Nutricionista Rita Lima
Nutricionista Rita Lima
01 Fev, 2020 - 22:02

Kiwi: que benefícios pode trazer à sua saúde?

Nutricionista Rita Lima

O kiwi é um fruto baixo em calorias, com propriedades nutricionais muito interessantes e um sabor agridoce único.

As propriedades do kiwi

O kiwi é fruto de uma planta trepadeira que possui o mesmo nome e pertence à família das Actinidiáceas.

A origem deste fruto exótico remonta ao início do século XX, na China. Atualmente, os principais produtores de kiwi são a Itália, Nova Zelândia, Chile, França, Japão e Estados Unidos, estando disponível para consumo durante praticamente todo o ano (1).

É um fruto muito versátil, encaixando em diversas opções alimentares: batidos de fruta, smoothies, como elemento decorativo em panquecas e bowls, entre outras – sobretudo devido à sua consistência e ao seu sabor agridoce.

Propriedades Nutricionais do Kiwi

Entre as principais propriedades nutricionais do kiwi estão o elevado teor em fibra, antioxidantes e outros compostos bioativos e vitaminas, em particular vitamina C, E, K e folatos.

A nível de composição nutricional, fornece cerca de 50Kcal por 100g, 11g de hidratos de carbono, 1g de proteína e 2g de fibra (1, 2).

Benefícios do kiwi

Cuidados a ter no consumo de kiwi

De entre os principais benefícios que o kiwi pode ter na sua saúde destacam-se os seguintes:

Reforço do sistema imunitário

Como referido anteriormente o kiwi é uma fonte muito interessante de vitamina C, sendo que um kiwi de tamanho médio fornece a quantidade diária necessária desta vitamina.

Tendo a vitamina C um papel importante no reforço do sistema imunitário e, consequentemente na prevenção de doenças, este alimento revela-se como um interessante aliado na diminuição da incidência de doenças virais e bacterianas. (1).

Tem função anti-envelhecimento e anti-cancerígena

Graças à presença de antioxidantes, ajuda no combate aos radicais livres, responsáveis pela danificação do DNA, pelo processo de envelhecimento precoce e pelo aparecimento de inúmeras doenças diretamente relacionadas com o stress oxidativo e danos no DNA, como o cancro (1, 3).

É digestivo e laxante

As fibras presentes neste fruto promovem o bom funcionamento intestinal, ajudando a prevenir a prisão de ventre, diverticulite e hemorroidas.

Desta forma, o intestino irá funcionar de forma mais regular, evitando o indesejável inchaço abdominal.

Além da fibra, o kiwi possui ainda uma enzima proteolítica (actinidina) que facilita a digestão das proteínas (1, 4).

Minimiza a coagulação do sangue

Devido à presença de compostos bioativos com propriedades funcionais, o kiwi ajuda na regulação da coagulação sanguínea, prevenindo a formação de coágulos e trombos que conduzem a doenças cardiovasculares (1).

Melhora a saúde da pele

A vitamina C é um elemento importante para a produção de colagénio, uma proteína presente em diversos tecidos do organismo, incluindo na pele. O colagénio ajuda a manter uma boa saúde deste órgão, em particular a conservação da sua elasticidade e hidratação (3).

Outros potenciais benefícios

Mulher a comer kiwi

Além das vantagens referidas anteriormente, existem outros potenciais que devem ser consideradas, nomeadamente:

Prevenção e Tratamento da Asma

Apesar de a evidência não ser totalmente conclusiva, a vitamina C e os antioxidantes presentes no kiwi parecem ajudar no tratamento e prevenção da asma, melhorando a função respiratória em pessoas suscetíveis (1)

Pode ajudar na redução da pressão arterial

Mais uma vez, os compostos bioativos do kiwi parecem ser os mais relevantes para ajudar na redução da pressão arterial e melhoria da saúde cardiovascular (1).

Pode ajudar a proteger a visão e a degeneração da mácula do olho

Os elevados níveis de luteína e zeoxantina, antioxidantes presentes no kiwi, parecem desempenhar um papel relevante na proteção da mácula, uma pequena região da retina (diminuição de 36% da degeneração), evitando a perda de visão (1).

Cuidados no consumo de kiwi

O kiwi é uma fruta que pode ser consumida diariamente, entre 1 a 3 porções, sem ter efeitos negativos para saúde.

No entanto, e sendo uma fruta, não é difícil perceber que a sua composição nutricional é rica em hidratos de carbono, o que pressupõe alguns cuidados por parte de quem é diabético.

Caso apresente alguma alergia a esta fruta deverá restringir ao máximo o seu consumo.

Por último, se toma alguma medicação anticoagulante, deverá também limitar o consumo deste fruto para evitar hemorragias (1, 3).

Fontes

  1. Natalie Butler, 2016. “7 Health Benefits of Kiwi”. Disponível em: https://www.healthline.com/health/7-best-things-about-kiwi#forms-and-dosages
  2. Tabela de Composição dos Alimentos – Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge.
  3. Miho Hatanaka, 2019. “What are the health benefits of kiwifruit?” Disponível em:  https://www.medicalnewstoday.com/articles/271232.php#benefits
  4. Kaur L et al, 2010. “Actinidin enhances gastric protein digestion as assessed using an in vitro gastric digestion model”. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/20232890
Veja também