Publicidade:

Vantagens e desvantagens da exposição solar: conselhos e cuidados a ter

A exposição solar deve ser realizada com alguma frequência, devido à sua importância para o organismo, mas devem ser tomadas as devidas precauções.

 
Vantagens e desvantagens da exposição solar: conselhos e cuidados a ter
A exposição solar é importante com precaução

A exposição solar é fundamental para a síntese de vitamina D mas não só. Entre os benefícios do sol destacam-se também a sensação de bem-estar físico e mental e o aumento da produção de melanina que leva ao bronzeamento da pele.

No entanto, os raios de sol devem ser aproveitados com cuidado, moderação e bom senso.

Medidas de proteção para a exposição solar


Sabemos que a exposição solar excessiva pode conduzir a problemas sobretudo ao nível da pele e dos olhos. Existem, por isso, algumas medidas de proteção para evitar os seus efeitos nocivos:

  • A utilização de protetor solar adequado e elevado;
  • A aplicação de protetor solar a cada 2 horas;
  • Uma exposição gradual ao sol para adaptação da pele;
  • O evitar a exposição durante o horário de maior calor (entre as 11h e as 17h00);
  • O uso de chapéu, óculos de sol e ter sempre uma sombra disponível;
  • No que diz respeito às crianças maximizar as medidas de proteção.

Se após a exposição solar a pele ficar vermelha, significa que ficou com uma queimadura solar e se houver a presença de bolhas ou dor durante pelo menos dois dias a queimadura solar é considerada grave.

Os benefícios da exposição solar: produção de vitamina D


exposicao solar creme protetor solar

A vitamina D, conhecida também por “vitamina do sol”, é produzida sobretudo pela ação do sol sobre a pele. Assim que a vitamina é produzida na pele (vitamina D3) ou obtida na dieta (sob a forma D2 ou D3) é transportada para o fígado onde se transforma na 25-Hidroxicalciferol (principal forma circulante da vitamina D).

Depois, nos rins, é modificada para a forma biologicamente ativa – Calcitriol. Este composto, que na realidade é uma hormona, regula inúmeras funções no organismo, destacando-se o aumento da absorção de cálcio pelo intestino, promovendo a mineralização óssea e contribuindo para a manutenção da saúde dos ossos e dentes. 

Falta de exposição solar – deficiência de Vitamina D


Apesar de encontrarmos a vitamina D em certas fontes alimentares, a maior parte da vitamina presente no organismo é obtida através da ação dos raios solares na pele.

Curiosamente, na Europa, os níveis de vitamina D são mais elevados nos países nórdicos do que nos países mediterrânicos, em parte devido ao hábito que os povos do Norte têm de procurar a exposição solar e ao elevado consumo de óleo de fígado de bacalhau (rico em vitamina D), quando comparado com os países do Sul.

As conclusões de um estudo, realizado entre 2011 e 2013 pela Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra em colaboração com a Nova Medical School, intitulado “A carência de Vitamina D em Portugal”, apontam para que mais de 60% da população portuguesa tenha uma elevada prevalência de deficiência ou, pelo menos, de níveis inadequados de vitamina D, com valores abaixo dos 20 ng/ml.

Possíveis sinais desta carência

exposicao solar mulher com depressao

Conheça quatro sinais que podem indicar falta de vitamina D no organismo. Contudo, para avaliar se existe ou não uma deficiência desta vitamina, o ideal será sempre realizar um doseamento sanguíneo de vitamina D.

  • Ter dores nos ossos: a deficiência de vitamina D pode originar osteoporose e ossos enfraquecidos. Assim, as dores nos ossos podem ser associadas à deficiência nesta vitamina;
  • Sentir-se fraco e estar mais vezes engripado: a vitamina D é considerada um regulador natural do sistema imunitário. Estudos têm estabelecido que esta desempenha um papel importante na redução de infeções, como as infeções virais do tipo influenza (vulgar gripe);
  • Suar mais do que o habitual: o suor excessivo na cabeça tem sido relacionado como um dos sinais de deficiência de vitamina D;
  • Sentir-se triste: a serotonina é uma hormona sintetizada no sistema nervoso central, que está associada à regulação do humor e os seus níveis aumentam com a exposição à luz. Estudos indicam que as pessoas com deficiência em vitamina D estão mais propensas à depressão.

Importa realçar que a manifestação destes sintomas de forma isolada pode não ser indicador direto desta patologia. Assim, torna-se fundamental consultar o seu médico para que seja feito o diagnóstico desta ou de outras patologias.

Toma de suplemento alimentar

exposicao solar suplemento vitamina D

A suplementação tem surgido como uma estratégia alternativa para otimizar o estado de vitamina D no organismo, especialmente quando não há uma exposição solar suficiente, em grupos considerados de maior risco ou quando há um diagnóstico de deficiência.

A suplementação desta vitamina deverá idealmente ser adaptada aos valores sanguíneos existentes e a cada situação em particular.

Veja também:

O Vida Ativa disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento nutricional, de saúde ou de treino. O Vida Ativa não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui nem dispensa a assistência profissional qualificada e individualizada. Caso pretenda sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].