Camila Farinhas
Camila Farinhas
12 Jun, 2020 - 10:03

Máscaras P2: o que são? Podem ser reutilizadas se desinfetadas?

Camila Farinhas

As máscaras P2 são classificadas como equipamento de proteção individual, filtrando cerca de 94% das partículas. Mas será que podem ser reutilizadas? O Vida Ativa responde a esta questão.

Exemplar de máscaras P2 em cima de uma mesa

As máscaras P2 pertencem ao grupo de respiradores (Filtering Face Piece (FFP)) indicados para uso dos profissionais de saúde, e outros profissionais em contexto de risco por exposição ocupacional (1). Os respiradores protegem os utilizadores da inalação de aerossóis, vapores e gases prejudiciais à saúde. Estes equipamentos oferecem também proteção contra agentes infeciosos transmissíveis por via aérea, inclusive vírus do tipo SARS-CoV (2).

Contudo, a escassez de material de proteção e as questões ambientais, remetem para a possibilidade de reutilizar as máscaras P2 após serem desinfetadas. Será que é possível?

Máscaras P2: o que são?

Máscara FFP2 em cima de uma mesa

As máscaras P2 ou respirador FFP2, estão avaliadas pela Norma Europeia EN 149:2001 como possuindo a capacidade de filtração mínima de 94% e fuga para o interior de 8% no máximo.

Estes testes são efetuados do exterior para o interior, ou seja, no sentido da inspiração. Para conforto do utilizador, algumas máscaras possuem válvula de exalação integrada. Esta válvula reduz a formação de humidade no interior da máscara e também diminui a probabilidade de embaciamento dos óculos (2).

Este equipamento é utilizado principalmente na construção civil, na agricultura, na indústria farmacêutica e em meio hospitalar para proteger os profissionais de saúde.

Segundo norma da Direção-Geral da Saúde (3), devem ser usadas: sempre que se efetuem procedimentos geradores de aerossóis (entubação traqueal, ventilação não-invasiva, traqueostomia, ressuscitação cardiopulmonar, ventilação manual pré-entubação, broncoscopia, colocação de doente ventilado em decúbito ventral, introdução de sonda nasogástrica, colheita de amostras respiratórias por zaragatoa naso ou orofaríngea, aspiração orofaríngea de secreções ou indução de tosse ou cinesiterapia respiratória).

Como usar máscara corretamente: mulher a colocar máscara de proteção na face
Veja também Máscaras de proteção: como usar corretamente e quais os cuidados a ter na sua utilização?

Como se devem colocar as máscaras P2?

Antes e após colocar qualquer tipo de máscara deve lavar as mãos com sabão ou solução à base de álcool. Em seguida deve (2):

  1. Retirar a máscara da embalagem e colocá-la sobre o rosto, segurando-a apenas pelos elásticos ou atilhos.
  2. Verificar se não está a colocar a máscara ao contrário: o clip nasal, caso exista, deve ficar em cima, sobre a parte superior do nariz, e as informações do fabricante ficam, em geral, para fora. Se não houver qualquer marcação, deve pôr-se com o lado mais almofadado para dentro.
  3. Desdobrar bem a máscara e fixá‑la, prendendo os elásticos ou atilhos atrás da parte superior da cabeça e na nuca.
  4. A máscara deve cobrir o nariz, a boca e o queixo. É possível verificar se a máscara está bem colocada, tapando a superfície filtrante com as mãos e inalando lentamente. Se a máscara se colar ao rosto, significa que está bem colocada, caso contrário notará fugas de ar
  5. Uma vez a máscara bem ajustada, não deve mexer‑lhe nem reposicioná‑la até a retirar
  6. As máscaras descartáveis, assim que são retiradas, devem ser imediatamente colocadas num contentor próprio com vista à sua eliminação definitiva.

Os profissionais de saúde podem utilizar a máscara P2 para prestar cuidados a vários doentes em simultâneo?

Sim. O mesmo respirador pode ser utilizado em doentes com o mesmo diagnóstico (sem o remover), em área destinada a infetados de COVID-19 (3).

Qual a diferença entre respirador FFP2 e um com certificação N95?

Tipos de máscaras de proteção

Respiradores com classificação PFF2 seguem a Norma Europeia EN 149:2001 e apresentam eficiência mínima de filtração de 94%. Os respiradores com a classificação N95 seguem a Norma Americana e apresentam eficiência mínima de filtração de 95%. Assim, os respiradores PFF2 e N95 apresentam níveis de proteção semelhantes (4).

Usar máscara para praticar desporto: mulher a correr ao ar livre com máscara de proteção
Veja também Por que não deve utilizar máscara para fazer exercício físico

As Máscaras P2 podem ser reutilizadas se desinfetadas?

Até à data, não é aconselhada a reutilização das máscaras P2 (5). Devem ser imediatamente descartadas após 4 horas de utilização, caso fiquem danificadas ou visivelmente contaminadas no decorrer de algum procedimento (3).

No entanto, o Centro Europeu de Prevenção e Controlo de Doenças (6) emitiu recentemente um parecer técnico sobre as opções de descontaminação e reutilização de respiradores no contexto da pandemia por COVID-19. Os princípios orientadores para a reutilização são (REF):

  • Respiradores visivelmente contaminados (por exemplo, durante procedimentos em doentes entubados, aspiração das vias aéreas, colocação de sonda nasogástrica, tentativas de entubação) ou se estiverem danificados, devem ser descartados e não podem ser utilizados para procedimentos de esterilização e reutilização.
  • Os respiradores podem ser protegidos por uma máscara cirúrgica, prevenindo a possível contaminação pelo SARS-CoV-2
  •  O uso de novos respiradores com data de validade expirada é viável, desde que tenham sido armazenados adequadamente até ao momento do seu uso.

Sugerem ainda que cada profissional de saúde seja provido com o mínimo de cinco respiradores para que possam ser desinfectados atempadamente (a hipótese de contaminação dos respiradores que não se encontram em uso será descartada após cinco dias).

Máscaras de proteção e álcool-gel em cima de mesa

Métodos de descontaminação

De acordo com o mesmo parecer (6), os métodos de descontaminação que mostraram ser mais eficazes sem causar deterioração significativa na filtragem e respirabilidade durante alguns ciclos de descontaminação, foram: irradiação ultravioleta germicida, óxido de etileno, vapor de peróxido de hidrogénio e até certo ponto, o calor seco e húmido. No entanto, advertem para a necessidade de controlo de qualidade apertado nos métodos de descontaminação, garantindo assim a segurança na reutilização dos respiradores.

Máscaras de proteção certificada: mulher com máscara na mão
Veja também 12 máscaras certificadas e reutilizáveis que vai querer usar

Conclusão

A escassez de recursos no combate à pandemia de COVID-19 e as questões ambientais têm levantado dúvidas, nomeadamente na reutilização de equipamentos de proteção individual.

No caso especifico das máscaras P2, até ao momento a Direção-Geral da Saúde indica que devem ser descartadas sem possibilidade de reutilização. O recente parecer técnico do Centro Europeu de Prevenção e Controlo de Doenças aborda uma nova perspetiva. Em paralelo, na comunidade científica têm sido desenvolvidos mais estudos no sentido de clarificar esta situação.

Fontes

  1. Serviço Nacional de Saúde (2020). Equipamentos de proteção. Acedido em 6 de Junho de 2020. Disponível em: https://www.sns24.gov.pt/tema/doencas-infecciosas/covid-19/prevencao/medidas-preventivas/equipamentos-de-protecao/#sec-5
  2. Medical Expo (2020). Escolher uma máscara cirúrgica ou um respirador? Acedido em 6 de Junho de 2020. Disponível em: http://guide.medicalexpo.com/pt/escolher-uma-mascara-cirurgica-ou-de-protecao-respiratoria/
  3. Direção-Geral da Saúde (2020). Prevenção e Controlo de Infeção por SARS-CoV-2 (COVID-19): Equipamentos de Proteção Individual (EPI). Disponível em: https://www.dgs.pt/directrizes-da-dgs/normas-e-circulares-normativas/norma-n-0072020-de-29032020-pdf.aspx
  4. 3M Saúde Ocupacional (2011). Dúvidas frequentes. Disponível em: https://multimedia.3m.com/mws/media/784789O/security-booklet.pdf
  5. Instituto de Higiene e de Medicina Tropical (2020). Covid-19: Reutilização. Acedido em 7 de Junho de 2020. Disponível em: https://www.ihmt.unl.pt/covid-19-mascaras-artesanais-e-a-reutilizacao/
  6. Centro Europeu de Prevenção e Controlo de Doenças (2020). Technical report: Options for the decontamination and reuse of respirators in the context of the COVID-19 pandemic. Disponível em: https://www.ecdc.europa.eu/en/publications-data/cloth-masks-sterilisation-options-shortage-surgical-masks-respirators
Veja também