Mónica Carvalho
Mónica Carvalho
05 Nov, 2020 - 17:27

96% dos casos ativos sem necessidade de internamento

Mónica Carvalho

Números avançados pela Diretora-Geral da Saúde indicam que a maior parte dos infetados pela COVID-19 estão em casa.

Mulher em casa a usar máscara reutilizável

Assintomáticos ou doentes com sintomatologia leve são a larga maioria dos casos por COVID-19, mais propriamente 96% dos casos ativos e que, atualmente, não precisam de internamento hospitalar. Estes doentes estão a ser acompanhados no seu domicílio.

Não obstante, a sobrecarga nos hospitais públicos é evidente, pelos muitos relatos dos profissionais de saúde e administradores nos meios de comunicação social nos últimos dias. Nesse sentido, Graça Feitas apela máximo respeito pelas medidas de contenção.

“Todos estamos cansados e somos tentados a dar passos que nos desprotegem e às pessoas à nossa volta”, afirmou a especialista em saúde pública, apelando ainda a que não se baixe a guarda, “por muito cansados que estejamos”.

Entre as medidas a adotar, Graça Freitas destacou a importância de reduzir o número de contactos, aumentar a distância física entre pessoas (sempre que possível dois metros), usar a máscara, evitar mexer na cara (sobretudo no nariz e na boca), higienizar as mãos frequentemente e cumprir a etiqueta respiratória.

Médicos a tratar pacientes com COVID-19

Índice de transmissão da doença baixou

O Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, António Lacerda Sales, referiu que Portugal tem “300% da capacidade de testagem” quando comparado com o período inicial da pandemia, o que leva, assim, ao apuramento de muitos casos até assintomáticos.

Todavia deixa uma notícia: “o valor do R tem estado a diminuir de forma sistemática, desde o dia 14 de outubro. É hoje de 1.14. Há neste momento um desacelerar da pandemia”, sublinhou.

Linha Saúde 24 pode emitir declarações provisórias de isolamento profilático

A partir de agora, informou também Lacerda Sales, a Linha de Saúde 24 está autorizada a passar declarações provisórias de isolamento profilático, sempre que se verifique uma situação de risco, o que permite acelerar esse processo.

Para tal, após a avaliação do risco feitos pelos profissionais da linha SNS24, o utente irá receber um código por SMS ou e-mail que permite aceder a uma declaração provisória de isolamento profilático.

À data de redação deste artigo, Portugal tem 67.157 casos ativos, tendo-se registado 4.410 no dia de hoje; 2.740 óbitos, mais 46 do que ontem; e 91.453 pessoas já recuperaram da doença.

Fontes

  1. DGS: “96% dos casos ativos acompanhados no domicílio”. Disponível em: https://www.dgs.pt/em-destaque/96-dos-casos-ativos-acompanhados-no-domicilio-.aspx
  2. DGS: “Diretora-Geral da Saúde apela ao cumprimento das medidas básicas”. Disponível em: https://www.dgs.pt/em-destaque/diretora-geral-da-saude-apela-ao-cumprimento-das-medidas-basicas.aspx
  3. SNS – Conferência de imprensa COVID-19 (04-11-2020). Disponível em: https://www.facebook.com/watch/live/?v=1247049165682444&ref=watch_permalink
  4. DGS – Relatório de situação epidemiológica 05-11-2020. Disponível em: https://www.dgs.pt/em-destaque/relatorio-de-situacao-n-248–05112020.aspx
Veja também