Drª Patricia Azevedo | Médica Veterinária
Drª Patricia Azevedo | Médica Veterinária
25 Mar, 2020 - 09:32

Como entreter um cão num apartamento?

Drª Patricia Azevedo | Médica Veterinária

Se tem um cão num apartamento sabe que nem sempre é fácil arranjar forma de os entreter e desgastar a sua energia acumulada. No entanto, esse desgaste é essencial para a saúde física e psicológica do animal.

Cão em apartamento sentado no sofá da sala

Os cães adoram brincar e para se manterem saudáveis devem praticar atividade, de forma a estimular a sua forma física e também psicológica. O nível de atividade depende muito da raça, porte, idade e outros fatores, no entanto, é normal que um cão num apartamento não consiga desgastar tão bem essa energia, do que um cão que tenha acesso a um grande terreno.

cÃO num APARTAMENTO: Porque é que os cães precisam de se entreter?

Cão em apartamento a brincar com criança

Os cães precisam de se entreter por várias razões, mas caso não tenham com que se distrair, os cães vão arranjar forma de o fazer e podem começar a estragar coisas em casa.

Todavia, também quando os tutores estão em casa, os cães pedem atenção, querem brincar, mimos e carinhos. A este respeito, também é necessário ter alguns cuidados para que o seu cão não se torne demasiado dependente, pois esta grande dependência pode levar a problemas mais graves.

Assim, é importante, desde cedo definir regras com o seu cachorro, de forma a que este não se torne demasiado dependente de si. Por exemplo, quando este começa a atirar brinquedos, ladrar, ganir ou bater com a pata nas suas pernas de uma forma excessiva, sem compreender que o tutor não pode estar sempre a prestar-lhe atenção, não deve fazer-lhe festas ou responder à brincadeira.

Quando o seu cão o procura em excesso e acaba compactuando com o “pedido de atenção”, está a provocar um reforço positivo que leva o cão a pensar que deve ter esses comportamentos. Assim, para que o cão compreenda que nem sempre é hora de brincadeira, quando o pedido de atenção for excessivo deve ignorá-lo.

Também, quando o seu cão o procura intensamente pode ser um sinal de aborrecimento ou de enriquecimento ambiental baixo. Portanto, deve procurar satisfazer as necessidades do seu melhor amigo, mantendo-o ativo e ajudando-o a gastar a sua energia. O que pode ser mais difícil caso seja um cão num apartamento.

5 Dicas para entreter um cão num apartamento

1.

Fazer grandes passeios ou passeios com maior intensidade

Como educar o cão a não puxar a trela? 7 dicas

O nível de exercício físico que o seu cão precisa depende de vários fatores, como a idade, raça, porte, nível de sedentarismo, personalidade, entre outros. Por exemplo, é normal que um cachorro tenha maior necessidade de se mexer, e portanto o desgaste físico deve ser maior.

Caso o animal tenha espaço num terreno ou acesso livre ao exterior com espaço para correr e desgastar a sua energia, é normal que também não necessite de passeios tão longos. No entanto, um cão num apartamento, vai sempre necessitar de mais passeios para desgastar a sua energia.

Em especial, se tiver um cão num apartamento de porte grande, os passeios podem até necessitar de ser corridas ou caminhadas mais intensas. Se gostar de fazer jogging pode ser uma ótima ideia fazê-lo acompanhado do seu melhor amigo patudo.

Não se esqueça que quanto mais novo e maior é o cão, maior a necessidade de desgastar energia. E quanto menos espaço tiver à sua disposição durante o dia, também mais exercício irá necessitar.

Um grande caminhada de manhã, antes de sair, ou à noite, antes de se deitar, pode ajudar a que o cão fique mais cansado e relaxado.

cão feliz por ter ido nadar
Veja também 10 coisas que deve fazer para ter um cão feliz na hora do passeio
2.

Brinque com o seu cão

Enquanto o tutor brinca com o seu cão está a reforçar a sua ligação emocional com ele e ao mesmo tempo ajudá-lo a desgastar a energia acumulada ao longo do dia.

Existem várias brincadeiras que pode fazer com o seu cão, como por exemplo, atirar um brinquedo para que este o vá buscar e traga de volta ao tutor.

Em alguns casos, mesmo em apartamento poderá fazê-lo dentro de casa, por exemplo com cães de porte pequeno e mini, e tendo em consideração as dimensões do espaço, de forma a não estragar nada. No entanto, em cães maiores e com tendência a serem “desastrados” é preferível não arriscar e levá-lo para um local mais amplo.

Seja um parque canino, uma garagem vazia, ou um espaço público exterior, certifique-se de que é um local seguro para o seu cão brincar e estar solto e se legalmente o pode fazer. A melhor alternativa são os parques caninos.

6 brinquedos para cansar os cães
Veja também 6 brinquedos para cansar os cães
3.

Não mantenha o cão preso

febre nos animais sinais

Evite prender o seu cão num espaço do apartamento e mantê-lo aí confinado durante muitas horas.

Deixe-o andar livremente pela casa, ou pelo menos, considere que o local onde fica terá que ser espaçoso suficiente tendo em consideração o tamanho do cão.

Um cão num apartamento pode ser feliz, mas necessita de espaço e não deve nunca ficar preso num espaço pequeno todo o dia.

4.

Faça jogos para o seu cão

Uma boa maneira de cansar o seu cão é através de jogos, que façam o seu cão ter algum desgaste mental. Estes jogos também podem ser utilizados para entreter o cão quando fica sozinho.

Existem brinquedos interativos dispensadores de comida, que levam o seu cão a passar bastante tempo a tentar retirar a comida dos mesmos, e existem em diversos graus. Pode também espalhar grãos de ração pela casa, escondidos, de forma a que o cão tenha que utilizar os seus instintos como o faro para procurar o alimento. Também pode esconder os seus brinquedos favoritos.

5.

Opte por lhe dar brinquedos mastigáveis

Cão em apartamento a brincar com uma bola

Existem alguns brinquedos mastigáveis que podem ser dados a todos os cães, especialmente a cachorros, que com a troca de dentes podem ter dor e comichão e podem ter maior tendência para roer o que não devem.

Para além de impedir este tipo de situação, também os ajuda a aliviar o stress e a manterem-se entretidos durante um longo período, o que pode ser bom para um cão num apartamento.

Fontes

  1. Henzel, M. (2014). O enriquecimento ambiental no bem-estar de cães e gatos. Trabalho de conclusão de graduação. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Veterinária. Disponível em: https://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/104884/000940557.pdf?sequence=1
Veja também