Psicóloga Ana Graça
Psicóloga Ana Graça
19 Mai, 2020 - 09:05

O que é adotar um comportamento socialmente responsável em tempo de pandemia?

Psicóloga Ana Graça

Adotar um comportamento socialmente responsável durante este período de pandemia parece ser a chave para vencer. Saiba onde não pode falhar.

Comportamento socialmente responsável: o que significa

A Direção-Geral da Saúde apela à responsabilidade de todos os portugueses e o Primeiro-Ministro refere que o civismo é a chave para nos irmos libertando em segurança. Mas afinal, tendo em vista o contexto em que vivemos, o que significa ter um comportamento socialmente responsável?

Cidadania e comportamento socialmente responsável

Comportamento socialmente responsável: mulher com máscara em autocarro

Como cidadãos/cidadãs, todos usufruímos de inúmeros direitos e todos devemos assumir responsabilidades. Assim sendo, o conceito de cidadania implica a participação social da pessoa e o seu contributo para a sociedade onde se encontra inserida (1).

Enquanto cidadãos/cidadãs devemos ser capazes de exercer uma cidadania ativa, ou seja, ser capazes de viver em segurança uns com os outros, tendo como referenciais um conjunto de valores, regras e leis que nos ajudam a saber como atuar em diferentes contextos e situações.

Comportamento socialmente responsável é o oposto de situações de indisciplina, atos de perturbação individuais ou coletivos de incivilidade e de todos os atos ilícitos envolvam o desrespeito de direitos dos outros.

A segurança de bens e pessoas é uma responsabilidade partilhada, em que cada pessoa deve assumir um papel ativo e participativo, e pressupõe a adoção de atitudes e comportamentos preventivos que evitem acidentes em situações de risco (2).

Comportamento socialmente responsável em tempo de pandemia

Comportamento socialmente responsável: funcionárias de empresa a respeitar regras sanitárias

Cidadãos de todo o mundo encontram-se a enfrentar uma ameaça comum: a COVID-19, que tem demonstrado uma grande capacidade de alterar grande parte dos aspetos de nossa existência diária.

Neste surto global, com o potencial de se propagar exponencialmente entre as pessoas, que desencadeou um alto nível de medo e preocupação por todo o mundo, o comportamento de cada um de nós pode afetar o futuro.

Ninguém parece ser capaz de prever daqui a quanto tempo regressa a normalidade às nossas vidas. Até lá, é-nos pedido que adotemos um comportamento socialmente responsável, ou seja, que zelemos não só pela nossa própria segurança e saúde, como também pela de todos aqueles que nos rodeiam (3).

É-nos pedido, pela Direção-Geral da Saúde, que sejamos todos agentes de saúde pública, ou seja, todos estamos convocados para enfrentar esta nova e desafiante realidade.

De facto, não havendo ainda uma vacina ou um tratamento específico para esta doença, as medidas preventivas são crucias no combate à COVID-19. Todavia, tal só é alcançado se todas as pessoas, de forma solidária e cooperante, adotarem as medidas de prevenção recomendadas.

Como vimos, a limitação da propagação do vírus só é alcançada através da adoção de um comportamento socialmente responsável, nomeadamente no cumprimento de algumas medidas, que têm vindo a ser decretadas, tais como:

  1. Promover uma boa higiene das mãos.
  2. Adotar boas práticas de etiqueta respiratória.
  3. Higienizar de forma regular os espaços e as superfícies.
  4. Manter o distanciamento social.
  5. Utilizar os equipamentos de proteção individual quando devido.
  6. Cumprir o confinamento obrigatório (para pessoas doentes e em vigilância ativa).
  7. Cumprir o dever cívico de recolhimento domiciliário.
  8. Adotar o exercício profissional em regime de teletrabalho, sempre que as funções o permitam.
  9. Adotar o teletrabalho parcial, com horários desfasados ou equipas em espelho.
  10. Atender à auto monitorização de sintomas, com abstenção do trabalho presencial caso surjam sintomas sugestivos de COVID-19.
  11. Manter-se informado, recorrendo a fontes de informação de Instituições Oficiais como DGS, OMS, SNS, INEM com factos que combatam as informações enviesadas ou contraditórias (4, 5).

É tempo e pensar em todos!

Comportamento socialmente responsável: mulher a ligar a amigo

Tempos difíceis exigem maior entreajuda e maior solidariedade. Adotar um comportamento socialmente responsável no contexto que vivemos é também pensar nos outros, realizar atos de bondade e gentileza.

São muitas as formas de ajudar o outro neste momento de crise. Algumas sugestões:

  • Ligar a uma amigo/familiar com quem não conversa há algum tempo
  • Apoiar os vizinhos que enfrentam maiores dificuldades
  • Organizar eventos virtuais com amigos/familiares
  • Mostrar aos que são próximos o quanto são gostados e apreciados
  • Transmitir mensagens de esperança a todos os que estejam mais desanimados
  • Fazer doações para os bancos alimentares
  • Elogiar o trabalho dos colegas e a forma como têm gerido este período da vida profissional.

Em suma

No combate à pandemia do novo coronavírus (COVID-19), é fundamental que sejamos extremamente responsáveis e estejamos conscientes do impacto que o nosso comportamento pode ter em todas as outras pessoas.

Enfrentamos um problema de saúde pública particularmente difícil e desafiante e só através do esforço coletivo será possível preservar a segurança e a saúde. No contexto que vivemos, ter um comportamento socialmente responsável implica civismo, entreajuda, solidariedade e responsabilidade.

Fontes

  1. Sebastião, S. (2014). A literacia digital e a participação cívica. Educação, Sociedade & Culturas, nº 42, 2014, 111-132. Disponível em: https://www.fpce.up.pt/ciie/sites/default/files/ESC42_09SoniaSebastiao.pdf
  2. Evaristo. T., Oliveira, I., Vaz, E., Sales, F., Carvalho, I., Nunes, L. e Parente, L. Cidadania e Segurança. Ministério da Educação, Direcção-Geral de Inovação e de Desenvolvimento Curricular. Disponível em: https://www.dge.mec.pt/sites/default/files/ficheiros/cidadaniaeseguranca.pdf
  3. Guttman, J. (2020). Staying Home and Facing Our Common Fears. Psychology Today. Disponível em: https://www.psychologytoday.com/us/blog/sustainable-life-satisfaction/202003/staying-home-and-facing-our-common-fears
  4. República Portuguesa. (2020). Plano de Desconfinamento. Disponível em: https://covid19.min-saude.pt/wp-content/uploads/2020/04/20200430pmdesconfinamentoapres.pdf
  5. Direção Geral de Saúde. (2020). SAÚDE E ATIVIDADES DIÁRIAS Medidas Gerais de Prevenção e Controlo da COVID-19. Disponível em: https://covid19.min-saude.pt/wp-content/uploads/2020/05/ManualVOLUME1-1.pdf
Veja também