Drª Patricia Azevedo | Médica Veterinária
Drª Patricia Azevedo | Médica Veterinária
19 Jun, 2020 - 14:08

Por que é que as unhas dos cães sangram tanto se mal cortadas?

Drª Patricia Azevedo | Médica Veterinária

Por que é que as unhas dos cães sangram tanto se mal cortadas? Cortar as unhas do seu melhor amigo pode ser um pesadelo especialmente se não tem experiência, mas não tem que ser assim.

Por que as unhas dos cães sangram tanto se mal cortadas: tutor a cortar as unhas ao cão

Cortar as unhas pode tornar-se num verdadeiro pesadelo para cão e tutor quando se deparam com um corte mal feito, pois as hemorragias que daí advêm não são fáceis de estancar. Mas afinal por que é que as unhas dos cães sangram tanto se mal cortadas?

Muitos tutores de cães não se sentem capazes de cortar as unhas ao seu melhor amigo em casa, por várias razões: seja porque o cão não apresenta um bom comportamento; porque têm medo de os magoar ou porque já tiveram uma experiência traumática ao fazê-lo.

No entanto, cortar as unhas dos cães não deve nunca ser um motivo para pânico e stress, nem para o tutor nem para o animal. Até porque os cães sentem os tutores stressados e acabam também por ficar, piorando ainda mais a situação.

Por que é que as unhas dos cães sangram tanto se mal cortadas?

Tutora a cortar unhas a cachorro

As unhas são prolongamentos de queratina que se estendem depois dos dedos de grande parte dos vertebrados, incluindo o homem e o cão.

Esta queratina é produzida por células que compõem uma camada de células que é vulgarmente conhecida por “sabugo” e essa zona está presa ao osso, sendo que, tal como outros tecidos do corpo, possui vasos e nervos.

Assim, nessa zona denominada de “sabugo”, os cães sentem dor e podem sangrar, enquanto que no resto da unha, prolongamento a partir do sabugo, não.

As unhas assumem diversas formas e funções, e a sua forma pode inclusive variar consoante a raça do animal. A sua função nos cães é essencialmente para cavar ou agarrar um objeto ou alimento.

Explicação para o sangramento

Tutora a cortar as unhas ao cão com um corta-unhas apropriado

Quando pretendemos cortar as unhas do cão devemos ter em atenção qual a forma correta de as cortar, e esta será apenas cortar o prolongamento para além do “sabugo”, pois aí não causa dor nem sangramento.

Acontece muitas vezes, ou por o cão se mexer, por não ser perceptível a localização do sabugo ou por falta de experiência de quem corta, poder cortar-se o sabugo, causando dor e um sangramento muito difícil de estancar.

Como é um local difícil de aceder (ainda se o cão com dor não deixar) e estando o sangue sob pressão, acaba por sair bastante sangue e é difícil fazê-lo parar.

O que fazer se houver sangramento?

Se, por algum motivo, cortar a unha em demasia e começar a sangrar, a primeira coisa a fazer é não entrar em pânico. Depois, com calma, de forma a conseguir manter também o seu cão calmo, tente pegar na sua patinha e lavá-la com água corrente fria, para auxiliar na vasoconstrição e estancar o sangue.

Depois de lavada, pode tentar estancar o sangue com uma compressa esterilizada, fazendo pressão durante alguns minutos, tentando sempre manter o cão calmo.

Nas clínicas veterinárias e em petshops onde é hábito fazerem o corte de unhas, há sempre por perto um pó hemostático que se pode colocar na ponta da unhas feridas e que estanca quase de imediato a hemorragia. Se costuma cortar as unhas do seu cão em casa pode também ser um bom produto para ter em casa.

Por norma, este tipo de hemorragias provocadas por corte de unhas não são graves, e portanto não precisa de se preocupar.

Como evitar as hemorragias?

Veterinário a cortar unhas a cão

A melhor forma de evitar as hemorragias durante o corte de unhas é evitando cortar mal as unhas.

Existem unhas de várias cores, sendo umas mais claras, em que é possível distinguir perfeitamente o sabugo (rosa) da parte que é possível cortar (branca). No entanto, alguns cães têm as unhas escuras, e torna-se muito difícil distinguir estas duas partes.

Em unhas claras, deve ter o cuidado de nunca cortar a parte rosa, apenas cortando a parte branca. Nas unhas escuras, já é mais difícil e, portanto, deve ir cortando pedaço por pedaço para garantir que não corta mais do que aquilo que deve.

Também é importante ter em consideração o comportamento do cão para que este processo corra melhor. Quando o cão não colabora e se debate é provável que puxe a unha e possa cortar o sabugo sem intenção, causando dor e hemorragia.

Ensine o seu cão desde pequeno a permitir que lhe cortem as unhas. Pode, para tal, utilizar técnicas de reforço positivo, incentivando-o a portar-se bem enquanto corta as unhas. Caso o cão se porte mal, deve sempre pedir ajuda a uma ou mais pessoas, para o ajudarem a cortar ou a segurar bem o cão.

O utensílio para cortar as unhas que utiliza também é de extrema importância, sendo que deve sempre preferir um corta-unhas indicado para cães, pois corta-unhas de pessoas não são os mais adequados e podem acabar por ferir o seu patudo.

Caso não se sinta confortável ou o seu cão não colabore, ou simplesmente não se sinta preparado para o fazer em casa, opte por levar o animal ao médico veterinário ou a uma petshop, onde os profissionais estão já habituados a esses procedimentos.

Fontes

Colville, Thomas P.; Bassert, Joanna M. Clinical Anatomy and Physiology Laboratory Manual for Veterinary Technicians.

Veja também