Publicidade:

Benefícios do leite materno para o bebé e para a mãe

Os benefícios do leite materno para o bebé são muitos, principalmente a nível do reforço do sistema imunitário, sendo este um alimento completo e capaz de assegurar o correto crescimento e desenvolvimento da criança. Para a mãe, ajuda no retorno ao peso habitual, na proteção de hemorragias e no vínculo afetivo com a criança.

 
Benefícios do leite materno para o bebé e para a mãe
O leite materno deverá ser o primeiro alimento a ser oferecido à criança e, sempre que possível, em exclusivo.

No que diz respeito à alimentação do bebé, as recomendações preconizadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) são muito claras: nos primeiros 6 meses o bebé deve ser alimentado exclusivamente pelo leite materno.

Neste contexto e pelo facto de os benefícios do leite materno para a criança, e também para a mãe, serem inúmeros, é recomendada a amamentação exclusiva até aos 6 meses de idade (180 dias) e, após este período, a introdução da alimentação complementar, nutricionalmente adequada e segura, mantendo-se, contudo, a amamentação até aos 2 anos ou mais.

No que diz respeito à diversificação alimentar, apesar de existirem recomendações, deverá, acima de tudo, existir flexibilidade, visto que os bebés são todos diferentes e, por isso, não há verdades científicas absolutas.

Benefícios do leite materno para o Bebé


beneficios do leite materno e mae a amamentar

Tal como referido anteriormente, o leite produzido pela mãe é o alimento mais completo para o recém-nascido, assegurando um crescimento, desenvolvimento e saúde ótimos do bebé.

De facto, como é rico em água, proteínas, lípidos, hidratos de carbono, vitaminas e minerais, o leite materno suprime as necessidades nutricionais e energéticas do bebé, fornecendo-lhe todos os nutrientes de que ele precisa nos primeiros meses de vida.

Além do crescimento e desenvolvimento, verificam-se muitos outros benefícios do leite materno para o bebé, nomeadamente: menor risco de infeções, asma, obesidade, diabetes, leucemia, síndrome da morte súbita no lactente, entre outras situações clínicas.

1. Reforça o sistema imunitário

Em comparação com os leites artificiais, o leite materno possui maior teor de proteínas, algumas das quais importantes para reforçar o sistema imunitário do bebé, nomeadamente a lactoferina e imunoglobulinas, protegendo o bebé de infeções, em particular, gastrointestinais, respiratórias e urinárias.

Além disso, a mãe transmite anticorpos através do seu leite, o que torna esta proteção ainda mais efetiva e ajuda ainda a prevenir doenças alérgicas, nomeadamente a asma.

2. Previne o excesso de peso e obesidade na infância e idade adulta

O leite materno fornece proteínas que influenciam a produção de neurotransmissores e hormonas responsáveis pela regulação do apetite, humor e ciclos de sono do bebé, os quais são importantes moduladores do comportamento alimentar no futuro.

3. Facilita o processo de diversificação alimentar

Uma vez que o leite materno é influenciado pela alimentação da mãe, o bebé ao ingerir este leite contacta com diversos sabores presentes na alimentação da mãe e começa a familiarizar-se com os mesmos. Este fator é tanto mais vantajoso quanto mais saudável for a alimentação da mãe.

Mais tarde, quando iniciar a diversificação alimentar, será mais fácil introduzir estes alimentos.

4. É de fácil digestão e melhora o funcionamento do trânsito intestinal

Sendo um alimento natural, o leite materno é de fácil digestão para o frágil sistema digestivo do bebé e fornece enzimas digestivas, promovendo ainda o adequado funcionamento do trânsito intestinal através dos fatores de crescimento que possui.

5. Favorece o vínculo afetivo entre a mãe e a criança

Pelo facto de estabelecer o contacto frequente entre a mãe e o bebé, o processo de amamentação favorece a criação de um vínculo afetivo mais forte.

Benefícios do leite materno para a mãe


mae feliz com o bebe

Além dos benefícios do leite materno para o bebé, a amamentação também tem benefícios para a mãe:

  1. Favorece o retorno ao peso normal para a mãe, visto que gasta cerca de 600 kcal adicionais por dia;
  2. É uma fonte alimentar gratuita, permitindo economizar o valor que gastaria em leites artificiais;
  3. Contribui para a diminuição da incidência de hemorragias pós-parto e anemia;
  4. Facilita o retorno do útero ao tamanho normal (involução uterina);
  5. Aumenta a autoestima e sensação de bem-estar;
  6. Simplifica as rotinas diárias: está sempre à temperatura ideal e pronto a servir;
  7. Diminui o risco de alguns tipos de cancro pós-menopausa, como cancro da mama e ovário, osteoporose, doenças cardiovasculares, entre outras.

Posto isto, é ainda importante salientar que o leite materno sofre alterações na composição ao longo do tempo e durante a mesma mamada (no início é mais rico em anticorpos e no final em gordura), daí ser muito importante que o bebé esvazie a mama a cada mamada.

Quando não é possível o aleitamento materno…

Embora as condições mencionadas anteriormente constituam o “cenário ideal”, muitas mães não conseguem fazer aleitamento materno exclusivo até aos 6 meses e muito menos mantê-lo até aos 2 anos.

Nestes casos, a introdução de novos alimentos deverá ser feita após os 4 meses e o aleitamento deverá ser feito com leite artificial receitado pelo médico até aos 12 meses.

>Saiba mais sobre a alimentação do bebé por idades aqui.

Veja também:

Nutricionista Rita Lima Nutricionista Rita Lima

Rita Lima é nutricionista, licenciada em Ciências da Nutrição pela Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto em 2016 e frequentou o Curso de Nutrição no Desporto na mesma faculdade. É membro efetivo da Ordem dos Nutricionistas.

O Vida Ativa disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento nutricional, de saúde ou de treino. O Vida Ativa não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui nem dispensa a assistência profissional qualificada e individualizada. Caso pretenda sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].