Júlia de Sousa
Júlia de Sousa
13 Nov, 2015 - 18:45

Batidos proteicos pós-treino: o que saber?

Júlia de Sousa

Não é novidade que alimentação influencia o seu rendimento desportivo, bem como a recuperação após o treino. Os batidos proteicos são bons exemplos disso. 
 

Batidos proteicos pós-treino: o que saber?
O artigo continua após o anúncio

Já alguma vez experimentou batidos proteicos? Se não o fez, talvez queira reconsiderar.

Tudo o que deve saber sobre batidos proteicos

1. O que são os batidos proteicos?

Dito de forma simples, são – tal como o nome indica – batidos ricos em proteínas. Batidos usados essencialmente por atletas ou praticantes regulares de exercício físico. 

2. Quais são os seus principais benefícios? 

Se achava que os batidos proteicos eram apenas uma tendência em voga, desengane-se.

Podem até estar efetivamente na moda ou ser mais falados agora, mas há uma boa razão para isso. É que estes batidos têm inúmeros benefícios, principalmente para quem pratica exercício físico.

Entre os principais conta-se o facto de ajudarem no desenvolvimento, aumento e/ou definição muscular. Mas há mais. Estes batidos também ajudam ainda a repor os nutrientes necessários para a recuperação muscular. 

Além disso, quem pratica exercício físico, necessita de ingerir alimentos que possibilitem uma reposição rápida dos níveis de energia para a fase anabólica (a fase de crescimento de massa muscular) e os batidos proteicos são extremamente eficazes nesta tarefa. 

3. Outras vantagens… 

Além dos benefícios enumerados anteriormente, os batidos proteicos têm a seu favor o facto de serem práticos de preparar, consumir e até levar consigo. Isto para não falar que são muito simples e fáceis de fazer e possibilitam uma variedade infindável de combinações possíveis. 

4. Suplementação 

Alguns destes batidos podem conter, entre os ingredientes, suplementos (como a proteína whey, por exemplo), mas neste caso deve ter em atenção às doses diárias recomendadas, para evitar o consumo excessivo de proteínas, que pode ter efeitos nefastos para a sua saúde. 

Segundo o American College of Sports Medicine (ACSM), indivíduos que pratiquem exercício físico moderado a intenso podem ingerir entre 1,2 a 1,4 gramas de proteína por quilo de peso corporal, podendo em certos casos chegar às 1,7 gramas. 

5. Quando deve tomar os batidos proteicos? 

Idealmente, os batidos proteicos devem ser idealmente ingeridos até uma hora depois do exercício físico, a chamada janela metabólica. Podem também ser ingeridos antes do exercício físico (1 hora antes), tendo em conta que a proteína deve ser de fácil digestibilidade para não causar desconforto gástrico durante o treino. 

6. O que deve conter?

A ideia é que tente criar um batido bastante nutritivo. O ideal é que combine – obviamente – proteínas (como leite de vaca magro, soja, queijo quark ou iogurte magro, por exemplo) com hidratos de carbono complexos (como aveia, muesli, cereais, farelo de trigo ou bolachas, por exemplo),  e simples (como frutas). Pode ainda acrescentar outros ingredientes como canela ou mel para dar mais sabor. 

O segredo é simples: quanto mais saboroso e nutritivo, melhor!

Veja também