Drª Patricia Azevedo | Médica Veterinária
Drª Patricia Azevedo | Médica Veterinária
10 Set, 2020 - 09:30

5 causas de tosse em gatos

Drª Patricia Azevedo | Médica Veterinária

Os felinos também podem tossir e a razão pode ser mais ou menos grave. Portanto, é importante estar atento à tosse em gatos.

Tosse em gatos

A tosse em gatos é um problema comum que pode ter várias causas, desde uma simples bola de pelo até uma situação mais grave, como pneumonia. Assim, é importante saber quais as causas e sintomas que podem surgir associados.

A tosse é um é um reflexo natural de defesa do organismo, que se inicia quando um agente irritante, mecânico ou químico, estimula os recetores do sistema respiratório inferior.

5 Causas de Tosse em gatos

Gato doente com tosse deitado no sofá

As causas de tosse em gatos são várias e algumas podem ser bem graves para o felino. Esta é uma das razões pelas quais o tutor deve estar informado acerca das possíveis razões que podem fazer o gato tossir , de forma a que o médico veterinário, em consulta, possa chegar a um diagnóstico definitivo. As causas para a tosse em gatos podem, então, ser as seguintes:

1.

Complexo bronquite/asma felina

A asma felina é uma das causas mais frequentes de tosse em gatos, sendo que, numa fase inicial, outros sintomas podem passar desapercebidos.

Esta é uma doença crónica que advém de uma reação de hipersensibilidade, que origina uma constrição nos brônquios e pode levar a sinais clínicos como tosse e dificuldade respiratória.

É uma patologia diagnosticável através de radiografias, história e exame físico. Portanto, caso suspeite que o seu felino pode sofrer de asma, deve contactar o seu médico veterinário logo que possível.

2.

Corpos estranhos

Alguns corpos estranhos podem ficar alojados/ presos na traqueia e levar a que o animal tussa, sendo um reflexo do próprio organismo para tentar forçar a saída do corpo estranho.

Também, em casos de pneumonia por aspiração, em que o animal aspira um líquido que erradamente vai para o pulmão, o corpo também reconhece esse líquido como um corpo estranho e pode levar a tosse e outros sinais.

3.

Tumores

Alguns tumores podem ser causa de tosse em gatos, especialmente se forem localizados no aparelho respiratório, e por vários motivos.

Tumores na traqueia, laringe, faringe, podem provocar pressão ou oclusão e levar a que o animal tussa. Também massas no pulmão podem fazer com que o animal tenha menos espaço reservado para o ar e, portanto, apresente tosse e dificuldade respiratória.

Também tumores noutro locais, como por exemplo no coração, ou qualquer doença que leva ao aumento da silhueta cardíaca, podem levar a que o coração pressione a traqueia levando a que o gato apresente tosse.

4.

Infeções respiratórias

Infeções respiratórias, como coriza ou, em casos mais graves, infecções que evoluem para pneumonia, podem provocar tosse em gatos.

As infeções respiratórias podem ser provocadas por bactérias, vírus e também parasitas. Se o seu felino apresenta sinais de infeção respiratória como tosse, falta de ar, dificuldade em respirar, cansaço, espirros, corrimento nasal e ocular, entre outros, é aconselhável que seja consultado o mais depressa possível.

5.

Bolas de pelo

As bolas de pelo são uma das causas de tosse em gatos mais frequentes, e é também a causa de tosse em gatos menos grave. No entanto, apesar de não ser uma situação grave, se não tratada pode levar a graves problemas como vómitos e obstipação.

As bolas de pelo podem ser prevenidas através da administração semanal de pasta de malte ou conforme a recomendação do seu médico veterinário. Em casos de bolas de pelo, também pode ser recomendado a administração desta pasta durante alguns dias seguidos.

Todavia, se ouvir o gato tossir lembre-se que para além de bolas de pelos existem muitas outras hipóteses a considerar e, por essa razão, deve sempre consultar o médico veterinário para descartar situações mais graves.

Diagnóstico de tosse em gatos

Gato a ser avaliado por um médico veterinário

Não existe propriamente um diagnóstico de tosse, mas sim uma série de exames complementares que devem ser realizados caso o gato manifeste tosse, de forma a procurar a causa.

Se o seu gato tosse deve levá-lo a uma consulta e o médico veterinário irá recomendar realizar uma série de exames, nomeadamente análises ao sangue e urina, radiografias ao tórax, ecografia. Em casos de suspeita de corpo estranho, dependendo do local ,pode ser necessário endoscopia.

Tratamento de tosse em gatos

Mais uma vez, o tratamento de tosse em gatos depende da causa, e é muito importante tentar descobrir o que desencadeou esse sintoma, a fim de conseguir realizar o tratamento mais adequado.

Em caso de infeção respiratória, o médico veterinário pode recomendar a administração de antibiótico e anti-inflamatório. Antitússicos também podem ser prescritos se necessário, no entanto, estes medicamentos podem provocar sonolência.

Em caso de dificuldade respiratória ou outros sinais que surjam em simultâneo com a tosse pode ser necessário que o gato fique hospitalizado com fluidoterapia e oxigenoterapia.

Veja também