bem fora de casa é possível, desde que faça opções alimentares saudáveis, as quais devem começar dentro de casa e prolongar-se para as refeições em restaurantes ou bares.

Veja também: