Drª Patricia Azevedo | Médica Veterinária
Drª Patricia Azevedo | Médica Veterinária
29 Jun, 2020 - 09:30

Insuficiência cardíaca em cães: como identificar e tratar esta patologia

Drª Patricia Azevedo | Médica Veterinária

A insuficiência cardíaca em cães é um problema bastante comum, principalmente nos cães idosos. Saiba quais os sinais numa fase precoce e o que deve fazer.

Insuficiência cardíaca em cães: Beagle deitado no sofá

A insuficiência cardíaca em cães caracteriza-se por uma disfunção do sistema cardiovascular, que é responsável por manter a pressão arterial e o débito cardíaco. Assim, uma disfunção neste sistema pode comprometer as funções vitais do organismo.

É importante salientar que a insuficiência cardíaca em cães não é um problema concreto, mas sim uma denominação médica utilizada para descrever vários transtornos do coração, sendo que a existência de uma insuficiência pressupõe sempre um problema cardíaco subjacente, pelo que deve ser sempre procurada a causa do problema.

Causas de insuficiência cardíaca em cães

Beagle a dormir no sofá

Podem ser várias as causas de insuficiência cardíaca em cães, entre elas:

1.

Insuficiência miocárdica

Esta é a causa mais frequente de insuficiência cardíaca em cães e reflecte uma incompetência do músculo cardíaco se contrair. Pode ter várias origens entre as quais, infecções, tóxicos, genética ou trauma.

1.

Sobrecarga de pressão

O coração é constituído por várias câmaras e devem ter uma determinada pressão no seu interior para que este órgão funcione corretamente. No entanto, devido a várias anomalias pode surgir um aumento de pressão no interior destas câmaras (sobrecarga).

De forma geral este aumento de pressão ocorre de forma compensatória quando o músculo do coração tem que exercer maior pressão para conseguir o mesmo fluxo sanguíneo, sobretudo quando é necessário compensar algum mecanismo deficiente como a estenose aórtica (estreitamento do vaso).

2.

Sobrecarga de volume

A sobrecarga de volume ocorre em qualquer doença que faça com que o volume de sangue no interior das câmaras aumente, como, por exemplo, no caso de insuficiência valvular (mau funcionamento de alguma válvula cardíaca) que é muito comum ocorrer em cães mais idosos, devido ao desgaste.

3.

Obstrução do fluxo cardíaco

A existência de algumas estruturas perto do coração podem levar a uma obstrução do fluxo cardíaco, caso esta estrutura provoque algum tipo de compressão cardíaca.

Pode ocorrer devido à existência de líquido à volta do coração, massas, presença de parasitas (dirofilariose), por exemplo.

Sinais de insuficiência cardíaca em cães

Cão idoso deitado no chão

Numa fase inicial da doença, os sinais podem ser muito subtis e passar despercebidos aos tutores. No entanto, estar atento à presença destes sinais pode fazer toda a diferença relativamente ao início precoce de tratamento e melhor prognóstico.

  • Cansaço frequente e mais do que o normal
  • Tosse, principalmente durante o exercício e à noite
  • Síncope (desmaio)
  • Dispneia (dificuldade em respirar)
  • Intolerância à atividade física
  • Mucosas arroxeadas
  • Ascite (acumulação de liquido na cavidade abdominal) também conhecida como “barriga de água”
  • Edema nos membros
  • Alterações na frequência cardíaca

Estes são os sinais mais frequentes de insuficiência cardíaca em cães. Se notar algum destes sinais no seu cão deve contactar o seu médico veterinário logo que possível e marcar uma consulta para avaliação do cão.

Diagnóstico de insuficiência cardíaca em cães

Após a demonstração de sintomas de insuficiência cardíaca em cães deve consultar o seu médico veterinário e, em caso de suspeita, este, para além de um exame físico em que ausculta o animal e uma anamnese minuciosa, fará uma série de exames para confirmar se o animal tem de facto algum problema cardíaco.

O médico veterinário pode requerer análises ao sangue, ecografia, ecocardiografia, electrocardiograma (ECG), radiografia. Consoante a suspeita do médico veterinário, serão pedidos os exames complementares mais adequados para um diagnóstico preciso.

Cão no veterinário a ser preparado para cirurgia

Tratamento de insuficiência cardíaca em cães

Consoante a causa de insuficiência cardíaca em cães, o tratamento pode ser diferente. Todavia, em grande parte dos casos, este é um problema que acompanhará o animal para o resto da sua vida e, portanto, pode necessitar de medicação e acompanhamento permanente.

Em alguns casos é possível reverter o problema, como de algumas malformações que podem ser corrigidas cirurgicamente.

Em casos agudos o animal pode necessitar de hospitalização para que seja controlada a crise.

A alimentação de um animal com este tipo de problema deve também ser adequada e com baixo teor em sódio. Existem já algumas gamas comercializadas de ração e alimentos húmidos formulados para animais com problemas cardíacos. Porém, nunca muda a dieta do seu melhor amigo sem consultar o seu médico veterinário, especialmente se houver alguma patologia.

Quando o animal estiver estabilizado, o médico veterinário irá prescrever vários medicamentos que auxiliam na função cardíaca, e que o seu melhor amigo terá que tomar diariamente. A toma da medicação conforme a prescrição é muito importante para garantir o sucesso do tratamento e proporcionar uma melhor qualidade de vida ao seu cão.

Veja também