Publicidade:

Teste de intolerância alimentar: o que precisa saber

O mercado atual oferece várias possibilidades de teste de intolerância alimentar que tem ganho cada vez mais popularidade, mas será que deve confiar nos resultados?

Teste de intolerância alimentar: o que precisa saber
Saiba como funciona e tire as suas próprias conclusões.

Alguma vez pensou em fazer um teste de intolerância alimentar? E sabe quem deve procurar para esse efeito?

São muitas as pessoas que sofrem de algumas intolerâncias alimentares (um quarto da população portuguesa sofre de intolerâncias alimentares) e não será por isso de estranhar que se encontre no mercado uma oferta tão vasta de testes que permitem “descobrir” a causa das intolerâncias alimentares.

Mas antes de decidir fazer um desses testes saiba se vale realmente a pena o seu investimento.

O que é a intolerância alimentar?


teste de intolerancia alimentar alimentos com lactose

Em primeiro lugar é importante perceber que alergia alimentar e intolerância alimentar são conceitos e problemas bastante distintos.

A intolerância alimentar consiste na incapacidade do organismo digerir um ou mais alimentos. Quando isto acontece, existe uma ausência da enzima necessária para a digestão do alimento em questão. A intolerância alimentar à qual deve estar mais habituado ouvir falar trata-se da intolerância à lactose.

Os graus de intolerância alimentar não são iguais nem em todas as pessoas, nem em todos os alimentos, pelo que a forma como podem interagir no organismo pode apresentar diferentes formas.

Em alguns casos a ingestão de um certo alimento pode estar proibida, porém noutras situações poderá ter de fazer pausas no seu consumo durante um período de tempo.

No que diz respeito aos sintomas habitualmente presentes nesta patologia, manifestam-se de diversas formas:

 

Teste de intolerância alimentar: fiável ou nem por isso?


teste de intolerancia alimentar teste sanguineo

Pois bem, se sofre de alguma intolerância alimentar e está a considerar fazer um teste de intolerância alimentar para determinar a causa, talvez seja melhor pensar duas vezes.

Basta uma pesquisa online e vai encontrar imensas clínicas que disponibilizam testes de intolerância alimentar. Testes variados e com preços também eles variáveis e até algumas promoções. Tentador não é?

Existem dois tipos de testes que estão atualmente a dominar o mercados, o teste de intolerância VEGA test e os testes sanguíneos.

O primeiro teste pode ser realizado em farmácias ou algumas clínicas e consiste numa caneta que produz vários disparos nas pontas dos dedos de forma a provocar vários impulsos nervosos. Cada grupo alimentar representa um certo tipo de frequência e através desses disparos analisa-se a reação do corpo ao consumo de certos alimentos.

Já o segundo teste consiste na recolha de sangue em laboratórios para o efeito, e é realizada uma avaliação à concentração de anticorpos IgG para as proteínas dos vários alimentos em estudo.

Mas será o teste de intolerância alimentar fiável?

O problema é que, segundo a Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica – SPAIC, este tipo de testes não tem qualquer tipo de validade científica. A SPAIC alerta mesmo para o facto destes testes poderem conduzir as pessoas que se submetem a eles (inclusivamente crianças) a enveredarem por “grandes restrições dietéticas com consequências nutricionais, metabólicas e impacto significativo na qualidade de vida”.

Ou seja, este tipo de testes para além de não terem qualquer validade médica, ainda podem ser prejudiciais para a saúde de quem se fia nos seus resultados e gere a sua alimentação em função dos seus resultados.Se sofre de alguma intolerância alimentar e quer tirar todas as suas dúvidas, talvez seja melhor ponderar bem e evitar o teste de intolerância alimentar. Consulte um imunoalergologista para que este o avalie e diagnostique com recurso a metodologias mais apropriadas e fidedignas.

Veja também:

O Vida Ativa disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento nutricional, de saúde ou de treino. O Vida Ativa não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui nem dispensa a assistência profissional qualificada e individualizada. Caso pretenda sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].