Catarina Milheiro
Catarina Milheiro
24 Out, 2022 - 11:52

Erros com a roupa de trabalho: os 10 mais comuns

Catarina Milheiro

Conheça os 10 erros com a roupa de trabalho que são mais comuns e evite-os. Saiba sempre o que vestir e poupe tempo.

Estar a par dos erros com a roupa de trabalho vai fazer com que economize tempo, paciência e com que se sinta bem todos os dias.

É natural que, por vezes, fique confuso sobre aquilo que é ou não apropriado para utilizar no local de trabalho. Afinal, quantos de nós se questionam todas as manhãs sobre “que roupa usar para ir trabalhar?”.

Muitas pessoas têm dúvidas sobre o que devem vestir, calçar, como devem ter o cabelo ou até relativamente ao uso de acessórios. São várias as interrogações que surgem em frente ao espelho.

Para o ajudar, reunimos um conjunto de erros mais comuns com a roupa de trabalho. Conheça muito bem o seu corpo, não ignore o dress code da empresa e sinta-se confortável.

Estes são os 10 erros com a roupa de trabalho: evite-os

Todos nós a determinada altura, já cometemos alguns erros com a roupa de trabalho. Ou porque não tivemos tempo no dia anterior para vermos o que vestir, ou porque saímos à pressa de casa ou até porque não nos sentimos devidamente inspirados. Os motivos podem ser distintos.

Apesar de existirem alguns erros comuns em relação ao que vestir para ir trabalhar, a verdade é que cada pessoa deve respeitar o seu próprio estilo dentro daquilo que é o dress code da empresa ou da função que exerce.

Conhecer o dress code da empresa é o primeiro passo para não cair em enganos e uma das regras de ouro para acertar no dia a dia é saber evitar qualquer exagero: de comprimento, acessórios, decote, etc.
1.

Desconhecer o dress code da empresa

E se há empresas formais, também existem outras totalmente informais. No entanto, utilizar uns chinelos de dedo ou uns jeans rasgados numa empresa formal, nunca irá ser uma escolha acertada.

Assim como calçar um sapato alto estilo stiletto para uma startup instalada no mundo digital, também causará alguma estranheza.

Por isso mesmo, torna-se crucial conhecer o dress code da empresa a partir do momento em que vai à entrevista de emprego. Tente perceber de que forma as pessoas se vestem e acompanhe esses códigos.

2.

Saias, vestidos ou calções muito curtos

De uma forma geral, um dos erros com a roupa de trabalho é utilizar roupa demasiado curta. Ou seja, o ideal é separar a roupa de trabalho com a roupa de sair à noite ou de praia, por exemplo.

Quando se usam vestidos, saias ou calções muitos curtos em ambiente laboral, acabamos por parecer pouco profissionais. E se tem dúvidas sobre o tamanho ideal, a medida adequada é cerca de 4 a 5 dedos acima do joelho.

Contudo, para além do comprimento é necessário que também tenha atenção ao tipo de tecido – existem tecidos que sobem à medida que caminhamos ou nos sentamos. Mas para isso, nada melhor do que testar em casa.

3.

Transparências demasiado exageradas

Atualmente as transparências são uma tendência no mundo da moda e para quem gosta de as usar, é importante saber qual a forma mais adequada para o fazer no local de trabalho.

Ainda há quem pense que não podem ser usadas em ambiente laboral. No entanto, podem – mas com moderação e em locais que não chamem mais a atenção do que a sua capacidade profissional.

O principal erro associado às transparências é o abuso delas. Assim, um detalhe na manga da camisola ou no ombro não têm qualquer mal em nenhuma função.

4.

Exagerar nos acessórios

Se gosta de utilizar acessórios, saiba que estes são ótimos aliados dos looks de trabalho. Principalmente porque têm a capacidade de mudar qualquer roupa um pouco mais simples.

Mas o seu uso deve ser feito com moderação. Ou seja, não deve utilizar mil pulseiras no braço, colares enormes, anéis nas duas mãos e ainda uns brincos grandes e vistosos. Ao usar tudo isto junto, poderá parecer exagerado e se os acessórios forem barulhentos, pode incomodar os seus colegas.

Por isso, já sabe: opte por pequenos apontamentos de cor, como uns brincos ou uma pulseira diferente.

5.

Decotes muito acentuados

Os decotes podem ser usados no mundo do trabalho, mas com algum cuidado e na medida do bom-senso. Vemos imensas celebridades a utilizarem decotes lindos, contudo a verdade é que não funcionam no mundo do trabalho.

O decote em V é o que melhor valoriza a mulher (visto que dá a sensação de alongamento). No entanto, ele deve chegar até onde começa o peito, no máximo. Mais do que isso poderá parecer um exagero e acabar por não ficar elegante.

Por outro lado, usar uma peça de roupa demasiado fechada pode comprometer o seu look – acabando por ficar sem graça. O melhor mesmo é olhar-se ao espelho e observar com atenção.

6.

Saltos muito afiados e altos

Se na empresa onde trabalha, precisa de usar saltos altos, então o melhor é utilizar um modelo com 3 a 5 centímetros para que não prejudique tanto a sua saúde.

Relativamente às botas de cano alto (como as “over the knee”), estas acabam por não ser também muito recomendadas. Afinal, para além de serem incómodas, quando calçadas com um vestido um pouco mais curto podem não ficar elegantes para o ambiente de trabalho.

7.

Alças do soutien à mostra

Principalmente para quem assume altos cargos dentro de uma empresa, usar o soutien à mostra acaba por ser muito inapropriado. Em vez disso, aposte em blusas que não deixem as alças à mostra ou recorra a um cai cai como alternativa, por exemplo.

8.

Roupa demasiado justa

Mesmo que as roupas sejam compridas, quando são demasiado justas não resultam numa boa opção para ir trabalhar. Isto é, tecidos demasiado leves ou elásticos e malhas finas, marcam cada zona do nosso corpo e podem subir a qualquer momento mostrando mais do que se pretende.

9.

Extravagâncias

As unhas muito compridas são um bom exemplo. Podemos até gostar de nos ver com elas, mas para funções que obrigam estar a escrever no computador ou mexer em objetos, não são o mais indicado.

Usar perfume a mais, passar muito tempo no telemóvel ou falar muito alto são outros aspetos menos positivos que deve evitar em qualquer emprego.

10.

Aparência descuidada

Para além da roupa que deve utilizar no trabalho, há ainda outros aspetos que deve considerar. A higiene do cabelo, do corpo e dos dentes é fundamental quer para a sua saúde, como para a sua imagem profissional.

E com isto, não dizemos para lavar o cabelo todos os dias (afinal isso não seria saudável). Nos dias em que reparar que o seu cabelo está um pouco mais sujo e não tiver tempo para o lavar, opte por um penteado com puxo ou rabo-de-cavalo – hoje em dia existem inúmeras opções.

Veja também