Dieta Eat Stop Eat: perca peso sem esforços!

A dieta Eat Stop Eat é um tipo de jejum intermitente. Esta defende que é possível perder peso sem fazer grandes restrições alimentares. Mas serão tudo só pontos positivos? Leia e descubra!

Dieta Eat Stop Eat: perca peso sem esforços!
A Eat Stop Eat irá ajudá-lo a perder o peso em excesso. Mas será que é tudo bom?

Brad Pilon, o mais recente guru da perda de peso, criou a dieta Eat Stop Eat e baseou-se na teoria do jejum intermitente para a construir, sendo que se foca mais no “quando comer” do que propriamente no tipo de alimentos que incluir ou excluir.

Segundo Pilon, que tem experiência na indústria dos suplementos desportivos, a evidência científica indica que breves e regulares períodos de jejum promovem mais a perda de peso e a manutenção de músculo que dietas que eliminem certos tipos de alimentos ou diminuam o valor energético diário.

Como funciona a dieta Eat Stop Eat?


dieta eat stop eat

Brad Pilon defende que o corpo humano foi criado de forma a estar num constante ciclo de alimentação/jejum. Ou seja, quando ingere uma grande quantidade de alimentos, o corpo armazena gordura para que esta possa ser utilizada mais tarde, quando sofrer um défice alimentar, como o jejum.

Segundo a dieta Eat Stop Eat, o segredo para perder peso com o mínimo de esforço é imitando os padrões alimentares dos nossos antepassados, seguindo curtos, mas regulares, períodos de jejum.

Mas como fazer esta dieta?

Brad Pilon aconselha os seus seguidores a fazer jejum durante 24 horas, 1 a 2 vezes por semana, e garante que os efeitos que sentirá serão semelhantes a uma semana de uma dieta restrita.

As 24 horas devem ser distribuídas de forma a que não passe um dia inteiro sem fazer nenhuma refeição (por exemplo, se iniciar o jejum às 14 horas de domingo, nesse dia faz o pequeno-almoço e almoço e, na segunda-feira, retoma a alimentação às 14 horas, realizando o lanche e jantar).

Se não conseguir fazer as 24 horas completas, 20 a 24 horas de jejum também levam a bons resultados. Nos dias subsequentes aos de jejum, ingira aproximadamente 2000kcal para mulheres e 2500kcal para homens.

É importante que nunca faça o jejum em dias consecutivos! Apenas após alguns dias a alimentar-se normalmente é que pode repetir o jejum, sendo que nunca deve exceder os dois dias por semana. Se até fizer apenas 1 dia de jejum por semana, o criador da Eat Stop Eat diz que irá criar um défice energético de 10%.

O jejum da Eat Stop Eat deve ser encarado como um intervalo da sua rotina alimentar normal. Assim, deve evitar a tentação de comer em excesso quando terminar o período de jejum, porque irá neutralizar os benefícios da restrição energética que o jejum é suposto criar.

O dia-a-dia na Eat Stop Eat


Dias de jejum

cha e dieta eat stop eat

Nos dias de jejum, deve ingerir o mínimo de calorias possível, sendo que o recomendado é apenas chá, café, água (natural ou com gás) e refrigerantes dietéticos.

Dias normais

alimentacao normal e dieta eat stop eat

Nos dias normais, pode comer o que quiser, sendo que também não deve ser numa quantidade demasiado elevada, por forma a não desfazer os efeitos benéficos dos dias de jejum.

Se o peso não diminuir durante os dias normais, Pilon aconselha a diminuir 10% da ingestão alimentar desses dias.

Enquanto fizer a Eat Stop Eat, deve envolver-se em treinos de resistência e de pesos, por forma a manter e construir músculo, em vez de exercícios de cardio.

Contudo, não tem que praticar exercício físico nos dias de jejum. A Eat Stop Eat recomenda treinos regulares, 3 a 4 vezes por semana, com 2 a 4 exercícios por zona do corpo e 2 a 5 repetições por exercício.

Alimentos recomendados

fruta dieta eat stop eat

  • Fruta
  • Produtos hortícolas
  • Peixe
  • Ovos
  • Carnes magras
  • Cereais integrais
  • Especiarias
  • Ervas aromáticas
  • Café
  • Chá
  • Adoçantes naturais (stevia, por exemplo)

Durante os dias normais, não deve evitar qualquer tipo específico de alimentos, como os hidratos de carbono.

Efetivamente, a Eat Stop Eat defende que uma dieta com baixo teor de hidratos de carbono em dias normais nem sequer é aconselhável, visto que pode afetar negativamente os seus níveis de energia.

Prós e contras da Eat Stop Eat


Os efeitos da Eat Stop Eat e de outros tipos de jejum intermitente são ainda muito discutidos, devido à falta de evidência científica. Os poucos estudos que existem foram realizados em animais ou com uma amostra pequena de pessoas e só foram avaliados os efeitos a curto-prazo.

Deste modo, é necessário olhar para os efeitos descritos abaixo com sentido crítico, visto que não são comprovados cientificamente.

Prós

dieta eat stop eat promove a perda de peso

  • Promove a perda de peso;
  • Diminui o risco de doenças crónicas;
  • Aumenta a sensibilidade à insulina – Diminui risco de diabetes;
  • Reduz inflamação;
  • Não obriga à eliminação de grupos de alimentos;
  • Promove uma desintoxicação do corpo;
  • Aumenta o estado de alerta;
  • Flexível – tanto pode fazer jejum das 18h às 18h, como das 14h às 14h e se um dia não se está a sentir bem, guarda o jejum para o próximo;
  • Mais simples e direta do que outras dietas em que é necessário contabilizar porções e restringir grupos de alimentos.

Contras

dores de cabeca e dieta eat stop eat

  • Jejuar todas as semanas pode não se adequar a todos os estilos de vida;
  • Interfere com a vida social;
  • Pode causar dores de cabeça e mau humor;
  • Não existe recomendações específicas para os dias normais, sendo que precisa de ter um enorme controlo para não comer em excesso;
  • Não é apropriado para indivíduos com história de distúrbios alimentares;
  • Não existe educação alimentar gradual, logo é provável que após terminar a dieta, volte a aumentar de peso.

Diferenças entre a Eat Stop Eat e a Warrior Diet


Se já conhece os vários tipos de jejum intermitente, certamente já ouviu falar da Warrior Diet, ou dieta do guerreiro. Esta é, em parte, semelhante à dieta Eat Stop Eat, sendo que há até quem as confunda.

Aqui estão as principais diferenças entre ambas as dietas:

Na Eat Stop Eat não existe uma grande refeição

Na Warrior Diet durante o dia é feito o jejum, enquanto à noite é realizada uma refeição maior e liberada. O facto de ingerir essa refeição “grande”, pode aumentar consideravelmente o tamanho do estômago e ter mais dificuldades em ficar saciado.

Na Eat Stop Eat, a refeição após o jejum deve ser de tamanho normal e de valor energético controlado. Desta forma, e realizando o dia de jejum 1 a 2 vezes por semana, irá reduzir a ingestão energética 10 a 20% por semana.

Na Eat Stop Eat o jejum tem um horário flexível

Na dieta do guerreiro, o jejum é sempre realizado durante o dia e a refeição à noite, antes de dormir.

Na Eat Stop Eat, o período de jejum é flexível, sendo que este apenas deve ter a duração de 24 horas.

A Eat Stop Eat não pode nunca ser feito mais do que 1 a 2 vezes por semana

A Eat Stop Eat funciona porque o seu corpo consegue, por vezes, lidar com um dia de baixo valor energético, sem que este afete negativamente o funcionamento do seu metabolismo. Contudo, se o fizer diariamente, dentro de umas semanas, é possível que crie um impacto negativo no seu organismo.

Na dieta do guerreiro, terá o valor energético diário necessário todo numa só refeição. Com a Eat Stop Eat, irá seguir uma dieta muito restrita nas 24 horas de jejum e demasiados dias de baixo valor energético seguidos podem causar distúrbios alimentares.

Veja também: