Enfermeira Isabel Silva
Enfermeira Isabel Silva
29 Ago, 2017 - 15:28

Como enfrentar com otimismo o regresso às aulas

Enfermeira Isabel Silva

O regresso às aulas é uma época importante tanto para os pais como para os filhos. É importante destacar as coisas positivas que chegam com o regresso à escola.

Como enfrentar com otimismo o regresso às aulas

Com a chegada do mês de Setembro, chega também um acontecimento marcante para os pais e crianças: o regresso às aulas.

Esta etapa do ano requer um esforço por parte dos pais e crianças, para cumprir horários e compromissos. Se, para algumas crianças, o regresso às aulas representa o reencontro com os amigos, para outras representa uma mudança radical e é necessário enfrentar com otimismo o regresso às aulas.

Como enfrentar com otimismo o regresso às aulas?

O regresso às aulas representa o regresso das responsabilidades e obrigações, como estudar a fazer os trabalhos de casa.

É fundamental que as crianças saibam que podem contar com o apoio dos seus pais, e que estes participem em todo o processo de aprendizagem. Podem, por exemplo, comprar juntos o material escolar, preparar a roupa para a escola, levar os filhos à escola ou acompanhá-los na leitura ou realização de alguns exercícios.

Tal como os adultos, as crianças também reagem às mudanças, ficando nervosas e ansiosas. Por este motivo, torna-se essencial dar relevância às mudanças positivas e participar nas mesmas.

Devem começar a trabalhar as atitudes positivas, definir objetivos para o ano letivo, e conversar sobre as coisas positivas que chegam com o novo ano, promovendo a autoestima das crianças.

É bom que os pais conversem com os seus filhos sobre os seus desejos e expetativas. Isto contribui para que as crianças se sintam seguras e com capacidade e vontade de enfrentar as dificuldades que possam surgir.

O regresso às aulas também é para os pais

regresso as aulas pais e filhos

Ao longo do período de férias é normal que as crianças passem mais tempo com os seus pais do que o normal. Com o regresso às aulas têm que aprender a separar-se dos pais outra vez. Contudo, os pais também precisam de um período para se adaptarem ao seu regresso às aulas.

Para as crianças, a escola oferece-lhes um ambiente propício ao desenvolvimento e que lhes oferece novas oportunidades diariamente. Quanto aos pais, o regresso ao trabalho relembra que não são só pais ou mães. Este regresso é benéfico tanto para os pais como para os filhos.

Para facilitar a adaptação ao regresso às aulas é importante que a criança tenha um objeto ou recordação das férias para mostrar aos amigos e à professora. Para além disto, é benéfico que ao final do dia, os pais e filhos falem sobre o seu dia e suas experiências no trabalho e na escola, respetivamente. Assim, as crianças conseguem imaginar o que os pais fazem quando não estão com eles.

Algumas dicas para enfrentar com otimismo o regresso às aulas

rotina no regresso as aulas

1. Voltar à rotina

Após três meses sem horários e recheados de muita alegria e brincadeira, é sempre difícil o regresso à rotina.

Para facilitar o regresso às aulas, uma ou duas semanas antes do início das aulas é importante relembrar e voltar às rotinas da família, com horas definidas para brincar, jogar, ver televisão, estudar e deitar.

2. Manter o horário e calendário escolar visíveis

Quando a escola fornecer o calendário e horário escolar, estes devem ser colocados num local de fácil acesso e visível, como por exemplo no frigorífico, para que todos possam ver e consultar.

3. Manter uma alimentação equilibrada

Planeiem e preparem juntos as refeições semanais e os lanches para a escola, optando por alimentos saudáveis. O ideal é optar pelos alimentos com menos sal e açúcar. Troque as bolachas pela fruta, os bolos pelo pão, e os refrigerantes pelo leite.

4. Reutilizar material escolar

Antes de decidirem comprar novo material escolar, verifiquem se existe material escolar que tenha sobrado do ano anterior e que possa ser reutilizado no novo ano letivo.

Também podem encadernar os livros e cadernos escolares para que estes durem mais e possam ser reutilizados por outras crianças.

5. Definir um orçamento escolar

Quando decidirem que é tempo de ir comprar o material escolar, definam primeiro um orçamento.

Envolva os seus filhos na escolha e compra do material. Assim, as crianças começam a perceber o valor dos vários artigos e a ter capacidade de fazer opções. Por exemplo, se escolherem uma mochila cara, o resto dos materias terão de ser de preço mais acessível para que as compras escolares se mantenham dentro do orçamento estabelecido.

6. Promover a solidariedade

Para as famílias carenciadas e com poucos recursos financeiros, o regresso às aulas é uma altura complicada do ano.

Se for possível contribua com material ou vales escolares para as famílias que mais necessitam. Estejam atentos às campanhas solidárias escolares que surgem na altura do regresso às aulas.

Veja também: