Enfermeira Isabel Silva
Enfermeira Isabel Silva
01 Ago, 2017 - 15:37

Uso do diafragma como método contracetivo

Enfermeira Isabel Silva

O diafragma é um dispositivo feito de borracha flexível que impede os espermatozóides de entrar no útero, funcionando como um eficaz método de contraceção.

Uso do diafragma como método contracetivo
O artigo continua após o anúncio

Atualmente há uma grande variedade de métodos contracetivos, e o diafragma é um deles.

Este dispositivo é feito de borracha flexível e impede os espermatozóides de entrar no útero, funcionando como um eficaz método de contraceção.

Existem 6 tamanhos diferentes, entre 6cm e 8,5cm.  Uma vez que, para ter eficácia, o diafragma deve tapar completamente a entrada do colo do útero, é importante consultar o médico ginecologista para saber com precisão o tamanho correto.

Desde que colocado e utilizado corretamente, apresenta uma elevada eficácia, cerca de 15 gravidezes em 100 mulheres por ano.

Este método não protege contra infeções sexualmente transmissíveis.

Como colocar o diafragma

como colocar o diafragma

Pode ser colocado até 6 horas antes da relação sexual e deve ser retirado no mínimo 6 horas depois. Contudo, não deve ser mantido na vagina mais do que 24 horas para evitar infeção.

Por não ser descartável pode ser usado até 3 anos. No entanto, este dispositivo deve ser descartado caso esteja furado ou enrugado ou caso a mulher ganhe peso ou engravide.

Após a relação sexual deve ser retirado e lavado com água e sabão, ser bem seco e armazenado corretamente na sua embalagem.

Não é aconselhável que este método seja utilizado durante o período menstrual.

O artigo continua após o anúncio

É recomendado o seu uso juntamente com espermicida para aumentar a eficácia.

Para colocar corretamente o dispositivo devem ser seguidos os seguintes passos:

  1. Lavar corretamente as mãos com água e sabão;
  2. Colocar um pouco de creme espermicida no interior do diafragma;
  3. Comprimir o diafragma entre o dedo indicador e o polegar, formando um 8;
  4. Adotar uma postura confortável (de cócoras, com o pé apoiado numa superfície mais alta…) e colocá-lo dentro da vagina;
  5. Empurrá-lo, com o dedo indicador (da mesma maneira que se empurra um tampão absorvente).

Quem não deve utilizar o diafragma

Este método contracetivo não deve ser utilizado nas seguintes situações:

  • Alergia ao látex ou espermicida;
  • Existência de fístulas, feridas ou anomalias vaginais;
  • Existência de infeção no colo do útero, na vagina ou urinária;
  • Quando há risco de infeção por HIV.

Efeitos secundários do diafragma

O diafragma não apresenta efeitos secundários, uma vez que é um método contracetivo barreira e não hormonal.

Vantagens e desvantagens do uso do diafragma

 Vantagens

vantagens diafragma

  • Não interfere na relação sexual;
  • Previne o cancro do colo do útero;
  • Não apresenta efeitos secundários;
  • O seu uso pode ser interrompido a qualquer momento;
  • Não é sentido pelo parceiro.

Desvantagens

desvantagens diafragma
  • Dificuldade na sua utilização;
  • Deve ser lavado após cada utilização;
  • Necessidade de reavaliar o tamanho caso haja aumento de peso ou gravidez;
  • Não pode ser usado durante o período menstrual;
  • Pode provocar irritação na vagina;
  • Não protege contra a maioria das infeções sexualmente transmissíveis.

Veja também: