Nutricionista Rita Lima
Nutricionista Rita Lima
25 Jun, 2020 - 09:05

Erros ao cozinhar arroz: conheça os principais e saiba como evitá-los!

Nutricionista Rita Lima

Apesar de ser um alimento de consumo diário, ainda se cometem muitos erros ao cozinhar arroz, que vão desde a lavagem do arroz até ao seu repouso, no final.

Erros ao cozinhar arroz: mulher a fazer um tacho de arroz

O arroz é um alimento muito versátil e utilizado em todo o mundo, sendo que em Portugal existem diversos pratos tradicionais que incluem este alimento.

Por este motivo, importa conhecer os principais erros ao cozinhar arroz, de modo a garantir a melhor confeção deste alimento e usufruir do seu sabor e valor nutricional.

Apesar de existirem mais de 2000 variedades de arroz em todo o mundo, aquelas que são efetivamente cultivadas são bastante menos.

A maior parte das variedades de arroz procede de duas espécies selvagens, uma asiática (Oryza sativa), que apareceu inicialmente nas montanhas dos Himalaias, e outra africana (Oryza glaberrima), originária do delta do rio Níger.

Tipos e Variedades de Arroz

Taças de vidro com diferentes variedades de arroz

Antes de lhe indicarmos quais os principais erros ao cozinhar arroz, importa referir que existem vários tipos e variedades de arroz.

Começando pelos tipos, o arroz pode dividir-se em arroz de grão longo, médio e curto ou redondo.

O arroz de grão longo tem um comprimento superior a 6 mm, é muito seco, e permanece solto depois de frio, sendo muitas vezes utilizado como ingrediente para saladas.

O de grão médio mede entre 5 e 6 milímetros e apresenta-se mais curto e arredondado que o arroz de grão longo. O seu sabor é mais suave e tem uma textura mais macia.

O arroz de grão curto ou redondo é quase tão comprido quanto largo (aproximadamente 4-5 milímetros de comprimento e 2,5 milímetros de espessura).

Relativamente às variedades de arroz, destacam-se o arroz branco / agulha, carolino, o integral, basmati, vaporizado, vermelho e preto (1).

8 Erros ao cozinhar arroz

Apesar de ser relativamente fácil cozinhar arroz, importa referir que os diferentes tipos e variedades de arroz requerem tempo de confeção e quantidades de água diferentes.

Tomemos como exemplo o arroz integral, que necessita de mais tempo de cozedura e água do que o branco ou o basmati, que deve ser lavado antes de cozinhar para remover o excesso de amido, sob pena de prejudicar a textura do preparado final.

Posto isto, é importante alertar para alguns erros ao cozinhar arroz, desconhecidos para a maioria da população, que deve evitar quando confeciona este alimento (2). Salientam-se os seguintes:

1.

Usar os acessórios errados

Um tacho de fundo grosso é o melhor para confecionar arroz, visto que irá conseguir reter e distribuir melhor o calor, garantindo, assim, que os grãos de arroz cozinham uniformemente.

Mulher a mexer arroz
2.

Lavar todos os tipos de arroz

Lavar o arroz é uma prática muito comum, independentemente do tipo e variedade do mesmo.

No entanto, o mais indicado é que lave apenas quando o excesso de amido é prejudicial à confeção (como é o caso dos risottos, paelhas ou no arroz doce) pois, nos restantes, não é indicado fazer essa remoção, de modo a não alterar o sabor e textura dos preparados finais onde irá ser incluído o arroz.

3.

Cozinhar com temperaturas elevadas

O arroz é um alimento que coze relativamente rápido, mas deverá ser sempre com o lume bastante controlado e baixo, de modo a não queimar nem colar ao fundo do tacho.

4.

Destapar o arroz enquanto cozinha

Se estiver a cozinhar arroz, evite levantar a tampa do tacho. Não só porque prolonga o tempo de cozedura, mas também porque ao tirar a tampa irá libertar pressão e vapor, podendo prejudicar a confeção do arroz. Como resultado final, poderá obter um arroz seco e malcozido.

5.

Mexer o arroz enquanto cozinha

Outro grande erro ao cozinhar arroz que muitas pessoas cometem é mexer o arroz durante a confeção. A não ser que esteja a preparar risotto, não deve mexer o arroz enquanto ele estiver a cozer. Se o fizer, fará com que o amido do arroz seja ativado, o que vai tornar o seu arroz mole.

Mulher a colocar água no arroz
6.

Usar pouca água

Muitas pessoas não usam água suficiente. A quantidade de água necessária para cozinhar arroz varia de acordo com o tipo e variedade do mesmo, portanto deve informar-se sobre a quantidade de água a adicionar antes de começar a cozinhar.

Se mesmo assim ficar com dúvidas, pode sempre seguir uma regra básica: a água deve cobrir o arroz na totalidade e ultrapassá-lo em cerca de um centímetro.

7.

Adicionar o sal depois de colocar o arroz

O tempero com sal deve ser feito logo no início, antes de colocar o arroz, de modo a evitar mexer no arroz enquanto este coze ou depois de estar cozido.

8.

Não deixar repousar depois de cozinhar

Por último, importa referir que é crucial que o arroz seja deixado fora do lume, a repousar, durante pelo menos cinco minutos, para que a humidade se distribua uniformemente por todo o arroz (2).

Fontes

Veja também