Revisão Vida Ativa
Revisão Vida Ativa
27 Nov, 2020 - 08:14

Transporte de doentes no Porto: saiba se está isento ou quanto tem de pagar

Revisão Vida Ativa

Precisa de usufruir do serviço de transporte de doentes no Porto? Saiba que instituições prestam esse serviço e perceba se está isento.

Transporte de doentes no Porto

Se precisa de transporte não urgente, destinado a consultas, tratamentos, altas para domicílio, a partir da urgência e do internamento, fizemos uma compilação de instituições que prestam este serviço de transporte de doentes no Porto.

O transporte de doentes destina-se a estabelecimentos e serviços que integrem o Serviço Nacional de Saúde ou a entidades de natureza privada ou social com acordo, contrato ou convenção para a prestação de cuidados de saúde.

Alguns cidadãos estão isentos do pagamento deste serviço, enquanto que outros têm de pagar o transporte. Fique a par dos valores em causa.

Transporte de doentes no Porto: contactos e preços

Ambulância para transporte de doentes

O preço do transporte de doentes no Porto pode variar em função de eventuais descontos a que o utente possa ter direito e de custos extra, além do preço por quilómetro, como a taxa de saída, o tempo de espera pelo utente e a necessidade de oxigénio, por exemplo.

Confira, agora, os contactos e preços praticados por algumas das entidades que prestam o serviço de transporte de doentes no Porto.

Associação de Solidariedade Humanitária de Canelas

Morada: Rua Delfim Lima 1875, 4410-227 Vila Nova de Gaia

Contacto: 22 712 5092

Preço estimado:

  • 40€ (20€ para cada lado) – se o transporte for realizado em Vila Nova de Gaia
  • 50€ (25€ para cada lado) – se o transporte for realizado no Porto
  • 0,70 cênt./km – se o transporte for realizado for do Grande Porto

Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Gondomar

Morada: Rua 5 de Outubro 68, 4420-086 S. Cosme

Contacto: 22 483 0001

Preço estimado:

  • 60€ (ida e volta) – para os hospitais de S. João e Sto. António, para utentes pertencentes às freguesias do concelho de Gondomar, exceto Rio Tinto (transporte operado pelos Bombeiros Voluntários da Areosa)

Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Marco de Canaveses

Morada: Avenida Gago Coutinho 553, Marco de Canaveses

Contacto: 255 534 115

Preço estimado:

  • 0,60 cênt./km com taxa de saída de 10€ – para não sócios
  • 0,30 cênt./km com taxa de saída de 5€ – para sócios

Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Matosinhos – Leça

Morada: Avenida Antunes Guimarães, 4450-718 Matosinhos

Contacto: 22 998 4190

Preço estimado:

  • 25€ por transporte – para utentes de Leça/Perafita/Matosinhos
  • 30€ por transporte – para utentes fora de Matosinhos (por exemplo, Porto)
  • 35€ por transporte – para utentes fora de Matosinhos (por exemplo, Maia/Gaia)
  • Valor orçamentado – para transporte de utentes fora do Grande Porto

Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Moreira da Maia

Morada: Rua do Dr. Farinhote 1302, 4470-602 Vila Nova da Telha

Contacto: 22 942 1002

Preço estimado:

  • 15€ por transporte – para os hospitais e unidades dentro do distrito do Porto
  • 1€/km – fora do distrito do Porto
  • Com credencial médica o transporte é gratuito

Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Penafiel

Morada: Largo Bombeiros Voluntários 2/6 4560, Penafiel

Contacto: 255 212 122

Preço estimado:

  • 0,30 cênt./km – para transportes para sócios dentro do Grande Porto
  • 0,60 cênt./km – para transportes para não sócios dentro do Grande Porto
  • Valor orçamentado – para transportes fora do Grande Porto

Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários Portuenses

Morada: Rua das Cruzes, 580. 4100-191 Porto

Contacto: 226 151 806

Preço estimado:

  • 35€ (valor da taxa de saída) – para transportes dentro do Porto
  • 30€ (valor da taxa de saída) + 0,70 cênt./km – para transportes fora do Porto

Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Valongo

Morada: Avenida 5 de Outubro 131, 4440-452 Valongo

Contacto: 22 422 0002

Preço estimado:

  • Orçamentado de acordo com a localização (morada do utente como ponto de partida), trajeto, condições do doente, entre outros fatores

Carlos Pestana, Lda

Morada: Lugar de Crasto, Lote 2, Zona Industrial nº2, 4560-709 Penafiel

Contacto: 255711523

Preço estimado:

  • 15€ (valor de taxa de saída) – transporte num raio de 30 km
  • 0,51 cênt./km – transporte fora do raio de 30 km
  • Oxigénio – taxa de acréscimo de 10€
  • Transporte de doente COVID-19 – taxa de acréscimo de 10€

Invicta Ambulâncias

Morada: Rua de Santos Pousada n.811 4º esq, 4000-488 Porto

Contacto: 938 481 911

Preço estimado:

  • 40€ – transporte do doente em cadeira de rodas (Grande Porto)
  • 50€ – transporte do doente em maca (Grande Porto)

Salvavida – Transporte de Doentes

Morada: Rua Casal 525, 4415-190 Pedroso

Contacto: 22 782 6171

Preço estimado:

  • 40€ (cada viagem) (Valor de taxa de saída) – dentro do Porto e Gaia

Transporte de doentes no Porto: quem está isento?

Transporte de doentes

Importa saber quem está isento do pagamento deste serviço visto que o transporte de doentes no Porto ou noutra região do país pode ser gratuito para algumas pessoas.

Para isso, estas devem reunir as condições exigidas por lei e possuir a prescrição de um médico pertencente ao Serviço Nacional de Saúde, onde conste a justificação clínica que determine a necessidade desse serviço.

De acordo com a Portaria nº 142-B/2012, de 15 de maio, e respetivas alterações, estão isentos do pagamento de transporte de doentes (1):

  1. As vítimas dos incêndios de grandes dimensões, ocorridos entre os dias 17 e 24 de junho de 2017 e a 15 e a 16 de outubro de 2017.
  2. As pessoas em situação de insuficiência económica (ou seja, cujo agregado familiar tem um rendimento mensal igual ou inferior a 1,5 vezes o valor do Indexante dos Apoios Sociais) e:
    – com incapacidade igual ou superior a 60%,
    – com condição clínica incapacitante, resultante de sequelas motoras de doenças vasculares, transplantados, insuficiência cardíaca e respiratória grave, perturbações visuais graves, doença do foro ortopédico, doença neuromuscular de origem genética ou adquirida, patologia do foro psiquiátrico, doenças do foro oncológico,
    – queimaduras,
    gravidez de risco,
    – doença infetocontagiosa que implique risco para a saúde pública,
    – doença renal crónica,
    – paralisia cerebral e situações neurológicas afins com comprometimento motor.
  3. Menores com doença limitante/ameaçadora da vida.

Em situação de prestação prolongada e continuada de cuidados de saúde, a isenção aplica-se em caso de (1):

  • Insuficiência renal crónica
  • Reabilitação em fase aguda em determinadas situações
  • Doentes oncológicos
  • Doentes transplantados
  • Doentes insuficientes renais crónicos (que realizem diálise peritoneal ou hemodiálise domiciliária)
  • Doentes com grau de incapacidade igual ou superior a 60% de natureza motora;
  • Doentes que necessitem de cuidados paliativos
  • Outras situações clínicas, justificadas pelo médico

Transporte de doentes no Porto: o que fazer se não está isento?

Se não reúne as condições para ter isenção no transporte de doentes, então pode recorrer aos bombeiros, à Cruz Vermelha ou a entidades sem fins lucrativos, como a Santa Casa da Misericórdia ou as juntas de freguesia da sua zona de residência.

Convém dizer que não há critérios legais para calcular o custo do transporte de doentes Porto, pelo que o preço por quilómetro pode variar muito de entidade para entidade.

Transporte de doentes no Porto e COVID-19

Idosa com máscara

Devido à atual pandemia de COVID-19, foi publicado o Decreto-Lei n.º 19/2020 que veio estabelecer um regime temporário e excecional de apoio às associações humanitárias de bombeiros.

A ajuda deve-se, essencialmente, à queda abrupta no transporte de doentes não urgentes, assim como o acréscimo de gastos com equipamentos de proteção individual e material de desinfeção.

Apesar do contexto pandémico, o transporte de doentes no Porto continua a funcionar. É necessário, porém, certificar-se de que cumpre com todas as medidas de prevenção do contágio, se precisar de recorrer a este serviço.

Veja também