Mónica Carvalho
Mónica Carvalho
16 Dez, 2019 - 17:08

Investigação portuguesa destacada na mais prestigiada revista de gastroenterologia

Mónica Carvalho

Artigo de investigadoras do i3S sobre importância dos açúcares nas doenças intestinais e do fígado foi publicado na revista “Gastroenterology”.

Investigação portuguesa destacada na mais prestigiada revista de gastroenterologia

Salomé Pinho e Ana Mendes Dias são investigadoras do Instituto de Investigação e Inovação da Universidade do Porto (i3S) e publicaram recentemente um artigo na mais prestigiada revista científica na área da gastroenterologia – a “Gastroenterology”, a revista oficial da “Associação Americana de Gastroenterologia.

No artigo é descrita a importância dos açúcares que revestem e/ou modificam as proteínas das células enquanto biomarcadores relevantes no diagnóstico e prognóstico de determinadas doenças crónicas inflamatórias gastrointestinais, nomeadamente a Doença Inflamatória Intestinal – DII, do cancro gastrointestinal e de doenças do fígado.

Este artigo, elaborado a convite da própria revista, teve como objetivo reunir todas as evidências que “demonstram a importância inequívoca dos açucares (glicosilação de proteínas) no desenvolvimento e progressão de doenças inflamatórias e neoplásicas do trato gastrointestinal e fígado (incluindo a DII, cancro do intestino e cancro do fígado, fígado gordo, cirrose hepática, entre outros) e também a sua aplicação clínica no diagnóstico, prognóstico e no respetivo tratamento destas doenças”.

investigacao portuguesa destacada investigacao laboratorio

O artigo, que contou também com a participação de investigadores da Bélgica e dos EUA e de membros do grupo de investigação de Salomé Pinho, é o “resultado de vários anos de investigação do nosso e de outros grupos e representa um reconhecimento científico de uma revista que está classificada como a número 1 na categoria de gastroenterologia e hepatologia”, destaca a investigadora.

Para Salomé Pinho, este convite para publicar na “revista mais relevante na área da Gastroenterologia e Hepatologia é um motivo de orgulho, mas também um acréscimo de responsabilidade”.

A investigadora lidera o grupo de investigação “Immunology, Cancer & GlycoMedicine” no i3S e tem dedicado a sua investigação ao estudo de glicanos (açucares) no desenvolvimento e progressão do cancro gastrointestinal e especificamente da doença inflamatória do intestino. O seu trabalho tem recebido algumas distinções internacionais atribuídas pela ECCO (European Crohns and Colitis Organization), CCFA (Crohns & Colitis Foundation of America) e IOIBD (International Organization for the study of Inflammatory Bowel Disease).

Fonte

1. Universidade do Porto. Disponível em: https://noticias.up.pt/investigacao-i3s-em-destaque-na-mais-prestigiada-revista-de-gastroenterologia/