Enfermeira Isabel Silva
Enfermeira Isabel Silva
03 Out, 2017 - 15:54

Como acalmar a birra de um bebé

Enfermeira Isabel Silva

Lidar com a birra nem sempre é tarefa fácil. É uma situação normal pois as crianças começam a desenvolver a sua independência, e a ter as suas próprias ideias, desejos e necessidades.

Como acalmar a birra de um bebé

Normalmente, é entre os 2 e os 3 anos de idade que as crianças começam a testar os limites dos pais e, perante a frustração de um “não” esperneiam, choram, atiram-se ao chão e gritam. Lidar com a birra nem sempre é tarefa fácil.

Nesta idade, as birras tornam-se comuns porque as crianças começam a desenvolver a sua independência, a ter as suas próprias ideias, desejos e necessidades. Mas, como não sabem demonstrá-lo através de palavras, fazem birra.

É essencial que a criança compreenda a relação entre a sua ação e a consequência que esta terá. O castigo deve ser aplicado imediatamente pois, nesta fase, as crianças ainda não sabem pensar a longo prazo. Em poucas palavras, passado algum tempo, já se esqueceram da birra e não sabem porque é que estão a ser castigadas.

Felizmente, esta é uma fase passageira que tende a desaparecer por volta dos 4 anos de idade.

Porque é que as crianças fazem birra?

porque e que as criancas fazem birra

A birra acontece porque as crianças ainda não sabem como lidar com a frustração. Como tal, acabam por explodir chorando incontrolavelmente, gritando e esperneando intensamente.

Existem algumas situações em que as crianças experimentam testar o limite dos seus pais para perceber até onde podem ir. No entanto, a maior parte das vezes, é uma maneira inconsciente de pedir ajuda aos pais para lidar com o novo sentimento que é a frustração.

É possível evitar? Como lidar?

evitar e lidar com a birra

É possível evitar que a criança expluda. Antes dos berros e do choro, o ataque de birra já começou. Pode acontecer por manha, uma exigência não satisfeita, um local muito agitado ou simplesmente sono, entre outros. É importante perceber quando surgem os primeiros sinais e tentar negociar com a criança, de acordo com a sua idade:

  • Até 2 anos de idade: mude de ambiente para distrair o seu filho e sugira-lhe que façam uma brincadeira;
  • Dos 2 aos 4 anos de idade: se forem ao shopping e o seu filho quer um brinquedo em específico negoceie com ele. Diga-lhe que poderá ser oferecido no aniversário, por exemplo. Pode ainda argumentar que o que ele quer é muito caro e sugira-lhe que opte por um mais barato. Se, na realidade, não pode comprar, diga-lhe de uma vez.

Tenha em conta que deve sempre conversar com o seu filho numa linguagem que ele entenda. Para além disso, deve sempre colocar-se ao nível dele quando quiser conversar.

Para infelicidade dos pais, não existe uma maneira infalível de lidar com a birra. A maneira de lidar depende de muita coisa, como a idade da criança, o seu temperamento e a própria situação em si. No entanto, existem algumas dicas que podem ser úteis para lidar com este desafio:

  • Mantenha o seu filho calmo: Os pais servem de exemplo para os filhos e, quanto mais calmos estiverem, mais rapidamente se resolverá a situação;
  • Não grite: Não responda à explosão do seu filho com uma explosão sua;
  • Nunca bata no seu filho: Estudos comprovam que bater não é solução;
  • Saia do local da birra: Se o seu filho estiver a fazer birra num local perigoso, retire-o imediatamente de lá;
  • Ignore um pouco o seu filho: Como ele está nervoso, não vale a pena conversar muito naquele momento. Está provado que, até aos 5 anos de idade, as crianças não conseguem manter-se concentradas nas palavras durante mais de 30 segundos;
  • Conforte o seu filho: Quando o seu filho conseguir acalmar-se, conforte-o e mostre-lhe que está tudo bem.

Rotina de uma criança

rotina da crianca e birra

As crianças precisam de rotina. Precisam de saber o que vai acontecer, o que podem e não podem fazer… Transmite-lhes segurança e afeto. Precisam de rotina nas atividades banais como ir para a escola, jantar ou tomar banho. No entanto, para que hajam rotinas a família precisa de se organizar.

Um “Não” nunca fez mal a ninguém

dizer nao e birra

Dizer “não” ao seu filho é importante para que ele amadureça e compreenda que não pode ter sempre tudo o que quer. As crianças que têm sempre tudo o que querem tornam-se adultos agressivos, irritados e até infelizes. Isto acontece porque a vida real não nos dá sempre tudo o que nós queremos.

No entanto, o “não” não deve ser utilizado em situações desnecessárias. Quando usada com pouca moderação, esta palavra perde a força e leva à desobediência.

Castigo

castigo e birra

Castigar crianças de idade inferior a 2 anos não tem qualquer efeito. Até esta idade, elas não têm a maturidade suficientemente desenvolvida para compreender que estão a fazer algo de errado e muito menos porque é que estão a ser castigadas.

Os castigos, quando são bem utilizados são essencias para o desenvolvimento do senso de justiça que as crianças têm. Pelo contrário, se não forem punidas, elas ficam desorientadas. A maior parte das vezes, um olhar sério para o seu filho é um castigo particularmente eficaz. O objetivo do castigo é incomodar.

Se o seu filho atirar um brinquedo ao chão e você lhe tirar o brinquedo, isso funcionará como um castigo para ele. Em crianças mais velhas pode ser retirada alguma coisa importante para elas, como a televisão, por exemplo.

Veja também: