Beba vinho... mas com moderação!

Beber vinho, desde que seja com moderação, traz vários benefícios para a saúde. Conheça os principais e pondere introduzir esta bebida na sua alimentação.

 
Beba vinho... mas com moderação!
A sua saúde agradece

Um copo de vinho por dia, nem sabe o bem que lhe fazia! Não, não estamos a brincar. Aliás, há muito que são apontados benefícios do consumo de vinho para a saúde, especialmente o vinho tinto. Há, inclusivamente, muitos médicos e especialistas que aconselham o consumo de um copo por dia (ou dois, depende dos casos). E fazem-no por alguma razão.

Segundo vários estudos, o vinho é saudável e, quando ingerido com moderação, tem inúmeros benefícios para a saúde e ajuda mesmo a prevenir algumas doenças.

7 Razões para beber vinho com moderação


Quem não aprecia um bom copo de vinho no final de um dia de trabalho? Bem, haverá quem não seja apreciador, mas esses talvez queiram voltar a experimentar.

Mais do que ajudar a relaxar depois de um dia cansativo, um copo desta bebida pode contribuir para melhorar a saúde. Não acredita? Então aqui ficam 7 benefícios do consumo moderado de vinho.

1. Reduz o risco de sofrer de doenças cardiovasculares 

doencas cardiovasculares vinho

Alguns estudos demonstram que o consumo de vinho, especialmente o tinto, previne o aparecimento de doenças cardiovasculares. Por ser rico em antioxidantes e polifenóis, esta bebida ajuda a proteger a saúde do coração.

2. Ajuda a reduzir o colesterol

colesterol vinho

Graças aos antioxidantes existentes no vinho, (mais um vez) em particular no tinto, o consumo moderado desta bebida ajuda a diminuir o colesterol LDL (o chamado mau colesterol) e contribui para o aumento dos níveis de HDL (o bom colesterol).

3. Previne a diabetes

diabetes vinho

O consumo moderado de vinho também ajuda a prevenir a diabetes tipo 2. É uma fonte de antioxidantes e resveratrol que ajudam a controlar os níveis de açúcar no sangue.

4. Previne o envelhecimento 

vinho prevenir o envelhecimento

Segundo um estudo realizado por um grupo de investigadores da Harvard Medical School, o resveratrol, um componente presente na pele das uvas, promove a produção de uma proteína com propriedades anti-envelhecimento.

5. Reduz o risco de sofrer de Alzheimer e Parkinson 

vinho prevencao alzheimer

Mais uma vez o resveratrol, presente no vinho tinto, ajuda a proteger as células cerebrais, prevenindo o aparecimento das doenças de Alzheimer e Parkinson, quando bebido com moderação.

O consumo excessivo de vinho (ou de outras bebidas alcoólicas) é prejudicial para a saúde e pode mesmo causar danos irreversíveis para o cérebro.

6. Melhora a saúde ocular 

vinho saude ocular

Sim, é mesmo verdade. De acordo com os dados de um estudo realizado na Islândia, quem consome esta bebida alcoólica de forma moderada tem menos probabilidades de sofrer de cataratas, por exemplo.

7. Tem propriedades anti-inflamatórias 

vinho anti inflamatorio

O resveratrol, do qual já falamos (várias vezes) antes, não só é um poderoso antioxidante, como ainda atua como um anti-inflamatório natural.

E a lista continua… 


Se pensa que os benefícios do consumo moderado desta bebida ficam por aqui, engana-se. Há mais. Só para ter uma ideia, o vinho também pode ajudar a prevenir certos tipos de cancro, funciona como um calmante natural, ajuda a controlar a pressão arterial, auxilia na digestão, melhora o humor e ajuda a dormir melhor, ajuda a emagrecer e pode até prevenir gripes e constipações. E isto para listar apenas mais alguns exemplos.

Como vê, razões para consumir um ou dois copos de vinho (de preferência tinto) por dia, não faltam. Mas atenção. O consumo desta bebida apenas é benéfico se for moderado. Por isso, beba, mas sem exageros.

Veja também:

O Vida Ativa disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento nutricional, de saúde ou de treino. O Vida Ativa não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui nem dispensa a assistência profissional qualificada e individualizada. Caso pretenda sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].