Camila Farinhas
Camila Farinhas
18 Ago, 2020 - 11:45

Quais são os primeiros sintomas de gravidez?

Camila Farinhas

Será que estou grávida? Se está na dúvida, fique a saber quais são os 8 primeiros sintomas de gravidez.

Mulher a experienciar os primeiros sintomas de gravidez

Para algumas mulheres, é fácil perceber se estão grávidas. Já para outras, isso não é assim tão evidente. Caso suspeite de uma possível gestação, é importante saber quais as alterações mais frequentes no corpo da futura mãe. Neste artigo, dizemos-lhe quais são os 8 primeiros sintomas de gravidez.

QUAIS OS PRINCIPAIS SINTOMAS DE GRAVIDEZ?

Os sinais e sintomas típicos de uma gestação estão associadas em grande parte à transformação hormonal que ocorre no corpo da mulher desde a ovulação e fecundação bem sucedida. Confira abaixo quais os 8 primeiros sinais de gravidez (1):

1.

Falta do período menstrual

Mulher a segurar flor vermelha nas mãos

Se o seu ciclo menstrual for regular, este é o primeiro sinal claro de que pode estar grávida. Por outro lado, se o seu ciclo for irregular, não é possível saber se esse atraso se deve a uma possível gravidez ou à própria irregularidade do ciclo.

Existem alguns fatores que podem atrasar a o início da menstruação: ansiedade, stress, alterações excessivas de peso, algumas patologias ou ainda ter deixado de tomar a pílula.

Quando a falta da menstruação é verificada por mais de 3 meses (amenorreia), pode ser um sintoma da Síndrome dos ovários policísticos.

Assim, no caso de mulheres com ciclos menstruais irregulares, outros sintomas de gravidez podem surgir antes da falta da menstruação.

2.

Alteração da sensibilidade mamária

A alteração no tamanho, sensibilidade e cor dos seios é outro dos primeiros sintomas de gravidez.

Aproximadamente 1 semana após a conceção, o peito começa a aumentar de volume, ficando por isso mais sensível e dolorido. Também as aréolas podem escurecer e as veias ficarem mais visíveis. Isto acontece devido à acção da hormona da gravidez (beta-hCG) e da progesterona, e significa que o corpo já se está a preparar para a produção de leite e amamentação.

3.

Náuseas e vómitos

Mulher com náuseas

As náuseas e vómitos são outra das queixas mais frequentes principalmente no início da gravidez e durante todo o primeiro trimestre.

Embora sejam mais frequentes ao acordar (o chamado “enjoo matinal”), esta sensação pode ocorrer a qualquer hora do dia e os sintomas podem variar desde uma ligeira indisposição a vómitos mais frequentes.

Algumas mulheres sofrem de hiperémese gravídica, uma complicação da gravidez em que as náuseas e vómitos são de tal forma graves, que provocam perda de peso e desidratação. Algumas estratégias podem ser utilizadas para ultrapassar este incómodo, nomeadamente uma nutrição adequada e fracionada, assim como manter um estilo de vida saudável.

4.

Cansaço

cansaço e sonolência são sentidos especialmente nas primeiras semanas de gravidez, devido ao aumento dos níveis de progesterona. Também no 3º trimestre, muitas mulheres sentem-se sem energia, pois o aumento de peso é já considerável somando-se às noites mal dormidas e o cansaço acumulado da gestação.

Assim, o 2º trimestre é o período onde a maioria das futuras mães se sente com maior vigor, e por isso mais indicado para preparar a chegada do bebé.

5.

Aumento da frequência urinária

Mulher com vontade de urinar

Logo nas primeiras semanas de gravidez, é natural que sinta vontade de urinar com mais frequência. Isto acontece pois o útero aumenta de tamanho e começa a pressionar a bexiga. Também a progesterona contribui para o aumento da frequência urinária. Por volta do final do primeiro semestre, o útero sobe no abdómen, o que alivia esta sensação.

Nas últimas semanas de gravidez, o bebé posiciona-se para nascer, e com a cabeça sob o útero volta a necessidade de ir à casa de banho com maior frequência. Uma vez que há um aumento de fluídos em circulação no corpo da grávida, isto faz com que os rins tenham de processar mais líquido e, consequentemente, urinar mais vezes.

Sendo que a gravidez favorece o desenvolvimento de infeções urinárias, é necessário estar atenta a quaisquer alterações.

6.

Oscilações de humor

Todas as alterações hormonais que a mulher sofre no início da gestação favorecem as oscilações de humor: maior sensibilidade, emotividade, insegurança, preocupação ou vontade de chorar sem motivo aparente.

7.

Obstipação

Mulher a sentir desconforto por causa da obstipação

prisão de ventre, é um sintoma comum no início da gravidez. Os níveis de progesterona estão mais elevados, o que faz com que exista um relaxamento do intestino e um maior tempo de digestão.

8.

Alterações do paladar e olfato

Muitas grávidas relatam alterações no paladar, como enjoar alimentos ou cheiros que lhe eram habituais. Algumas, podem ainda sentir “desejos” por determinados alimentos ou odores.

Mulher no primeiro mês de gravidez
Veja também Primeiro mês de gravidez: alterações físicas e hormonais, exames, alimentação e treino

Fontes

  1. Direção-Geral da Saúde (2020). Guida para a grávida. Acedido a 14 de Agosto de 2020. Disponível em: https://www.sns24.gov.pt/guia/guia-para-gravidas/
Veja também