Psicóloga Ana Graça
Psicóloga Ana Graça
11 Ago, 2020 - 09:55

Entrada na universidade: como torná-la numa experiência de sucesso?

Psicóloga Ana Graça

A forma como decorre a entrada na universidade é determinante para a permanência no ensino superior e para o sucesso académico.

Entrada na Universidade

A entrada na universidade representa o início de um novo e importante projeto de vida, que se faz acompanhar por variados desafios, exigências e novas experiências de vida. É uma fase de possíveis roturas com o passado, de recomeços, de redefinição de objetivos de vida e de criação de novos laços afetivos.

A entrada na universidade: uma experiência inesquecível

Estudante na biblioteca da universidade

A entrada na universidade é um marco de vida muito desejado pelos mais jovens. Representa o alcançar de um sonho, o último passo para a transição para a vida adulta e para o mercado de trabalho, a chegada da independência tão desejada.

Todavia, é também um período de vida que tem tanto de vibrante como de desafiante. Para enfrentar tamanhos desafios, ultrapassar a ansiedade e alcançar uma adaptação positiva à nova realidade, importa desenvolver novas competências, nomeadamente ao nível da gestão do tempo, da auto regulação da aprendizagem, da capacidade de trabalho em equipa, entre outras.

A entrada na universidade pode ser uma experiência indutora de stress no sentido em que implica grandes ajustes e mudanças de vida, nomeadamente:

  1. Adaptação a um novo contexto, com regras próprias.
  2. Desenvolvimento de novas relações (com os colegas e os professores).
  3. Novas aprendizagens, nomeadamente aprender a lidar com prazos de entrega de trabalhos e relatórios.
  4. Enfrentar momentos de avaliação exigentes (frequências, exames, apresentações de trabalhos).
  5. Aprender a trabalhar em grupo.
  6. Gestão do tempo e das finanças.
  7. Preparação para a entrada no mercado de trabalho.
  8. Gestão da vida e das relações familiares, muitas vezes à distância (1).

Como tornar a entrada na universidade numa experiência de sucesso?

Estudantes universitários sentados no jardim da Faculdade a conversar

Como vimos, a entrada na universidade implica ajustes, mudanças e desafios, mas pode e deve também ser uma fase recheada de ganhos. Eis algumas dicas que podem ajudar a tornar a entrada na universidade numa experiência inesquecível:

1.

Aproveitar ao máximo

Todas as mais-valias que a entrada na universidade pode trazer, nomeadamente: ganhos intelectuais; contacto com uma nova, rica e diversificada realidade; ganhos emocionais, pessoais e relacionais.

2.

Ser tolerante face à indiferença

Conhecer e aceitar pontos de vista diferentes; mostrar-se disponível para aprender com os outros; lidar com pessoas com diferentes idades e diferentes percursos de vida.

3.

Estreitar laços

Procurar criar pontos de ligação com os outros; aprender a identificar os interesses comuns que enriquecem as relações.

4.

Aceitar que a adaptação à universidade é um processo

Aceitar que a adaptação à universidade é um processo gradual: a ansiedade e a tristeza são sentimentos que tendem a emergir nos momentos de grandes mudanças.

Há que dar tempo ao tempo e aceitar que os processos de adaptação podem demorar mais que o desejado. É possível gerir eficazmente o tempo de forma a conciliar o estudo, o trabalho, o lazer e as relações pessoais.

5.

Não esconder os sentimentos

Camuflar os sentimentos e as emoções não traz qualquer vantagem. Pode haver a tentação de esconder a ansiedade e a insegurança que a entrada na universidade provoca, de forma a não preocupar os outros, todavia, tal atitude apenas vai exacerbar o mal-estar sentido.

6.

Recorrer ao apoio de amigos e família

Os amigos e familiares vão ficar agradados em poder ajudar numa fase tão marcante da vida. É importante que em momentos de dúvida e insegurança se recorra a eles.

7.

Adotar ou manter um estilo de vida saudável

Para garantir o bem-estar emocional e psicológico na fase da entrada na universidade importa praticar atividade física, adotar uma boa alimentação, envolver-se em atividades sociais e académicas que sejam prazerosas; .

8.

Definir expectativas realistas

A entrada na universidade é um bom momento para estabelecer objetivos realistas de futuro. É também o momento certo para desenvolver as competências necessárias para os alcançar (2).

Em suma

A transição do ensino secundário para o ensino superior é complexa e pode envolver importantes desafios para aqueles que iniciam a sua vida universitária. A adaptação ao novo contexto costuma ser desafiadora para a maioria dos estudantes, dado que exige o desenvolvimento de novas habilidades académicas e interpessoais.

Importa, pois, colocar em prática as estratégias acima descritas de forma a enfrentar todos os desafios e mudanças com sucesso, vivendo em pleno a magnífica experiência de vida que é a entrada na universidade.

Fontes

  1. Universidade da Madeira. Serviço de Psicologia. Kit Estudante Universitário. Disponível em: http://scp.uma.pt/index.php?option=com_content&view=article&id=297&Itemid=175&lang=pt
  2. Serviço de Consulta Psicológica da Universidade da Madeira. (2014). O caminho é feito ao andar! Disponível em: https://issuu.com/scp_uma/docs/o_caminho____feito_ao_andar1
Veja também