Publicidade:

Como não estragar a dieta durante o fim de semana?

Como não estragar a dieta durante o fim de semana? Se acha que não é possível, experimente colocar em prática estas dicas. Vamos a isso?

 
Como não estragar a dieta durante o fim de semana?
Dicas simples, mas que poderão fazer toda a diferença na balança.

Se seguir uma dieta durante a semana já é complicado, no fim de semana consegue ser muito mais, devido às inúmeras tentações que surgem: saídas e jantares com amigos, almoços de família, idas ao cinema, refeições fora de horas, petiscos antes de deitar, são alguns exemplos.

Neste cenário, como não estragar a dieta durante o fim de semana? Vamos dar-lhe algumas dicas, simples de incluir na rotina, e que podem fazer a diferença (não prejudicando) na pesagem de segunda-feira.

Tome, então, nota de como não estragar a dieta durante o fim de semana para não chegar a segunda-feira com peso na consciência.

Como não estragar a dieta durante o fim de semana: 8 dicas práticas


1. Não recorra ao fast food ou a sandes para desenrascar

como nao estragar a dieta durante o fim de semana e fast food

Quando chega o fim de semana, vem também a vontade de nos compensarmos por mais uma semana de trabalho e vem, normalmente, sob a forma de doces, fast food, e outro tipo de alimentos calóricos que acabam a ocupar todo o fim de semana.

Claro que é normal que não lhe apeteça preparar refeições ao fim de semana, visto que já o faz durante a semana toda e pretende fugir um pouco da rotina.

No entanto, quando esta falta de vontade chegar, não encomende pizzas, sushi ou hambúrgueres. Opte por manter uma alimentação saudável, preparando uma salada, por exemplo, ou encomendando uma refeição mais equilibrada, ou jantando fora em restaurantes mais tradicionais.

Se for jantar fora, evite as entradas e as sobremesas mais açucaradas. Este é um dos grandes problemas do fim de semana. Parecendo que não, pode afetar (e muito) os resultados finais do mês.

2. Procure manter a sua rotina alimentar

rotina alimentar

Provavelmente, os seus horários e rotina ao fim de semana são muito diferentes dos da semana: não acorda tão cedo, tende a saltar algumas refeições, a deitar mais tarde, fazer refeições fora de horas, entre outros.

No entanto, é importante tentar manter a estrutura do seu dia o mais próximo possível da semana, principalmente no número de refeições que costuma fazer. Desta forma, irá conseguir controlar melhor a fome e resistir às tentações.

3. Não vá jantar fora sem comer qualquer coisa leve em casa

comer sopa antes das refeicoes

Quando vamos jantar fora, devido à maior disponibilidade de alimentos que temos disponível, temos, naturalmente, maior tendência a exagerar nas quantidades.

Esta situação pode ser atenuada se comer qualquer coisa ligeira em casa antes de ir jantar. Desta forma, irá com o estômago mais “composto” e não terá tanta vontade de comer maior volume de alimentos no restaurante.

Boas opções para estas situações são a sopa de legumes, 1 peça de fruta ou 1 iogurte magro ou natural.

E atenção: não salte refeições durante o dia, pensando que assim poderá compensar no jantar!

4. Cuidado com as cheat meals

cheat meals

Este é um dos pontos mais importantes e um dos melhores exemplos de como não estragar a dieta durante o fim de semana: ter cuidado com as cheat meals e não exagerar.

De facto, a maioria das pessoas tende a fazer um dia inteiro de cheat meal, quando este conceito apenas se aplica a uma refeição. Se alargar para um dia inteiro, irá perder os efeitos positivos desta refeição e estragar todo o trabalho que teve durante a semana.

Optar por esta refeição de asneira a meio da semana poderá ser uma boa estratégia para não exagerar no fim de semana.

5. Modere a ingestão de bebidas alcoólicas e refrigerantes

excesso de bebidas alcoolicas

Porque qualquer jantar / almoço fora, vem sempre acompanhado por uma bebida que, 99% das vezes, não é água, importa também salientar que refrigerantes e bebidas alcoólicas também engordam.

Para ter uma ideia, cada grama de álcool fornece cerca de 7 Kcal, o que implica que uma lata de cerveja forneça cerca de 153 Kcal, um gin tónico 171 Kcal e uma caipirinha, 263. Já os refrigerantes são, na sua maioria e nas versões originais, ricos em açúcar, o qual fornece cerca de 4 Kcal / g.

Como tal, se não conseguir mesmo evitar, opte por consumir apenas uma bebida (se for refrigerante, opte pela versão light ou zero) e intercale com água.

6. Evite ir tomar o pequeno-almoço à pastelaria

produtos de pastelaria ao pequeno almoco

Deixar de tomar o pequeno-almoço na pastelaria é um excelente exemplo de como não estragar a dieta durante o fim de semana, visto que estará longe de produtos ricos em açúcar e gordura e a tentação torna-se muito menor.

Caso não tenha escolha, opte por alternativas mais equilibradas como o pão de mistura com queijo, fruta, iogurte natural ou leite com café ou simplesmente um chá sem açúcar.

7. Resista às pipocas no cinema

pipocas de cinema

Outro dos clássicos do fim de semana é ir ao cinema ou ver um filme em casa, acompanhado das tradicionais pipocas.
Principalmente no caso das pipocas à venda no cinema, estão carregadas de açúcar e sal. Só um pacote pequeno na versão mais simples contém cerca de 700 calorias.

A solução passa por fazer as pipocas em casa, sem gordura (no microondas, por exemplo), ou por optar por substitutos como fruta desidratada ou frutos secos. Mas não se esqueça que, mesmo para estas opções, é necessário moderar!

8. Não passe o dia inteiro no sofá

estar no sofa o dia todo

É claro que pode descansar ao fim de semana, mas isso não significa que tem de passar o dia todo no sofá.

Opte por caminhar, correr ou ir até ao ginásio. Este tipo de atividades podem ajudar bastante a descontrair e influenciar o apetite, promovendo a saciedade. Por outro lado, dão sempre uma ajudinha para queimar os extras que não conseguiu controlar.

Além disso, se ficar no sofá, provavelmente, vai acabar por petiscar qualquer coisa enquanto vê televisão, o que também não ajuda na sua gestão de peso.

Agora que já sabe como não estragar a dieta durante o fim de semana, comece já a aplicar estas dicas e a ver os resultados na balança!

Veja também:

Nutricionista Rita Lima Nutricionista Rita Lima

Rita Lima é nutricionista, licenciada em Ciências da Nutrição pela Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto em 2016 e frequentou o Curso de Nutrição no Desporto na mesma faculdade. É membro efetivo da Ordem dos Nutricionistas.

O Vida Ativa disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento nutricional, de saúde ou de treino. O Vida Ativa não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui nem dispensa a assistência profissional qualificada e individualizada. Caso pretenda sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].