Mónica Carvalho
Mónica Carvalho
25 Mar, 2020 - 07:00

Quanto tempo permanece o coronavírus em superfícies?

Mónica Carvalho

Saiba quanto tempo permanece o coronavírus em superfícies e quais as precauções a ter.

Quanto tempo permanece o coronavírus em superfícies: mulher a limpar puxadores das portas

É conhecido que a principal forma de contágio da COVID-19 decorre através de contacto próximo com pessoas contaminadas, nomeadamente pela libertação de gotículas pelo nariz ou boca ao tossir ou espirrar. Todavia, surgem outras preocupações: quanto tempo permanece o coronavírus em superfícies? Há de facto, risco de transmissão através de objetos?

Quanto tempo permanece o coronavírus em superfícies?

Quanto tempo permanece o coronavírus em superfícies: mulher a desinfetar telemovel

Estudo revela que vírus pode permanecer até 72 horas em plástico e aço

Um novo estudo do National Institutes of Health, publicado no The New England Journal of Medicine, revela a possibilidade de o vírus poder permanecer até três dias em algumas superfícies, nomeadamente plástico e aço inoxidável.

O estudo refere que o SARS-CoV-2 “foi mais estável em plástico e aço inoxidável do que em cobre e papelão, e vírus viáveis foram detetados até 72 horas após a aplicação nessas superfícies.” Por sua vez, o vírus resiste no cobre até 4 horas e, no máximo, um dia em papel.

Outro alerta desta investigação refere o facto de o vírus poder permanecer no ar até três horas, o que não quer dizer que esse ar é suficiente para contaminar outras pessoas, pois a experiência realizada, sendo em laboratório, não permitiu apurar as probabilidades de contágio em ambiente real.

Todavia, continua por esclarecer o modo de comportamento do coronavírus em superfícies mais porosas, nomeadamente a roupa.

Para simplificar, atente, de acordo com esta investigação, quanto tempo permanece o coronavírus em diferentes superfícies.

SuperfícieTempo de permanência SARS-CoV-2
PlásticoAté 72 horas
Aço inoxidávelAté 72 horas
PapelAté 24 horas
CobreAté 4 horas
ArAté 3 horas
Superfícies porosas (exemplo: roupa)Não apurado

Os dados reunidos pelos investigadores resultam de experiências laboratoriais que envolveram a análise e registo de dados de dois vírus, o SARS-CoV-2 (COVID-19) e SARS-CoV-1 – o vírus que, entre 2002 e 2003, infetou mais de cinco mil pessoas em território continental chinês. Ambos os vírus foram aplicados às diferentes superfícies e mantidos a uma temperatura entre 21 e 23ºC, com 40% de humidade, durante sete dias.

Apesar destas conclusões, os cientistas alertam que o estudo em laboratório não reflete necessariamente as condições que se encontram no mundo real, isto é, o comportamento do vírus em ambiente controlado de laboratório pode ser mais rigoroso quando comparado com o ambiente da vida real, onde existem vários locais a serem limpos e desinfetados com regularidade para combater a propagação.

Perguntas e respostas sobre a COVID-19: esclarecimento de dúvidas
Veja também 20 perguntas e respostas sobre a COVID-19

Cuidados de limpeza fora de casa

Ao sair à rua deve ter especial cuidado com estas superfícies, limpar as mãos com álcool 70% ou água e sabão, logo que seja possível.

É fundamental não levar as mãos à cara e mais uma vez manter-se afastado com a distância mínima recomendada.

Como fazer a limpeza em casa

Quanto tempo permanece o coronavírus em superfícies: mulher a limpar a cozinha

Também a Direção-Geral da Saúde alerta para a necessidade de limpeza de superfícies, visto que “o vírus permanece em superfícies durante um período temporal que pode ir de algumas horas a 6 dias”, de acordo com orientação emitida a 21 de março sobre “Limpeza e desinfeção de superfícies em estabelecimentos de atendimento ao público ou similares”.

Por isso, quer esteja a cumprir quarentena obrigatória ou voluntária, atente às recomendações da Direção-Geral da Saúde para proceder à correta limpeza e desinfeção de superfícies.

Cuidados gerais

  • quando estiver a desinfetar as superfícies, use, sempre que possível, luvas e avental de plástico
  • lave as mãos antes de colocar as luvas e imediatamente depois de as tirar
  • para a desinfeção de superfícies do uso frequente, como por exemplo, maçanetas das portas e interruptores de luz ou outros objetos, deve:
    • lavar primeiro com água e detergente;
    • aplicar a lixívia diluída em água na seguinte proporção: uma medida de lixívia em 49 medidas iguais de água
    • deixar atuar durante 10 minutos;
    • enxaguar apenas com água quente e deixar secar ao ar;
  • o mobiliário e alguns equipamentos de uso recorrente, como comandos e telemóveis, também devem ser desinfetados após a limpeza, seja com toalhetes humedecidos em desinfetante ou em álcool a 70º.

Cuidados na limpeza da casa de banho

  • as instalações sanitárias devem ser lavadas e desinfetadas com um produto de limpeza misto que contenha em simultâneo detergente e desinfetante na composição, por ser de mais fácil e rápida aplicação e ação
  • limpe a casa de banho, começando pelas torneiras, lavatórios e ralos destes, passando depois para a limpeza de outras do mobiliário, de seguida a banheira ou chuveiro, sanita e bidé.

Cuidados na limpeza da cozinha

  • lave as louças na máquina ou à mão com água quente e sabão ou detergente de lavar louça
  • limpe e desinfete armários, bancadas, mesa e cadeiras, não esquecendo de desinfetar os puxadores dos armários e das portas;
  • limpe e desinfete a torneira, o lavatório e o ralo
  • se houver presença de sangue, secreções respiratórias ou outros líquidos orgânicos, deve ter os seguintes cuidados:
    • absorver os líquidos com papel absorvente
    • aplicar lixívia diluída em água na proporção de uma medida de lixívia, para 9 medidas iguais de água – usar máscara na diluição e aplicação da lixívia
    • deixar atuar durante 10 minutos
    • passar o local com água e detergente
    • enxaguar só com água quente
    • deixar secar ao ar e abrir as janelas para ventilação do espaço.

Fontes

  1. Direção-Geral de Saúde. Infeção por SARS-CoV-2 (COVID-19) – Distanciamento Social e Isolamento. Disponível em: https://www.dgs.pt/directrizes-da-dgs/orientacoes-e-circulares-informativas/orientacao-n-0102020-de-16032020-pdf.aspx
  2. Direção-Geral de Saúde. Infeção por SARS-CoV-2 (COVID-19) – Limpeza e desinfeção de superfícies em estabelecimentos de atendimento ao público ou similares. Disponível em: https://www.dgs.pt/directrizes-da-dgs/orientacoes-e-circulares-informativas/orientacao-n-0142020-de-21032020-pdf.aspx
  3. The New England Journal of Medicine. Disponível em https://www.nejm.org/doi/full/10.1056/NEJMc2004973?query=featured_home
Veja também