Farmacêutica Rita Teixeira
Farmacêutica Rita Teixeira
05 Jul, 2022 - 17:56

Estrias: porque aparecem e como tratar o problema

Farmacêutica Rita Teixeira

As incómodas estrias são, na verdade, reflexo de um estiramento da pele. Saiba o que fazer para combater este problema.

As estrias podem aparecer em qualquer altura tanto em homens como mulheres e são formadas por causa da diminuição da espessura da derme e da epiderme, resultante muitas vezes de um aumento do volume corporal repentino. Como a pele tende a esticar demasiado rápido, acaba também por sofrer certas consequências.

Isto pode ocorrer quando há um estiramento da pele, devido ao rompimento e destruição de fibras elásticas que sustentam a camada intermédia da pele. Esta camada é formada por colagénio e elastina que garantem a elasticidade e tonicidade desta. Quando esta camada sofre um rasgão, as camadas inferiores vão surgir à superfície, formando as chamadas estrias.

Quais os tipos de estrias que existem?

As estrias são todas semelhantes, independentemente da zona do corpo onde aparecem. No entanto, podemos distingui-las em estrias recentes e estrias antigas, uma vez que apresentam algumas diferenças.

As mais recentes, apresentam uma cor rosa ou púrpura, consequência da revelação dos vasos sanguíneos pela zona onde a pele rasgou. Já as mais antigas tornam-se muito clarinhas, quase brancas, uma vez que o processo inflamatório já é antigo.

As estrias têm tendência a notar-se mais ou menos dependendo da tonalidade de cor de pele da pessoa, sendo que em pessoas de pele negra, a cor da estria pode também ser mais escura.

Apesar do aparecimento de estrias não apresentar sintomas, podemos associar às mais recentes uma certa coceira ou uma ligeira sensação de desconforto, uma vez que caraterizam o processo inflamatório que decorre. Mas estes sintomas não acompanham todas as estrias, logo não é comum em todas as pessoas.

O mesmo não se verifica nas estrias antigas, uma vez que nestas já não existe inflamação, havendo só uma atrofia intensa das fibras de colagénio.

Quais as suas principais causas das estrias?

Tal como já foi dito, estas linhas que parecem desenhadas no nosso corpo são um problema muito comum tanto em homens como em mulheres, e quase toda a gente acaba por desenvolver uma ou outra em alguma altura da vida. Estas podem aparecer em qualquer zona sendo a barriga, braços, seios e ancas os locais mais comuns.

Estão associadas a mudanças repentinas no corpo, que podem aparecer na idade adulta ou na fase da adolescência. Geralmente são causadas por uma rápida alteração no peso, no crescimento, na massa muscular, devido a alterações nutricionais ou hormonais, medicamentos ou uma gravidez.

Resumidamente, as estrias afetam:

  • Grávidas;
  • Adolescentes e jovens;
  • Pessoas com historial de estrias na família;
  • Pessoas com excesso de peso;
  • Pessoas que passaram por perda ou ganho peso muito evidente.

Existe tratamento para as estrias?

Alterações físicas no nosso corpo têm um grande impacto na nossa pele por isso, é importante evitar variações drásticas de peso. Mesmo o aumento de massa muscular em desportistas deve ser feito de forma controlado.

No entanto nem sempre é possível evitar certos acontecimentos no nosso corpo. Quando não podemos proteger a nossa pele de uma forma controlada pelo tempo, devemos então investir numa boa hidratação da pele, seja através de cremes hidratantes como pela ingestão de cerca de 1,5L de água por dia, para tentar ao máximo evitar o aparecimento de estrias.

Caso a pele já apresente algumas marcas, há formas de as disfarçar, bem como de as eliminar através de alguns tratamentos estéticos – e importa referir que o dermatologista é o profissional de saúde mais indicado para aconselhar sobre quais os melhores tratamentos, tendo como base a pele de cada pessoa.

A eficácia dos tratamentos está relacionada com a fase em que a estria se encontram no local onde está e da sua espessura. Por isso mesmo, quanto mais cedo for feito o tratamento, mais resultados terá.

Ácido retinóico como aliado

Esta é uma solução mais barata e prática, no sentido em que pode realizar em casa, mas que não oferece resultados imediatos. Este foca-se na utilização de cremes hidratantes ricos em ácido retinóico, que acabam por estimular a produção de colagénio na zona onde é colocado, disfarçando e diminuindo as estrias, quando num uso prolongado e regular.

Veja também