Enfermeira Isabel Silva
Enfermeira Isabel Silva
29 Ago, 2017 - 15:29

Como entrar na rotina do regresso às aulas

Enfermeira Isabel Silva

Voltar à rotina do regresso às aulas depois das férias exige adaptação por parte de pais e filhos. Mas, se trabalharem em conjunto, esta altura do ano será o rastilho para um ano de sucesso.

Como entrar na rotina do regresso às aulas
O artigo continua após o anúncio

O regresso às aulas está à porta, e com ele está na altura de voltar à rotina. As férias estão na reta final, e é preciso começar a preparar o corpo e a mente para o novo ano de trabalho.

Entrar na rotina do regresso às aulas necessita de um período de adaptação, tanto para os pais como para os filhos. Está na altura de reajustar horários e arranjar motivação.

Dicas que o vão ajudar a entrar na rotina do regresso às aulas

1. Trabalhar a motivação

material escolar

Mesmo que comprem mochilas e materiais de marca, se não houver motivação o mais provável é que o seu filho não tenha vontade de ir para a escola.

Para o motivar e despertar-lhe interesse na escola, explorem juntos os manuais escolares e as disciplinas do novo ano. É importante que converse com o seu filho sobre as suas dúvidas e receios, destacando todos os objetivos atingidos e as coisas positivas que a escola traz.

Segundo os especialistas, é benéfico negociar um pequeno objetivo com o seu filho, para além do concretizar o ano com sucesso. Negoceiem por exemplo, melhorar a caligrafia ou dar menos erros na escrita.

2. Definir horas para deitar e acordar

rotina diaria de dormir

Para desenvolverem um bom sistema imunitário e crescerem com saúde as crianças em idade escolar devem deitar-se cedo e dormir cerca de 10 a 12 horas. Uma boa noite de sono é importante para que desenvolvam ao máximo as suas capacidades cognitivas e tenham um bom rendimento escolar.

Existe um estudo que demonstra que os alunos de classificações 5 dormiam, em média, mais 15 minutos do que os alunos de classificações 4. Para além disto, também os de classificações 4 dormiam aproximadamente mais 10 minutos do que os alunos de classificações 3.

3. Gerir a utilização de ecrãs

gerir o tempo de televisao

Estamos na era da tecnologia, como tal televisões, tablets ou telemóveis fazem parte do nosso dia-a-dia.

As tarefas escolares são feitas cada vez mais nos novos produtos tecnológicos. Apesar disto, deverão definir bem a sua utilização no período de aulas.

O artigo continua após o anúncio

Existem vários estudos que demonstram que as crianças que passam muito tempo em frente a ecrãs são sujeitas a um impacto negativo, reduzindo a sua autoestima e felicidade. Para além disto, podem ser sujeitas a sentimentos de ansiedade, depressão e stress emocional.

Os ecrãs devem ser evitados pelo menos 30 minutos antes da hora de dormir. O quarto do seu filho não deve ter televisão.

4. Cuidado com as costas

mochila apropriada

É sabido que grande parte dos dias de escola, o seu filho vai andar com quilos de livros às costas. Por este motivo, é importante que escolham uma mochila adequada, leve e com alças largas e acolchoadas.

O peso da mochila deve ser sempre abaixo de 10% do peso do seu filho. Para que o peso da mochila fique bem distribuído pelos ombros e costas, esta não deve ser transportada na mão ou só num ombro. Se o seu filho é mais pequeno, uma boa opção são as mochilas com rodas.

Para além dos cuidados com o peso das mochilas, ter uma postura correta ao sentar-se é fundamental. Ensine o seu filho a sentar-se corretamente, nas aulas ou no computador. Grande parte dos problemas de costas começam devido a maus posicionamentos durante a infância.

5. Manter uma alimentação equilibrada

alimentacao equilibrada

É certo que todas as crianças gostam de alimentos doces, mas isso não quer dizer que os podem comer frequentemente.

Os alimentos ricos em açúcar e outros produtos processados como snacks, salgados ou refrigerantes são um ponto de partida para o desenvolvimento de obesidade e diabetes. Para além de que têm um impacto negativo no rendimento escolar, na medida em que diminuem a capacidade de concentração, não fornecendo os nutrientes vitais para o desenvolvimento da capacidade cognitiva.

Dê preferência aos pequenos-almoços e lanches saudáveis, com açúcar naturalmente presente e sem alimentos muito processados. O pequeno-almoço é a refeição mais importante do dia, principalmente para quem estuda. Optar pelas refeições na escola, como o almoço na cantina com sopa, prato e fruta é uma opção saudável e completa.

O artigo continua após o anúncio

6. Praticar exercício físico

praticar exercicio fisico

Incentive o seu filho a praticar exercício físico.

Existem estudos que comprovam que crianças que praticam exercício físico são não só mais saudáveis e mais desenvolvidas a nível motor, como também têm um melhor rendimento escolar.

Segundo estes estudos, isto é explicado devido ao aumento da autoestima, capacidade de autonomia, aumento da motivação e relacionamentos positivos.

7. Cuidado com a higiene

cuidado com a higiene da crianca

A escola é um ótimo ambiente para a proliferação e contágio de vírus e bactérias.

Ensine o seu filho a ter alguns hábitos que previnem o contágio de algumas doenças:

  • Ensine-o a lavar sempre as mãos antes das refeições e depois de tossir ou espirrar ou de ir ao quarto de banho;
  • Dê-lhe um pacote de lenços de papel  e diga-lhe para os deitar fora após a sua utilização;
  • Diga-lhe que não deve partilhar garrafas de água ou outras bebidas com os colegas;
  • Dê-lhe alimentos ricos em vitamina C, que protege o sistema imunitário.

8. Ajuda dos pais

ajuda dos pais

Com a correria da atualidade, os pais têm pouco tempo para os seus filhos. Uma maneira de promover o gosto do seu filho pela escola e aprendizagem é fazer os trabalhos de casa com ele, ou acompanhados de perto.

Outra maneira de aumentar o gosto do seu filho com a escola é prepararem a mochila para o dia seguinte juntos e manterem o local de estudo organizado.

9. Tempo de adaptação

tempo de adaptacao

Se o seu filho mudou de escola ou perdeu os amigos é preciso que lhe dê algum tempo para se adaptar à nova situação. Conversem sobre o que está a deixar triste e desmotivado e transmita-lhe confiança e motivação.

O artigo continua após o anúncio

Grande parte das crianças adapta-se com facilidade a novos contextos se tiver o apoio incondicional dos seus pais.

10. A vida não é só escola

brincar depois da escola

Vários estudos demonstram que as crianças são benefíciadas se tiverem algum hobby de que gostem muito e onde possam mostrar as suas capacidades para além da escola. Isto irá aumentar a sua autoestima, bem-estar mental, irá relaxá-las das atividades escolares e irá aumentar o seu rendimento escolar.

Pode ser uma atividade qualquer que a criança goste como, por exemplo, danças, futebol ou até culinária.

Veja também: