Tosse seca: um sintoma que não deve ser ignorado!

Tossir é natural, é uma proteção das vias respiratórias. A tosse seca é bastante frequente e muitas vezes associada a outras doenças. Esteja atento aos sinais.

Tosse seca: um sintoma que não deve ser ignorado!
Causas, Tratamento e como evitar a tosse seca.

A tosse seca, irritativa, por vezes induzida por um “formigueiro” na garganta é aquela que não tem expectoração. É uma tosse habitualmente incomodativa que vai aumentando a irritação da garganta e é a resposta a estímulos irritativos da faringe, laringe e vias respiratórias superiores.

A influência de fatores externos como a poluição ambiental, a exposição a substâncias químicas e ao fumo do tabaco (ativo ou passivo) é uma das principais causas da tosse seca.

TOSSE SECA: SINTOMA, NÃO DOENÇA!


tosse seca

A tosse é um mecanismo de defesa natural. Quando inspiramos, o ar que entra pela boca e pelo nariz, transporta também substâncias e partículas diversas, como pó e pólens, fumo dos escapes ou de cigarros. Essas substâncias ou partículas são detetadas por células existentes nas vias respiratórias que, ao ficarem irritadas, estimulam os pulmões a libertar ar rapidamente, de modo a expulsá-las.

Este mecanismo de expulsão surge sob a forma de tosse seca.

QUAIS AS PRINCIPAIS CAUSAS DE TOSSE SECA?


alergias

Quando a tosse é ocasional e dura até três semanas considera-se aguda, por oposição à tosse crónica, quando se prolonga por mais de três semanas.

Entre as suas principais causas incluem-se:

  • Infeções;
  • Alergias (devido à exposição a agentes alergénios como o pó e os pólens);
  • Asma e outras doenças brônquicas crónicas;
  • Inalação de corpos estranhos;
  • Doença cardíaca;
  • Refluxo gastroesofágico;
  • Tabagismo;
  • Medicamentos (como alguns usados no tratamento da hipertensão).

 

TRATAMENTO DA TOSSE SECA: SUPRIMIR OU NÃO?


medicacao anti tussica

Por ser um mecanismo de defesa, a tosse seca, em geral, não deve ser impedida. O importante é tratar a causa.

Porém, há medidas de auto-cuidado que ajudam a aliviar a tosse:

  • Beba muita água para hidratar e lubrificar as vias respiratórias;
  • Tome chá com limão e mel para ajudar a lubrificar as vias respiratórias;
  • Ao longo do dia, opte por rebuçados com salva, mel, gengibre ou limão preferencialmente sem açúcar, para ajudar a reduzir a irritação;
  • Evite fumar e estar em ambientes com fumo ou poluídos;
  • Eleve a cabeceira da cama pois pode ajudar a aliviar a tosse durante a noite.

Por vezes, estas medidas podem não ser suficientes, sendo necessário recorrer a medicamentos.

  • Antitússicos – suprimem a tosse, sendo indicados apenas na tosse seca e em situações muito específicas pois caso contrário dificultam a eliminação da expectoração;
  • Anti-histamínicos – úteis quando a tosse tem origem alérgica; caso contrário, têm uma ação secante e dificultam a saída da expectoração.

A utilização destes medicamentos requer cuidados específicos, principalmente em situações particulares como no caso das crianças, das mulheres grávidas e a amamentar.

A TOSSE SECA É UM PROBLEMA COMUM QUE NÃO DEVE SER IGNORADO!


medico

Tossir é um reflexo comum que não deixa de ser complexo. Há situações que impõem uma consulta médica, por exemplo quando a tosse seca é acompanhada de:

  • Sangue;
  • Dor no peito;
  • Febre elevada;
  • Dificuldade respiratória;
  • Perda de peso involuntária.

É importante lembrar que é também através da tosse que expulsamos os vírus que causam as constipações e a gripe. Assim, sempre que tossir deve cobrir o nariz e a boca com um lenço descartável e depois lavar as mãos com água e sabão.

NÃO SE AUTOMEDIQUE!

Se tem tosse, não tome medicamentos por iniciativa própria. Aconselhe-se com o seu médico ou farmacêutico: descreva-lhe a sua tosse, informe-o sobre as doenças que tem e os medicamentos que toma habitualmente para que possa aconselhá-lo acerca dos cuidados mais adequados.

Não se esqueça, a tosse é um reflexo natural, mas também pode ser sintoma de uma doença. Por isso, não a ignore!

Veja também:

Farmacêutica Cátia Rocha Farmacêutica Cátia Rocha

Cátia Rocha é farmacêutica. Como apaixonada pela profissão, acredita na importância da educação para a saúde e num papel interventivo dos profissionais de modo a transmitir conhecimentos que considera importantes e fundamentais para o bem-estar da população. É Mestre em Ciências Farmacêuticas pelo Instituto Superior de Ciências da Saúde do Norte e exerce atualmente o cargo de farmacêutica na Farmácia Agra.