Nutricionista Rita Lima
Nutricionista Rita Lima
30 Dez, 2019 - 18:25

Chás para a tensão alta: uma forma natural de combater a hipertensão

Nutricionista Rita Lima

Os chás para a tensão alta ajudam a reduzir a pressão arterial e podem ser um coadjuvante na terapia da hipertensão arterial.

Chás para a tensão alta: combater a hipertensão
O artigo continua após o anúncio

Também chamada de tensão alta, a hipertensão é um problema sério e silencioso que afeta muitas pessoas em Portugal. Entre outros fatores, a toma de alguns chás para a tensão alta pode ajudar a controlar ou prevenir esta condição.

Hipertensão arterial : o que é?

Tensão arterial

A pressão / tensão arterial consiste na pressão que o sangue exerce sobre as paredes das artérias, quando está em circulação, no sentido de chegar a todos os tecidos e células do organismo.

O que por vezes acontece é que, por diversos motivos, a pressão que o sangue exerce sobre as paredes arteriais aumenta significativamente, podendo trazer consequências para a saúde.

A esta condição dá-se o nome de hipertensão arterial, ou tensão arterial alta.

Em casos de hipertensão, os valores da pressão arterial são iguais ou superiores a 140 mm Hg (milímetros de mercúrio), no caso da tensão sistólica, e 90 mg Hg, para a tensão arterial diastólica.

Fatores de risco para a hipertensão

Chás para a tensão alta

A hipertensão tem uma etiologia multifatorial, que engloba, normalmente fatores de ordem genética ou de ordem ambiental.

Nestes últimos incluem-se o stress, o excesso de peso / obesidade, o sedentarismo, o tabagismo, o consumo excessivo de sal e o consumo excessivo de álcool.

O facto de esta doença não ser controlada torna-a um dos principais fatores de risco no aparecimento de doenças cardiovasculares, nomeadamente enfartes do miocárdio e acidentes vasculares cerebrais.

O artigo continua após o anúncio

De facto, em Portugal estima-se que cerca de dois milhões de pessoas sofra de hipertensão. No entanto, o fator mais preocupante é que apenas 50% dos hipertensos sabe que sofre desta patologia; só 25% está medicado; e apenas 11% tem a tensão efetivamente controlada.

Chás para a tensão alta: prevenção natural da hipertensão

Tendo em conta os dados alarmantes sobre a população portuguesa, é importante adotar medidas de prevenção desta patologia.

Neste sentido, o principal segredo passa pela adoção de um estilo de vida saudável e ativo, nomeadamente a adoção de uma alimentação saudável e equilibrada, onde se podem e devem incluir alguns chás para a tensão alta, ou seja, achas que ajudam a controlar a tensão arterial.

É também fundamental que a deteção e o acompanhamento sejam feitos numa fase inicial do problema, no sentido de reduzir os riscos de desenvolvimento de doenças cardiovasculares.

6 chás para a tensão alta

1. Chá verde e chá preto

Chás para a tensão alta

Estudos recentes (1) demonstraram que o chá verde e chá preto possuem propriedades capazes de melhorar a pressão arterial bem como reduzir os níveis de colesterol total e LDL (“mau colesterol”).

Neste contexto, verificou-se que o consumo de chá verde diminui a pressão arterial sistólica (máxima) e diastólica (mínima) em aproximadamente 2 mmHg.

Em simultâneo, concluiu-se que a diminuição da pressão arterial foi superior em indivíduos com valores de pressão arterial sistólica iguais ou superiores a 130 mmHg (já apresentavam pressão arterial ligeiramente elevada).

À semelhança do chá verde, também o chá preto é um dos melhores chás para a tensão alta. Uma dose média de 4 a 5 chávenas de chá preto por dia, resulta numa redução estatisticamente significativa de 1.8mmHg na pressão arterial sistólica e 1.3 mmHg na diastólica.

O artigo continua após o anúncio

O efeito do chá preto foi também, observado em indivíduos que tinham uma pressão arterial mais elevada.

Neste sentido, parece existir uma associação entre o consumo de chá preto e de chá verde e o risco reduzido de desenvolver doenças cardiovasculares, concretamente enfartes.

Os efeitos parecem dever-se aos flavonoides presentes nestes chás, os quais têm uma elevada biodisponibilidade.

2. Chá de alface

A alface é uma planta com propriedades calmantes, que ajudam a dormir melhor e a relaxar, o que também ajuda a diminuir a pressão arterial (3), daí a sua inclusão neste grupo de chás para a tensão alta.

Preparação: Para preparar o chá de alface, coloque as folhas secas em água a ferver e de seguida coe. Pode tomar quente ou frio, duas vezes ao dia.

3. Chá de Alho

Chás para a tensão alta

Além de ser um saboroso tempero universal usado em muitos e variados pratos, o alho tem sido utilizado frequentemente como um remédio natural para ajudar a tratar ou a prevenir uma ampla variedade de doenças.

O alho costuma ser indicado como auxiliar no tratamento de hipertensão arterial leve (2), redução dos níveis de colesterol e prevenção das doenças ateroscleróticas, devido ao seu teor em selénio, flavonoides e alicina (um derivado do enxofre).

Preparação: Para fazer um chá caseiro de alho, amasse um dente de alho e ferva-o durante três minutos numa chávena de chá de água. Espere que arrefeça, coe e beba uma chávena a cada 12 horas.

O artigo continua após o anúncio

4. Chá de Folhas de Oliveira

As folhas de oliveira possuem propriedades vasodilatadoras (5), promovendo o relaxamento e dilatação dos vasos sanguíneos, o que facilita a passagem do sangue e diminui a pressão que este exerce sobre as paredes arteriais.

5. Chá de Cidreira

Chás para a tensão alta

Também o chá de cidreira, por ser um calmante natural, pode ajudar a controlar a pressão arterial (4).

Preparação: Ferva duas chávenas de chá de água com uma colher de chá de folhas picadas de erva cidreira e uma colher de chá de folhas frescas de maracujá. Espere que arrefeça, coe e beba uma chávena três vezes ao dia.

6. Chá de alpiste

Devido ao teor de potássio que possui, o alpiste ajuda a controlar e reduzir a pressão arterial (6).

Preparação: Para preparar este chá, coloque uma colher de chá de alpiste num litro de água. Deixe ferver numa panela destampada até que o líquido se reduza à quantidade referente a um copo. Tome esse chá no máximo duas vezes por semana.

Veja também