Drª Patricia Azevedo | Médica Veterinária
Drª Patricia Azevedo | Médica Veterinária
08 Jun, 2020 - 10:55

O seu cão baba-se muito? Esteja atento a este sinal

Drª Patricia Azevedo | Médica Veterinária

O seu cão baba-se muito? Saiba quando se deve ou não preocupar e o que pode significar se o seu cão apresentar este problema.

Cão baba-se muito: Irish Setter a babar-se

Os cães babam-se e isto é normal, sendo que, dependendo da idade e raça, esta baba pode ser em maior ou menor quantidade. No entanto, quando é em demasia pode significar que existe algum problema. O seu cão baba-se muito? Então aconselhamo-lo a consultar o seu médico veterinário.

O cão baba-se muito? O que é a “baba”?

A “baba” dos cães é perfeitamente normal e corresponde à saliva que está presente na sua boca, que ajuda a engolir e digerir os alimentos.

Por vários motivos, a saliva da boca dos cães, quando não é engolida, pode acabar por escorrer pela sua boca e é a isso que chamamos de “baba”. No entanto, esta é uma situação normal, desde que não seja recorrente e em exagero.

Situações em que é normal que o cão se babe

Cão da raça Labrador a babar-se

Todos os cães se babam e consideramos uma situação normal, no entanto, é preciso ter em conta vários fatores, como determinadas situações a que o animal está exposto ou fisionomia da raça que levam a que o cão se babe mais.

Se o cão não se costuma babar muito e, repentinamente, começa a babar-se excessivamente, pode, por exemplo, ser sinal que algo se passa, e neste caso deve levá-lo a uma consulta.

1.

Raças

Algumas raças de cães são conhecidas por se babarem muito, por terem determinadas características como lábios descaídos. São elas:

Estes cães babam-se devido às suas caraterísticas e é considerado normal, o que pode acabar por ser um grande incómodo para o tutor, pois acabam por sujar tudo à sua volta com a sua baba. No entanto, andar com um pano, para ir limpando os lábios do cão pode ajudar muito a reduzir a sujidade.

2.

Calor

O seu cão baba-se muito quando está exposto ao calor? Esta é uma situação perfeitamente normal, mesmo não sendo do grupo de raças com tendência a produzir maior quantidade de “baba”.

Os cães não conseguem regular a temperatura como os humanos, como o suar, uma vez que o seu corpo está coberto de pelos, portanto, acabam por arranjar outros mecanismos para se arrefecer, como o arfar e hipersalivar (salivar em excesso).

No entanto, muita atenção caso o seu cão apresente este sinal ou outros (como arfar) caso esteja exposto ao calor, pois em casos extremos pode desenvolver um golpe de calor, devendo tentar mantê-lo em zonas arejadas, à sombra e protegidas do calor.

3.

Stress/excitação

Com o stress os cães também podem salivar mais do que o normal, sendo este um sinal característico de stress nos cães.

Com o stress e excitação, os cães tendem a arfar, respirar mais rápido, e manter a boca aberta, o que faz com que a saliva não seja engolida e acaba por escorrer pela boca.

Se a causa da baba for o stress ou excitação, é normal que passando o estímulo o animal volte ao estado normal.

4.

Estímulos

Certos estímulos, como por exemplo, a comida apetitosa para o cão, podem levar a que o cão se babe muito.

Situações em que não é normal que o cão se babe

Cão de pequeno porte a babar-se

Apesar de, como já vimos, em algumas situações e em algumas raças ser normal que o cão se babe excessivamente, noutras pode ser um sinal de que algo errado se passa.

Por essa razão, é muito importante estar atento aos fatores que desencadearam esse sinal, há quanto tempo dura a situação, se é uma situação esporádica ou persistente, entre outros. Em caso de dúvida deve consultar o seu médico veterinário.

1.

Problemas na boca

Alguns problemas na boca podem levar a que o cão não consiga engolir a saliva, sendo que esta acaba por sair da boca, ou então, até pode estar a produzir saliva em excesso.

Alguns exemplos de problemas na boca que levam a que o cão se babe muito:

  • Corpos estranhos na cavidade oral (ossos, plástico, praganas)
  • Gengivite (inflamação das gengivas)
  • Periodontite (inflamação das gengivas e tecidos que sustentam os dentes)
  • Estomatite (inflamação da cavidade oral)
  • Abcessos na boca ou dentes
  • Queimaduras (por calor, agentes caústicos ou plantas tóxicas)
  • Problemas nas glândulas salivares
  • Tumores na cavidade oral

Todas estas situações podem comprometer o bem-estar e a vida do animal, pelo que se existe suspeita de alguma situação acima descrita deve consultar o médico veterinário o mais depressa possível.

2.

Enjoos

O cão baba-se muito? Então também pode estar nauseado. As náuseas podem surgir por várias razões e ter várias causas, mas em geral denotam problemas gastrointestinais, hepáticos, renais, que por sua vez podem ter diversas origens.

Normalmente, em caso de enjoos, o cão pode ter outros sintomas associados, para além de ser babar muito, como anorexia (deixar de comer) e vómitos.

3.

Problemas neurológicos

Se o seu cão não se costumava babar em grande quantidade e, de repente, começou a fazê-lo, deve procurar o médico veterinário, pois pode estar com algum problema do foro neurológico.

Algumas lesões nos nervos podem levar a que o cão produza maior quantidade de saliva, ou que não tenha controlo sobre a língua ou lábios, levando a que a sua saliva caia da boca.

O cão baba-se muito? O que devo fazer?

Se o seu cão não se costumava babar e começou a fazê-lo deve procurar ajuda médica de um profissional, pois, como referido, existem várias causas, sendo algumas delas graves.

Numa fase inicial, caso tenha dúvidas quanto à quantidade de saliva, pode começar por controlar o animal, estando atento aos momentos em que saliva mais (se é constante ou em determinadas situações), pode tentar observar a sua boca (de forma a ver se existe algo fora do normal, como queimaduras ou corpos estranhos) e estar também atento a outros sinais.

No entanto, se a baba em excesso persistir ou tiver duvidas quanto ao que está a acontecer ao seu melhor amigo, o melhor mesmo é entrar em contacto com o seu médico veterinário, para que seja observado numa consulta.

Veja também