Drª Patricia Azevedo | Médica Veterinária
Drª Patricia Azevedo | Médica Veterinária
13 Mar, 2020 - 06:30

Como poupar nas despesas do seu animal de estimação? 8 dicas

Drª Patricia Azevedo | Médica Veterinária
Patrocinado por:

Ter as vacinas e desparasitações em dia e um plano de saúde animal são algumas das dicas para poupar nas despesas do seu animal de estimação.

Como poupar nas despesas do seu animal de estimação? Algumas dicas

Ter um animal de estimação pode ser bastante dispendioso, principalmente em caso de doença, o que pode, para algumas pessoas, ser um entrave para a adoção de um cão ou gato. No entanto, conhecendo alguns pequenos “truques” é possível gastar um pouco menos. Saiba como poupar nas despesas do seu animal de estimação com as nossas dicas.

8 dicas para poupar nas despesas do seu animal de estimação

1. Vacine os seus animiais

Cuidados a ter com os animais no inverno: cão a ser vacinado

Muitos tutores deixam as vacinas para segundo plano pois consideram um “custo desnecessário”. No entanto, as vacinas protegem contra doenças graves que podem levar à morte de gatos e cães.

As vacinas que normalmente são administradas aos cães protegem contra doenças graves como a parvovirose, esgana, leptospirose e outros agentes que afetam as vias respiratórias. A vacina da raiva é obrigatória em cães, apesar de a raiva está erradicada de Portugal há mais de 50 anos.

O plano vacinal deve ser iniciado aos 2 meses de idade para garantir uma maior proteção contra estas doenças que implicam altos gastos no médico veterinário pois requerem vários dias de medicações, fluidoterapia e internamento, correndo o risco de o animal nem resistir.

Nos gatos a importância das vacinas é equiparável aos cães, e a vacina que normalmente é administrada aos gatos protege-os contra 3 doenças graves: herpesvirose, calicivirose e panleucopenia.

Existe também uma outra vacina que pode ser administrada contra a leucemia felina, que é uma doença que destrói o sistema imunitário dos gatos e não existe cura. Portanto, em gatos que correm risco de contágio, com acesso exterior, deve ser administrada como medida de proteção.

Se quer saber coo poupar nas despesas do seu animal de estimação então informe-se sobre o plano de vacinação dos cães e gatos e proteja o seu melhor amigo, impedindo que fique doente e acabe por gastar mais dinheiro em internamentos e medicação.

2. Mantenha sempre as desparasitações em dia

As desparasitações também são muito importantes e podem ser a chave da questão “como poupar nas despesas do seu animal de estimação?”. Por desconhecimento, muito tutores não atribuem grande importância às desparasitações internas e externas e estas de facto são importantes.

Relativamente às desparasitações internas, estas protegem e eliminam do animal das chamadas “lombrigas”, que podem provocar graves problemas gastrointestinais. Estes parasitas podem fazer migrações erráticas para outros locais do organismo, levando a quadros agudos e graves de doença parasitária em cães e gatos.

As desparasitações externas são também igualmente importantes na prevenção de parasitoses e doenças graves. A maioria dos desparasitantes protege os animais contra pulgas, carraças, alguns ácaros, mosquitos e flebótomos.

Alguns destes parasitas podem ser vetores (ou seja, transmitir) de várias doenças graves que requerem tratamentos caros e demorados como o caso da leishmaniose em cães e a micoplasmose em gatos.

Também os próprios parasitas, em especial as pulgas, podem ser uma dor de cabeça para os tutores. Caso o animal não esteja bem desparasitado, podem provocar verdadeiras infestações em casa, levando o tutor a gastar dinheiro desnecessário em produtos específicos para o animal e para a casa.

3. Considere a esterilização/ castração

doencas parasitarias em gatos em que consiste

A esterilização em fêmeas e castração em machos, tanto em cães como em gatos têm vários benefícios, principalmente a longo prazo.

Por exemplo, no caso das cadelas e gatas, a esterilização previne o aparecimento de tumores mamários e piómetras (infeções uterinas que requerem intervenção cirúrgica para seres resolvidas). A esterilização precoce pode, portanto, ser vista, como um investimento a longo prazo, uma vez que se o animal vier a sofrer com estes problemas os gastos serão maiores.

4. Escolha uma boa alimentação para o seu melhor amigo

A alimentação influencia em muito a saúde e sistema imunitário das pessoas e animais, portanto, investir um pouco mais numa ração de gama premium adequada ao seu animal pode ser preferível, do que optar por ração mais barata.

5. Compare preços

Como poupar nas despesas do seu animal de estimação: homem a comparar preços

Para qualquer produto ou serviço para o seu animal de estimação deve tentar comparar o maior número de preços possível de forma a poupar algum dinheiro. Especialmente no que se refere a produtos e a alimentação, pois os mesmo produtos podem ter valores diferentes em vários locais.

No que se refere a serviços médico-veterinários deve informar-se acerca dos procedimentos e perceber se se sente bem a trabalhar com esse grupo de profissionais.

6. Tenha um plano de saúde

Hoje em dia existem várias opções no mercado para ajudá-lo a poupar em possíveis despesas do seu animal de estimação. A verdade é que, com alguns seguros, a poupança pode ser significativa pelos descontos que pode ter em tratamentos e cuidados de saúde (e até de educação animal).

Por exemplo, com o plano de saúde animal da Vetecare pode integrar um, dois ou até seis animais de estimação, com um valor a partir de 13€ por mês. Desta forma, terá acesso a descontos em hospitais, clínicas e em vários especialistas que compõem a rede Vetecare.

7. Considere a adoção

prendas de natal para caes peluches

Se pensa em ter um novo animal e quer saber como poupar nas despesas do seu animal de estimação, deve ponderar bem se quer comprar ou adotar o seu novo melhor amigo.

Existem muitos animais em associações e canis a precisar de tutores e não é necessário pagar por eles. Aliás, em muitos dos casos a adoção até pode trazer benefícios relativamente a preços de procedimentos como a esterilização e vacinações.

8. Considere o tamanho, a espécie e a raça

Estas são variantes que podem condicionar os gastos com o seu animal de companhia e portanto são fatores a ter em conta para saber como poupar nas despesas do seu animal de estimação.

Por norma, animais de grande porte vão levar a gastos maiores, tanto a nível de alimentação como a nível de cuidados medico veterinários pois a quantidade de medicamento que têm que tomar é superior logo os valores são também superiores.

Algumas raças são também já mais predispostas a desenvolver problemas de saúde, portanto, se pensa adquirir um cão ou gato de uma determinada raça informe-se bem acerca dos possíveis problemas.

Fontes

WSAVA – GUIDELINES FOR THE VACCINATION OF DOGS AND CATS. Disponível em: https://wsava.org/wp-content/uploads/2020/01/WSAVA-Vaccination-Guidelines-2015.pdf

Veja também