Mónica Carvalho
Mónica Carvalho
02 Abr, 2018 - 13:00

Malamute do Alasca: tudo o que precisa de saber sobre esta raça

Mónica Carvalho

O Malamute do Alasca é o maior e o mais forte dos cães de trenó, não sendo um cão de um dono só, mas que precisa de fazer parte de uma matilha, por ser um companheiro leal e dedicado, afetuoso e amigável, brincalhão, mas de grande maturidade. Uma raça impressionante que deixa qualquer pessoa encantada logo à primeira vista.

Malamute do Alasca: tudo o que precisa de saber sobre esta raça
O artigo continua após o anúncio

A raça Malamute do Alasca é campeã de corridas de trenós, mas igualmente um cão de companhia muito apreciado nos EUA, Canadá e, ultimamente, na Europa também.

Dada a sua história, é um cão que necessita de treino firme e coerente desde tenra idade, para conseguir controlar todas as suas melhores qualidades: robustez, resistência, rapidez e calma.

O Malamute do Alasca conquista qualquer pessoa pela sua personalidade brincalhona, sempre disponível para entrar em ação, seja com quem for. Não são, por isso, os melhores cães de guarda.

Características gerais do Malamute do Alasca

Grupo: Grupo 5 – Cães de tipo Spitz e de tipo Primitivo

Finalidade: cão de trenó

Ambiente ideal: casa

País de Origem: Antártida

Porte: grande

Altura: de 58cm a 65cm

Peso ideal: de 35kg a 39kg

Cor: todas as nuances entre o cinza e o preto, ou do castanho ao vermelho

Esperança Média de Vida: entre 12 a 15 anos

Preço médio:de 500€ a 800€

Características específicas do Malamute do Alasca

É um cão silencioso na maior parte do tempo, ladrando apenas quando alguma coisa de errada acontece, demonstrando, assim, a sua capacidade protetora.

Apesar de ser um excelente companheiro, recomenda-se algum cuidado no contacto com crianças, dado que os gritos mais agudos ou movimentos mais espontâneos podem ser tidos como agressão. Este fator pode ser ultrapassado por um processo de socialização precoce e frequente.

Energia
Inteligência
Tolerância ao frio
Tolerância ao calor
Cuidados de higiene
Queda de pelo
Tendência para problemas de saúde
Facilidade de aprendizagem
Socialização com crianças
Socialização com estranhos
Socialização com cães
Socialização com gatos

Fases da vida do Malamute do Alasca

Bebé

1 – 24 meses

Bebé

1 – 24 meses

Adulto

24 meses – 12 anos

Adulto

24 meses – 12 anos

Idoso

12 – 15 anos

Idoso

12 – 15 anos

Bebé

1 – 24 meses

Adulto

24 meses – 12 anos

Idoso

12 – 15 anos

Físico do Malamute do Alasca

malamute do alasca

A sua aparência física faz lembrar o lobo, mas na verdade é uma raça de cães domésticos que possuem força extrema, energia, independência e inteligência – aspetos muito importantes para as funções de puxar trenós pesados por longas distâncias, bem como na caça de focas e ursos polares, que lhe são muito típicas.

O Malamute do Alasca tem uma cabeça grande, mas bem proporcionada, o crânio largo e um tanto arredondado, onde se destacam olhos oblíquos, escuros, mostrando que estão sempre em alerta, num estado de interesse e curiosidade.

O pescoço é forte e robusto, o mesmo acontecendo como os quadris e os membros, muito musculados também. Uma construção sólida e forte, para dar resposta às necessidades e condições físicas a que estão sujeitos.

O artigo continua após o anúncio

Temperamento do Malamute do Alasca

O Malamute do Alasca é um cão afetuoso e amigável, que se sente mais feliz em grupo e ao ar livre, demonstrando ser um companheiro leal e devotado, mas que necessita de uma liderança experiente e forte, sem agressividade.

É um cão que fica feliz ao ar livre, sempre a fazer alguma tarefa, nem que seja simplesmente caminhar ou saltar sobre obstáculos.

É uma raça que gosta de cavar, por isso, ao invés de tentar acabar com esse comportamento, tenha um espaço em casa onde ele possa dar aso a este comportamento, para se sentir mais equilibrado.

Problemas de Saúde do Malamute do Alasca

Ossos

  • Displasia coxofemoral, condrodisplasia.

Sistema digestivo

  • Síndrome da dilatação torção vólvulo gástrica.

Outros

  • Predisposição para a obesidade.

Cuidados a ter com o Malamute do Alasca

Temperatura

  • Sensíveis ao calor e humidade.

Pelo

  • Escovar duas a três vezes por semana.

Origem do Malamute do Alasca

O Malamute do Alasca é uma das raças mais antigas de cães de trenó do Ártico, sendo considerado o rei dos cães do Norte.

A sua aparência semelhante a um lobo não é coincidência. A comprová-lo, existem provas de ADN que o coloca como uma das quatorze raças cujo mais semelhante aos lobos.

Durante a corrida ao ouro a partir de 1896, houve um grande fluxo de diferentes raças e tamanhos de cães na região do Alasca, que se adaptavam bem ao clima e que foram alvo de vários tipos de cruzamento, dando origem Malamute do Alasca.

Curiosidades sobre o Malamute do Alasca

Herbert Hoover, presidente dos EUA em 1933, tinha um Malamute do Alasca como cão de estimação, o mesmo tendo acontecido com o ator Robin Williams.

É uma raça muito tranquila, de tal forma que o Malamute do Alasca pouco ladra, antes emitindo sons engraçados ou uivos extensos e altos.

O artigo continua após o anúncio

Conheça mais raças de cães:

Todas as raças de cães

Todas as
raças de cães

Todas as raças de cães

Todas as
raças de cães

Raças de cães pequenos

Raças de
cães pequenos

Raças de cães pequenos

Raças de
cães pequenos

Raças de cães médios

Raças de
cães médios

Raças de cães médios

Raças de
cães médios

Raças de cães grandes

Raças de
cães grandes

Raças de cães grandes

Raças de
cães grandes

Todas as raças de cães

Todas as
raças de cães

Raças de cães pequenos

Raças de
cães pequenos

Raças de cães médios

Raças de
cães médios

Raças de cães grandes

Raças de
cães grandes