Rita Mendo
Rita Mendo
13 Mar, 2017 - 16:01

As comemorações da páscoa e duração da Quaresma

Rita Mendo

Neste artigo, esclarecemos o que é a quaresma. É um dos momentos mais marcantes da fé cristã. Continue a ler para saber mais.

As comemorações da páscoa e duração da Quaresma

A Quaresma é a designação do período de quarenta dias que antecedem a principal celebração do cristianismo – a Páscoa.

A Páscoa é a ressurreição de Jesus Cristo, comemorada no designado “domingo de Páscoa”, desde o século IV. Consiste, de acordo com o calendário cristão, no encerramento da Semana Santa. A Semana Santa é a última semana da quaresma.

A Quaresma começa na Quarta-feira de Cinzas e termina no Domingo de Ramos, sendo este o Domingo anterior ao Domingo de Páscoa.

Em 2017, a Quarta-feira de Cinzas foi no dia 1 de Março e a Sexta-feira Santa coincide com o dia 14 de Abril. O Domingo de Ramos é no dia 9 de Abril e o Domingo de Páscoa tem lugar no dia 16 de Abril.

Início das comemorações da Páscoa

As comemorações referentes à Páscoa começam na Sexta-feira Santa, em que se celebra a crucificação de Jesus Cristo e terminam no Domingo de Páscoa, celebrando-se a sua ressurreição e o seu primeiro aparecimento aos seus discípulos.


A Quarta-feira de Cinzas representa, assim, o primeiro dia da Quaresma, sendo também designada por Dia das Cinzas.

Esta data é um símbolo do dever da conversão e da mudança de vida, de forma a recordar a fragilidade da vida humana. Coincide, precisamente, com o dia seguinte à terça-feira de Carnaval, sendo o primeiro dos quarenta dias entre essa terça-feira e a sexta-feira Santa, anterior ao Domingo de Páscoa.

Na Quarta-feira de Cinzas e na Sexta-feira Santa, o costume cristão é fazer o jejum e não comer carne. Esta tradição tem como propósito fazer com que os cristãos tomem parte do sacrifício de Jesus. Da mesma forma que Jesus se sacrificou na cruz, o crente também pode fazer um sacrifício, abstendo-se de comer uma coisa que gosta – normalmente, refere-se a carne.

Durante a Quaresma, a igreja veste-se de roxo, simbolizando a tristeza e a dor.

Duração da Quaresma

A duração da Quaresma tem como base a simbologia que o número quarenta adquire na Bíblia, nomeadamente referindo-se aos quarenta dias do dilúvio, aos quarenta anos de peregrinação do povo judeu pelo deserto, dos quarenta dias de Moisés e Elias na montanha e nos quarenta dias que Jesus passou no deserto antes de começar a sua vida pública.

Pode, ainda, atender-se aos 400 anos que durou o exílio dos judeus no Egipto. Assim, na Bíblia, o número quatro simboliza o universo material. Seguido de zeros, significa o tempo da nossa vida na terra.

Veja também: