Enfermeira Bárbara Andrade
Enfermeira Bárbara Andrade
10 Jul, 2018 - 16:56

Retenção de líquidos nas pernas: o que fazer para pernas menos inchadas

Enfermeira Bárbara Andrade

A retenção de líquidos nas pernas é uma situação que afeta principalmente as mulheres, sendo provocada por um desequilíbrio hidro-electrolítico no organismo.

Retenção de líquidos nas pernas: o que fazer para pernas menos inchadas
O artigo continua após o anúncio

Um dos problemas que afeta milhares de pessoas mundialmente, principalmente o sexo feminino, é a retenção de líquidos nas pernas, no entanto também é comum se verificar a retenção de líquidos noutras zonas do corpo, tais como, tornozelos, mãos e abdómen.

Esta retenção é provocada por um desequilíbrio de água no nosso organismo, uma vez que este é maioritariamente constituído por água (cerca de 60%). Quando se dá um desequilíbrio de água, a forma que o nosso corpo tem de se defender e libertar as toxinas, consiste num processo inflamatório dos tecidos, com acumulação de água em determinadas zonas do corpo e consequentemente diminuição da capacidade do retorno venoso.

Causas da retenção de líquidos nas pernas

retencao de liquidos nas pernas

A retenção de líquidos nas pernas podem ter diversas causas, nomeadamente:

  • Problemas circulatórios ou cardiovasculares;
  • Problemas renais (principalmente nos idosos);
  • Problemas hepáticos (por exemplo, a cirrose);
  • Sedentarismo;
  • Maus hábitos alimentares, como por exemplo:
    • O consumo excessivo de alimentos com alto teor em sal (tais como, fast-food, alimentos pré-cozinhados ricos em sódio). O sal provoca inflamação dos tecidos e, consequente, edema (inchaço) dessa zona e como o organismo já não o consegue eliminar através da urina e das glândulas sudoríparas (que produzem o suor), acaba por sentir as penas inchadas.
    • O consumo de gorduras saturadas, alimentos ricos em açúcar e farinhas refinadas, são alimentos nocivos que provocam igualmente um desequilíbrio no nosso organismo.
    • A carência de nutrientes como as vitaminas e sais minerais (como magnésio e potássio), contribuem para a regulação dos fluidos.
  • Hidratação desadequada;
  • Excesso de peso;
  • Celulite;
  • Flutuações hormonais, designadamente no período pré-menstrual, durante a gravidez ou na menopausa;
  • Efeito secundário de alguns medicamentos (por exemplo, os medicamentos para a depressão, diabetes, hipertensão arterial; a cortisona; antiepilépticos como a carbamazepina, AINE’S (anti-inflamatórios não esteróides) e anticoncepcionais;
  • Fatores genéticos;
  • Temperatura ambiente elevada (por exemplo, na altura do Verão);
  • Quando se permanece longos períodos de tempo sentado ou em pé (especialmente durante voos longos em avião ou comboio);
  • Utilização de roupa bastante apertada.

Poderá ser necessário o recurso a análises sanguíneas para ajudar a determinar a causa da retenção de líquidos nas pernas. Estas análises deverão ser sempre interpretadas por profissionais de saúde adequados, tais como médicos.

Sintomas da retenção de líquidos nas pernas

pernas cansadas

A retenção de líquidos carateriza-se por um ou mais dos seguintes sintomas:

  • Edema ou inchaço das pernas;
  • Sensação de peso nas pernas;
  • Cansaço dos membros inferiores;
  • Dificuldade na locomoção;
  • Cãibras;
  • Desconforto ou dor;
  • Aumento do peso corporal de 2 a 3 kg.

 Diagnóstico da retenção de líquidos nas pernas

Uma forma de confirmar o diagnóstico, é pressionar ou apertar, a pele durante cerca de 5 segundos. Se, quando largar a pele, a pele demorar a voltar ao normal, é porque está a reter líquidos (sinal de Godet positivo).

Esta é uma forma simples de perceber que está a fazer retenção de líquidos e que deverá fazer algo para aliviar os sintomas.

Tratamento da retenção de líquidos nas pernas

Este é um problema que pode ser facilmente tratado com tratamentos estéticos. Atualmente, os mais avançados tratamentos podem ser fundamentais no alívio dos sintomas da retenção de líquidos nas pernas.

O artigo continua após o anúncio

Nas Clínicas BodyScience, que se distinguem pela qualidade e versatilidade dos tratamentos estéticos praticados, pode encontrar equipamentos, métodos e profissionais de excelência, para ajudar a estimular a circulação sanguínea e linfática, desta forma ajudar a reduzir drasticamente a retenção de líquidos.

Depois de uma consulta de avaliação gratuita, onde lhe é diagnosticada a gravidade do seu caso, os profissionais sugerem os tratamentos adequados ao seu caso, nomeadamente:

1. Pressoterapia

pressoterapia

Neste tratamento é feita uma compressão mecânica que estimula o fluxo venoso e linfático progressivamente. As Clínicas BodyScience utilizam uma tecnologia de exceção, que consegue incorporar três processos distintos num só tratamento.

Aplica as terapias de infra-vermelhos para tratamento da gordura corporal, pressoterapia para drenagem linfática, e ainda, electroestimulação de baixa frequência para remodelar a silhueta, promover o emagrecimento, a aceleração do metabolismo e a linfodrenagem.

> Saiba mais sobre este tratamento aqui.

2. Endermologia LPG

Endermologia LPG

Consiste num tratamento natural, indolor e não invasivo, sendo uma massagem mecânica  profunda, onde são utilizados movimentos vigorosos, e consequentemente, é estimulado o processo de drenagem das sobrecargas adiposas, bem como o sistema vascular, a circulação sanguínea e linfática.

Este tratamento também é recomendado na eliminação da celulite e aprimora o aspeto e tonicidade da sua silhueta.

> Saiba mais sobre este tratamento aqui.

O artigo continua após o anúncio

3. Bodywave

Bodywave

É uma solução diferenciadora, que garante resultados imediatos e de longa duração, utilizando a energia vibro-magnética, com tratamentos localizados e sequenciais.

> Saiba mais sobre este tratamento aqui.

Em casos recorrentes, poderá ser necessário o recurso ao médico para a prescrição de medicamentos diuréticos. Igualmente, se as suas pernas e pés incharem muito ao longo ou ao final do dia, se acordar com as pálpebras ou o rosto inchado, se aparecer edema no corpo após a toma de um novo fármaco, contacte imediatamente o seu médico.

Como prevenir a retenção de líquidos nas pernas

Quando a retenção de líquidos nas pernas tem origem nos maus hábitos alimentares e num estilo de vida sedentário, a mudança de alguns aspetos poderá ser o suficiente para atenuar o problema, nomeadamente:

1. Aumentar a ingestão de água

ingestao de agua regular

Para ajudar num funcionamento equilibrado e adequado do nosso organismo. O recomendado é a ingestão diária por parte das mulheres de, pelo menos 1.5 litros de água, no caso dos homens são cerca de 1.9 litros de água por dia. A água ajuda a eliminar resíduos, toxinas e líquidos em excesso, apresentando um efeito diurético.

2. Praticar exercício físico diariamente

exercicio fisico em escadas

Este hábito de vida saudável não só ajuda a modelar o corpo, como provoca a sensação de bem-estar e dá saúde. Através da sudorese (transpiração) consegue-se eliminar resíduos, toxinas e líquidos em excesso, melhorando a circulação do sistema linfático e venoso.

Qualquer tipo de prática de exercício é aconselhada, no entanto a caminhada e as corridas são as mais praticadas. Este tipo de exercício de intensidade baixa a moderada, quando realizados de forma regular, melhoram a circulação sanguínea, ajudam na oxigenação dos tecidos e ajudam as veias das pernas a trabalhar contra a gravidade e empurrar o sangue para o coração.

Se sofre de doenças nas articulações ou outros problemas de saúde, consulte um médico ou fisioterapeuta, para descobrir quais exercícios que pode fazer para ajudar a eliminar a retenção de líquidos.

O artigo continua após o anúncio

3. Fazer períodos de descanso

descansar as pernas

Após o período laboral ou após ter estado várias horas em pé ou sentado, pare durante um período mínimo de 30 minutos, com as pernas elevadas para ajudar a melhorar a circulação e a prevenir a acumulação de líquidos.

4. Fazer massagens

massagens nas pernas

Para complementar o descanso diário, massaje as pernas, em movimentos ascendentes (de baixo para cima, em direção às virilhas), com a ajuda de um creme hidratante ou de um creme para pernas cansadas.

5. Utilize meias de compressão elástica

meias de compressao elasticas

6. Faça uma alimentação adequada

frutos secos variados

A sua alimentação deverá incluir os seguintes princípios:

  1. Ingerir elevadas quantidades de água;
  2. Evitar consumo de sal, substituindo-o por ervas aromáticas como a salsa, funcho ou estragão, ou por especiarias como o açafrão-da-índia;
  3. Evitar a ingestão de bebidas alcoólicas;
  4. Comer mais alimentos ricos em magnésio, como cereais integrais e frutos gordos (avelãsnozes, amêndoas), e em potássio, como leguminosas (grão, feijão) e horto-frutícolas em geral;
  5. Ingerir uma percentagem elevada de proteínas.
  6. Beber infusões de cavalinha, ou erva-doce.

Veja também:

bodyscience