Enfermeira Bárbara Andrade
Enfermeira Bárbara Andrade
27 Abr, 2020 - 06:53

Conselhos úteis para a ajudar a engravidar

Enfermeira Bárbara Andrade

Se gostava de ser mãe e está a ter dificuldades em cumprir esse desejo, eis alguns conselhos úteis para a ajudar a engravidar.

Conselhos para a ajudar a engravidar: mulher com mão na barriga

Nem sempre o casal sabe os cuidados que deve de ter quando pretende aumentar a família e, por vezes, há aspetos simples que deve ter em consideração para conseguir engravidar.

Se está a pensar nisso, vamos abordar alguns conselhos para a ajudar a engravidar. A ansiedade ou o stress podem dificultar o processo, sobretudo neste momento de incerteza que vivemos. Por isso, comece por relaxar e enfrentar este período de forma positiva.

5 CONSELHOS úTEIS PARA A AJUDAR A ENGRAVIDAR

1.

Conheça o seu ciclo

Conselhos para a ajudar a engravidar: mulher a registar o seu ciclo menstrual

É essencial a mulher conhecer o seu ciclo de forma a, facilmente, conseguir identificar os dias em que está mais fértil para favorecer a fecundação.

O ideal seria que, desde a primeira menstruação, fizesse um registo detalhado dos seus ciclos, de forma a identificar a janela fértil, ou seja, os dias em que o corpo está preparado para conceber, que é um período reduzido (cerca de seis dias), a meio do ciclo.

Em ciclos regulares, a ovulação ocorre mais ou menos pelo 14º dia. Já no caso de ciclos irregulares é um pouco mais complicado.

Para perceber quando está perto da ovulação só há duas coisas a fazer: estar atenta ao seu corpo ou fazer testes de ovulação (à venda nas farmácias).

Em qualquer um dos casos, importa estar atenta ao muco cervical (uma substância idêntica à clara de ovo) que é libertado alguns dias antes da ovulação.

2.

Consulte o seu médico

Mulher a consultar médico devido à menstruação adiantada

Ainda antes de começar as tentativas para engravidar deve consultar o seu médico ginecologista/obstetra ou de clínica geral, para que este lhe transmita todos os cuidados especiais que deve ter em conta nesta fase.

É também importante perceber a necessidade de tomar alguns suplementos, nomeadamente de ácido fólico para prevenir doenças graves e malformações fetais e, consequentemente, abortos indesejados.

Além disso, é aconselhável fazer um check-up geral e realizar algumas análises e exames para averiguar a sua saúde, principalmente a saúde reprodutora.

3.

Tenha uma alimentação variada, equilibrada e saudável

Dar continuidade a um processo de perda de peso durante a quarentena: mulher a almoçar em casa

Quando está a tentar engravidar, importa ter cuidado com a alimentação. Nesta fase, torna-se fundamental consultar um nutricionista.

Apesar de não ser necessário ajustar as necessidades energéticas nesta fase, é importante fazer uma alimentação equilibrada e adequada ao seu dia-a-dia.

Aposte em alimentos ricos em ácido fólico, nomeadamente os vegetais de cor verde-escura, pois contribuem para a correta formação do bebé..

Não se esqueça da importância de manter uma correta hidratação, garantido 1,5 litros de água por dia. Pode optar por água, chás ou infusões, e apostar em alimentos ricos em água como sopa, frutas e legumes. Desta forma poderá ainda evitar a retenção de líquidos e evitar o desenvolvimento de infeções urinárias.

Deve ainda preparar-se para reduzir consideravelmente o consumo de enchidos, refrigerantes, produtos de pastelaria, produtos processados e alimentos que não contribuam para uma alimentação saudável.

4.

Faça (muito) sexo

6 Lubrificantes para aumentar o prazer sexual

Nesta fase, importa relaxar e tentar obter o máximo de prazer nas relações sexuais.

Deve aumentar a frequência com que tem relações com o seu companheiro, sendo que os especialistas recomendam que, durante o mês, tenha relações sexuais três vezes por semana. Assim, mesmo que não saiba em que data é a ovulação, tem mais probabilidades de acertar.

Se souber a data da sua ovulação, deverá iniciar as relações sexuais três dias antes dessa data e ter relações dia sim, dia não, durante esse período.

5

Pratique exercício físico regularmente

Exercícios para o core: elevação das pernas

A prática regular de atividade física é outro dos cuidados a considerar, sendo que este conselho se aplica ao casal. O exercício físico não só melhora a circulação sanguínea, como também:

  • Aumenta a produção e a qualidade dos espermatozóides
  • Diminui a ansiedade e o stress
  • Melhora o controlo hormonal
  • Melhora a condição e estrutura física, importantes na hora do parto.

existem MELHORES POSIÇÕES PARA ENGRAVIDAR?

Não é certo que as posições sexuais tenham qualquer influência numa gravidez, todavia, quando se trata de tentar engravidar, toda a ajuda é bem-vinda. Por isso, o nosso conselho é simples: experimente várias posições.

De acordo com as sugestões dos especialistas, posições que permitam uma elevação da vagina e uma penetração mais profunda são as melhores para ajudar os espermatozoides a alcançar a meta.

Os mesmos especialistas defendem que após a ejaculação no interior da vagina, a mulher deverá permanecer em decúbito dorsal (com a barriga virada para cima), sem se limpar, com uma almofada por baixo da anca e elevando as pernas durante 15 a 30 minutos, para favorecer a fecundação.

E SE NÃO CONSEGUIR ENGRAVIDAR?

Uma gravidez depois dos 35 ou dos 40 anos pode acontecer naturalmente, ainda que, a partir dos 35 anos, a probabilidade de conseguir engravidar diminua.

A idade é um fator que não afeta só a mulher. A qualidade dos espermatozoides do homem também pode reduzir com a idade, especialmente quando existem problemas com a qualidade do esperma ou com a ejaculação.

Importa, por isso, consultar um especialista em fertilidade de forma a verificar qual o problema e iniciar um tratamento médico adequado ao seu caso clínico.

Veja também