Psicóloga Ana Graça
Psicóloga Ana Graça
17 Set, 2018 - 13:07

Susto nos bebés: sabe porque é que o seu bebé se assusta?

Psicóloga Ana Graça

Desde que nasce, o bebé tem reflexos automáticos que lhe permitem adaptar-se e proteger-se. Um desses reflexos acontece nas situações de susto nos bebés.

Susto nos bebés: sabe porque é que o seu bebé se assusta?

O choro é comum nos bebés e surge, muitas vezes, como resposta a situações de medo, susto, frustração ou dor súbita. É comum o choro do bebé provocar nos pais uma grande angústia, ansiedade, medo e dúvida, sobretudo quando percebem que o seu bebé está assustado e receoso. Mas o que é que provoca susto nos bebés e será está uma reação normal ou uma reação a evitar?

Perante um susto ou na presença de ruídos excessivos e desconfortáveis (por exemplo, o toque do telemóvel ou a televisão com o volume demasiado elevado) o bebé tende a chorar. Nestas situações o choro tende a ter traços de irritação e exaustão, sendo um choro mais “gritado”.

As reações de susto nos bebés

susto nos bebes

Alguns pais surpreendem-se e preocupam-se com o facto do seu bebé se assustar com alguma frequência e começam a questionar-se se é normal a presença do susto nos bebés tão pequeninos. De facto, o susto é uma reação normal, que todos nós temos, e os bebés não são exceção.

Nos primeiros meses de vida, é perfeitamente comum que os pais notem reações de surpresa e susto nos bebés, sobretudo em resposta a sons altos ou inesperados. O bebé tende a tentar localizar os sons, virando o rosto ou a cabeça. Quando há um ruído forte e inesperado é normal que o bebé reaja de forma assustada. Nestas situações é comum o bebé esticar o corpo, curvar os ombros e mover os braços para cima como se tentasse proteger-se. Aliás, este reflexo de proteção perante um susto é algo que mantemos ao longo da vida, mesmo quando já somos adultos.

Outra das situações muito relatadas de susto nos bebés refere-se às ocasiões em que o bebé adormece profunda e calmamente no colo dos pais e, quando é hora de passar para o berço/caminha, acorda sobressaltado e assustado. Esta reação, apelidada de reflexo de Moro, acontece porque o bebé sente não estar tão bem amparado como estava anteriormente, ou seja, a mudança no amparo da cabecinha do bebé (posição da cabeça é alterada e perde a sustentação que mantinha nos braços dos pais) tende a provocar uma reação clara de susto nos bebés.

Por norma, o bebé tende a abrir ou estender os braços e as pernas, tornando a juntá-los rapidamente, ao mesmo tempo que chora de forma mais ou menos intensa. Este reflexo tende a desaparecer até ao 6º mês de vida.

O que fazer perante o susto nos bebés?

mae com bebe ao colo

Apesar da reação de susto nos bebés ser um fenómeno natural, é compreensível que os pais se sintam assustados, sem saber o que fazer.

Apesar de habitualmente esta não ser uma situação que inspire preocupação, é sempre aconselhável que os pais refiram o assunto e tirem as suas dúvidas junto do pediatra que acompanha o bebé.

Quando o seu bebé de meses se assusta, tente lembrar-se que essa reação é natural e que todos nos assustamos perante o desconhecido. Garanta ao seu bebé um espaço envolvente acolhedor e tranquilo, que lhe transmita segurança e evite sobressaltos.

Tente afastar do bebé os ruídos potencialmente mais assustadores (barulho de eletrodomésticos; gritos de pessoas; barulho de certos animais), evitando assim a sensação de medo e insegurança. Experimente pegar o bebé ao colo, transmita-lhe calma, sentimento de proteção e, ao mesmo tempo, tente afastar o bebé do ruído que o incomoda.

Outra estratégia importante passa pelos pais tentarem manter uma atitude calma, serena e segura perante as situações de susto no bebé. Ao manterem esta postura, os pais estão a transmitir ao bebé uma grande sensação de segurança, que o irá ajudar a acalmar-se e a sentir-se protegido.

Veja também: