Nutricionista Rita Lima
Nutricionista Rita Lima
25 Mai, 2020 - 08:32

Como usar e guardar a cebola de forma adequada?

Nutricionista Rita Lima

Sendo um dos alimentos mais versáteis para cozinhar, é importante saber como usar e guardar a cebola de forma adequada para maximizar o seu tempo de vida.

Como guardar a cebola: cebolas inteiras e descascadas em cima de tábua de madeira

A cebola é um dos alimentos mais versáteis na cozinha. Pode ser utilizada em cru, grelhada, salteada, frita ou caramelizada, conferindo mais sabor às suas preparações ou saladas cruas. Mas sabe como guardar a cebola quando sobra?

A nível de conservação saiba que é um alimento que, quando inteiro, não deve ser armazenado no frigorífico, devendo ser mantido à temperatura ambiente. Por outro lado, quando cortado já deve ser guardado no frigorífico ou no congelador (1).

Se também quer garantir uma boa conservação e minimizar o desperdício das cebolas, saiba como usar e guardar a cebola da forma mais correta.

Como usar e guardar a cebola inteira?

Taça com cebolas inteiras

Antes de avançarmos para a melhor forma de armazenar a cebola, importa referir que tão importante como o armazenamento é o momento da compra.

Com efeito, quando estiver a comprar cebolas, escolha aquelas que apresentam uma casca seca e dura, sem sinais de humidade nem deterioração, e com um cheiro não muito intenso.

Como referido anteriormente, a cebola tradicional quando inteira e ainda com casca, não deve ser armazenada no frigorífico, mas sim num local fresco (entre 4 e 10°C), seco, bem ventilado e escuro (sem exposição à luz solar), como é o caso de uma cave ou garagem ou armário.

Tal facto deve-se à facilidade que este alimento tem de absorver humidade. Perante temperaturas e humidade muito altas, a cebola começa a apodrecer e ganhar microrganismos. Ao guardar a cebola no frigorífico irá expor este alimento a um ambiente de elevada humidade, que irá diminuir o seu tempo útil de vida.  

Além destes cuidados, evite guardar as cebolas em sacos de plástico, pois podem ganhar fungos devido à falta de ventilação (2).

Armazenamento de alimentos no frigorífico: legumes numa gaveta
Veja também Como fazer um correto armazenamento dos alimentos no frigorífico

Como usar e guardar a cebola cortada?

Cebolas inteiras e cebola cortada em tábua de madeira

Quando falamos de guardar cebola cortada, o método de armazenamento mais correto já é diferente, visto que, neste caso, deverá ficar no frigorífico até posteriores utilizações, tanto em cru como confecionada.

1.

Cebola inteira descascada

Após ser descascada, a cebola inteira deve ser armazenada no frigorífico para futuras utilizações, de modo a prevenir a contaminação bacteriana.

Neste caso, deve guardar a cebola numa caixa hermética fechada e numa temperatura inferior a 4°C. Desta forma, a sua cebola pode durar até 14 dias sem se deteriorar  (1, 2).

2.

Cebola picada ou cortada

A cebola cortada com casca ou picada também deve ser guardada no frigorífico por um período não superior a 10 dias.

Basta, para isso, envolver a cebola com película protetora ou mantê-la num recipiente hermeticamente fechado.

Para uma utilização da cebola a longo prazo, deve guardá-la no congelador, já em porções individuais, por um período até 6 meses, nas mesmas condições que as mencionadas para o armazenamento no frigorífico (1, 2).

3.

Cebola cozinhada

A cebola cozinhada, à semelhança das alternativas anteriores, também deve ser guardada no frigorífico, mas por um período de apenas 5 dias.

Neste caso, também deve colocá-las num recipiente hermético ou num saco fechado pouco tempo após a confeção, de modo a evitar a contaminação bacteriana que pode ocorrer se a cebola for deixada à temperatura ambiente durante longos períodos.

Como alternativa, as cebolas cozinhadas podem ser armazenadas no congelador por um período de 3 meses (1, 2).

Benefícios da cebola para a saúde

Homem a cortar cebola para refogado

Um dos principais benefícios da cebola para a saúde é o seu elevado teor em antioxidantes e compostos fenólicos, com efeitos relevantes para a prevenção de doenças crónicas como cancro, doenças neuro-degenerativas e envelhecimento precoce.

Além disso, a cebola apresenta também propriedades anti-inflamatórias e antibacterianas (3).

Neste contexto, dentro dos principais benefícios deste alimento para a saúde, encontram-se:

  • Prevenção de doenças crónicas, em particular do cancro e doenças cardiovasculares
  • Redução da pressão arterial
  • Regulação da glicemia
  • Prevenção de coágulos sanguíneos
  • Rica em fibra, importante para a regulação do trânsito intestinal
  • Rica em vitaminas do complexo B, cruciais para o metabolismo celular e energético
  • Melhoria da função imunitária e prevenção de infeções bacterianas. (3, 4)

Fontes

  1. National Onion Association. Disponível em: https://www.onions-usa.org/all-about-onions/onion-color-flavor-usage-guide/
  2. Ryan Raman, 2018. “The Best Way to Store Onions”. Disponível em:  https://www.healthline.com/nutrition/how-to-store-onions
  3. Adda Bjarnadottir, 2019. “Onions 101: Nutrition Facts and Health Effects”. Disponível em: https://www.healthline.com/nutrition/foods/onions#plant-compounds
  4. MartaCorzo-Martínez et al, 2007. “Biological properties of onions and garlic”. Disponivel em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0924224407002282
Veja também