Nutricionista Maria Gama
Nutricionista Maria Gama
29 Dez, 2017 - 15:39

6 Dicas para fazer com que as crianças gostem de frutas e legumes

Nutricionista Maria Gama

Fazer com que as crianças gostem de frutas e legumes pode parecer uma tarefa complicada, mas não é de todo impossível. Dê o exemplo, seja criativo e não obrigue.

6 Dicas para fazer com que as crianças gostem de frutas e legumes

Uma das grandes questões dos pais é conseguir que as suas crianças adiram e/ou gostem de certos alimentos que fazem parte de uma alimentação saudável. Por vezes, um dos aspetos difíceis é o consumo de legumes e de fruta, fundamentais ao desenvolvimento e crescimento dos mais pequenos.

Esta dificuldade pode estar relacionada tanto com os hábitos familiares em casa, como o tipo de prato que é apresentado. Por exemplo, se este tiver apenas uma cor e se a disposição dos alimentos não for apelativa, a criança pode facilmente recusar-se a comer. Afinal, se para os adultos esse aspeto faz toda a diferença, nos mais pequenos também vai fazer.

Não se esqueça de um ponto importante: as crianças têm-nos sempre como modelos. Neste sentido, o consumo habitual deste tipo de alimentos por todo o seio familiar torna-se fundamental.

6 Dicas para fazer com que as crianças gostem de frutas e legumes

1. Seja o exemplo

fazer com que as criancas gostem de frutas e legumes e mae a brincar com bebe

Se a criança não quer comer fruta ou legumes, comece por fazê-lo. É fundamental que este tipo de alimentos estejam incluídos nos hábitos familiares e não apenas pelos mais pequenos porque, na verdade, todos tem de ter uma alimentação saudável.

Além disso, o consumo deste tipo de alimentos por toda a gente que a rodeia poderá motivar a criança a comer alimentos mais saudáveis.

2. Nunca opte pela negociação nem recompensa

“Se comeres a fruta, podes ir ver televisão a seguir”. Se assim for, as crianças vão associar o consumo de alimentos saudáveis a uma compensação, o que não é de todo o mais certo! A fruta e /ou legumes são para comer, sempre!

3. Seja criativo

decoracao do prato com frutas e legumes

Se servir os alimentos de forma divertida, colocando o prato mais atrativo – por exemplo com formas de animais ou objetos – será o primeiro passo para a criança os querer experimentar. Poderá fazer um prato com um desenho baseado numa história que o seu filho goste e até pode introduzir legumes de forma “disfarçada”: empadão com brócolos ou couve-flor.

4. Não obrigue

Tente perceber ao longo do tempo quais os gostos da criança e o que ela prefere. Se a criança recusar, não insista imediatamente, uma vez que poderá criar um ambiente negativo perante a existência desse tipo de alimento.

No entanto, é importante que a criança não tenha outro tipo de alimento como alternativa, uma vez que poderá habituar-se a ter sempre opção quando um alimento não lhe agrada. É importante que a criança tenha contacto novamente com esse alimento, podendo prepará-lo de forma diferente e num tipo de prato que sabe que a criança aprecia, de forma a experimentar outro tipo de confeção.

5. Fruta para os lanches

frutas para lanche

Ao fim de semana, quando há mais tempo em família, opte por levar os lanches consigo, incluindo sempre fruta, por exemplo. Deste modo, quando for a hora do lanche, o único alimento disponível é a fruta, pelo que se a criança se queixar poderá sempre referir que não há mais nenhuma opção.

6. Envolva a criança

Se as crianças ajudarem na confeção de algumas receitas que tenha este tipo de ingredientes, decerto que, seguidamente, irá haver a vontade de provar o que fez. Pode até criar uma tradição familiar, em que todos os sábados e/ou domingo existe a confeção de uma determinada receita para todos experimentarem.

Veja também: