Psicóloga Ana Graça
Psicóloga Ana Graça
08 Jul, 2020 - 09:35

Máscaras em crianças: com que idade devem usar e como ajudar a que gostem de as usar?

Psicóloga Ana Graça

A utilização de máscara em crianças não é recomendada até aos dois anos e há orientações específicas a partir dos seis.

Crianças e máscaras: menino com máscara e álcool-gel na mão

Tem sido aconselhada a utilização de máscaras como medida complementar para limitar a transmissão de SARS-CoV-2 na comunidade. A sua boa utilização implica o conhecimento e domínio das técnicas de colocação, uso e remoção e, se para os adultos tem sido um desafio, como será a relação entre crianças e máscaras?

A partir de que idade as crianças têm de usar máscara?

Mãe a colocar máscara à filha

À semelhança dos adultos, passou a ser necessário o uso de máscara por parte de algumas crianças. No entanto, estas não devem ser colocadas em bebés e crianças até dois anos, de acordo com os Centros de Controlo e Prevenção de Doenças dos EUA), essencialmente nos espaços que apresentam maior perigo de contágio (espaços interiores fechados com múltiplas pessoas).

De uma forma geral, a Organização Mundial de Saúde refere que uma criança com menos de 5 anos não precisa de usar máscara, a menos que existam especificidades locais que assim o obrigue.

O uso de máscaras em crianças entre os 6 e os 11 anos, deve ser considerado tendo em conta as seguintes questões:

  • Se há um foco de transmissão na área de residência da criança;
  • Se a criança tem habilidade para manusear de forma segura a máscara;
  • Se há supervisão de um adulto e instruções concretas para as colocar e retirar;
  • Qual o impacto do uso de máscara no seu desenvolvimento psico-social e de aprendizagem, tendo em conta as indicações de professores, pais e equipa médica;
  • Se houver interação da criança com outras pessoas com elevado risco de desenvolver uma doença grave.

Segundo o Governo, o uso das máscaras de prevenção contra a Covid-19 ou viseiras por crianças nas escolas e nos transportes públicos é obrigatório a partir dos 10 anos.

Além disso, o uso de máscara ou viseira é obrigatório para qualquer criança que inicie o 5.º ano de escolaridade mesmo que tenha 9 anos.

Algumas das recomendações existentes referem que as crianças mais pequenas (idade pré-escolar) podem ter alguma dificuldade em aceitar usar a máscara, sobretudo se tal for necessário por um longo período de tempo.

Assim sendo, importa munir os pais de estratégias para que consigam sensibilizar as crianças para a importância do uso da máscara, bem como para que sejam capazes de lhes fornecer frequentemente informação acerca da importância da utilização da mesma (1).  

Crianças e máscaras: como ajudar a que gostem de as usar?

Seja no regresso à escola, numa ida ao hospital, ou na utilização de transportes públicos, são várias as circunstâncias em que é requerido o uso de máscaras por parte de algumas crianças. Assim sendo, importa que a relação entre crianças e máscaras seja de aceitação e tranquilidade. Eis algumas dicas que podem ajudar os pais neste processo:

1

Seja um exemplo

Mostre ao seus filhos que também usa máscara sempre que necessário e pertinente. Pode igualmente munir-se de outros bons exemplos, nomeadamente recorrendo a vídeos ou imagens das suas personagens de desenhos animados favoritos com máscaras (2).

Mãe e filha com máscara
2

Recorra a linguagem adequada à idade e fase de desenvolvimento das crianças

Seja sempre honesto. Use palavras simples e claras para explicar o porquê da necessidade de usar máscara. Pode dizer, por exemplo: “As máscaras servem para proteção de todos. Quando usamos máscaras o coronavírus não pode entrar nem pelo nariz, nem pela boca e vai-se embora” (2, 3).

3

Reforce nas crianças a sensação de controlo

Pode, por exemplo, deixar que sejam as crianças a escolher o tecido da sua máscara ou incentivá-las a decorar a própria máscara (2).

4

Acalme os medos

Quando perceber que os seus filhos se sentem assustados e incomodados procure acalmá-los e tranquilizá-los. Recorra a palavras de conforto (“A mãe está aqui, está tudo bem”) e a gestos de carinho (por exemplo, dar colo).

As crianças confiam no sorriso dos adultos para ter a certeza que está tudo bem. Agora que os sorrisos andam mais escondidos pelas máscaras, procure mostrar que as máscaras não são assustadoras e que as crianças estão seguras (2, 3).

Mãe a ler para a filha
5

Valide os sentimentos

Mostre às crianças que é perfeitamente natural que se sintam confusas e receosas. Dê-lhes tempo para que se habituem e reforce a sua paciência e a tolerância. Se até os adultos precisam de tempo para se habituarem ao uso de máscara, as crianças também não são diferentes (2, 3).

6

Transforme o uso de máscaras num momento de diversão

A diversão torna tudo melhor e as crianças dão sentido ao mundo através da brincadeira. Tenha uma máscara extra à mão para que as crianças a experimentem num boneco de peluche ou na sua boneca favorita. Deixe os mais pequenos explorarem a máscara e brincar ao faz de conta. Podem brincar aos super-heróis, aos médicos ou simular uma ida ao restaurante, utilizando a máscara (2).

Menina e urso peluche com máscara
7

Demonstre as vezes que forem necessárias

Mostre às crianças como usar a máscara. Coloque e tire a máscara as vezes que forem precisas, para que compreenda e assimile todo o procedimento. Este exercício tem o benefício extra de mostrar aos mais pequenos que por detrás da máscara está um rosto amigável, em quem confiam (3).

crianças com máscara de forma tranquila

Em suma, o uso de máscara não é necessariamente assustador e incompreendido. É possível que as crianças se sintam seguras e tranquilas, quando obtêm dos adultos mais próximos indicações claras e adequadas à idade e fase de desenvolvimento.

Mais ainda, importa não esquecer que o uso de máscara é apenas uma medida completar e que as restantes boas práticas (por exemplo, lavagem das mãos) não devem ser esquecidas e devem também ser reforçadas e clarificadas junto dos mais pequenos.

Fontes

  1. Centers for Disease Control and Prevetion. (2020). Considerations for Wearing Cloth Face Coverings. Disponível em: https://www.cdc.gov/coronavirus/2019-ncov/prevent-getting-sick/cloth-face-cover-guidance.html
  2. Boston Childre’s Hospital. (2020). How to encourage your child to wear a mask for COVID-19 protection. Disponível em: https://discoveries.childrenshospital.org/kids-masks-covid/
  3. Ordem dos Psicólogos Portugueses. (2020). As máscaras são nossas amigas. Disponível em: https://www.ordemdospsicologos.pt/ficheiros/documentos/criancas_lidar_mascaras.pdf
Veja também