Mónica Carvalho
Mónica Carvalho
12 Fev, 2020 - 09:26

Prevenir a queda de cabelo: por que acontece e o que deve fazer

Mónica Carvalho

Conhecer os motivos por que acontece e saber como prevenir a queda de cabelo é algo que pode ajudar a manter um cabelo saudável durante mais tempo.

Prevenir a queda de cabelo: cuidados a ter
O artigo continua após o anúncio

É um fenómeno relativamente comum, mas que, por determinados motivos, pode acontecer de forma acentuada. Assim, saber como prevenir a queda de cabelo é algo que lhe permite manter a saúde do fio capilar durante mais tempo.

Primeiramente, saiba que cada fio de cabelo tem uma vida útil entre dois e cinco anos, pelo que é natural que ocorra queda de cabelo espontânea e pontual, numa média de cerca de 100 cabelos diários. O problema é quando a queda de cabelo se intensifica, quer em quantidade, quer em periodicidade.

O que provoca a queda de cabelo?

A perda de cabelo nas mulheres é normalmente provocada pela própria genética feminina, em casos de alopecia, doença tireóidea, envelhecimento ou outras condições hormonais.

No caso dos homens, tal acontece, na maior parte dos casos, derivado à própria genética masculina, em situações de alopecia, envelhecimento ou baixos níveis de testosterona.

Para ambos os sexos, existem alguns fatores genéricos associados à queda de cabelo de forma significativa:

  • Stress
  • Pós-parto
  • Febre
  • Infeções
  • Doenças crónicas graves
  • Intervenções cirúrgicas
  • Dietas rigorosas
  • Doenças endócrinas
  • Como efeito secundário de alguns medicamentos

8 dicas para prevenir a queda de cabelo

1. Ingerir mais proteína

reduzir o apetite os melhores alimentos

Os folículos capilares são feitos essencialmente de proteínas, nomeadamente queratina. Nesse sentido, uma dieta rica proteínas pode ser bastante útil para prevenir a queda de cabelo.

Algumas opções saudáveis de alimentos são: ovos, nozes, feijões, ervilhas, peixe, frango e peru.

2. Ingerir mais vitamina A

A vitamina A é composta em parte por retinoides, que potenciam o crescimento capilar. Além disso, esta vitamina ajuda a aumentar a produção de sebo, o que possibilita manter o couro cabeludo mais saudável, logo com menos probabilidade de queda.

O artigo continua após o anúncio

Aposte em alimentos como batata doce, pimentão e espinafres.

3. Tome um multivitamínico

Dieta 3 Passos: tudo o que precisa saber

As vitaminas A, B, C, D, ferro, selénio e zinco são importantes para os processos de crescimento e prevenção de queda de cabelo. Se este é um problema que lhe assiste, então, a toma cuidada de um multivitamínico pode ser uma grande ajuda.

4. Lave regularmente o cabelo

Ao contrário do que popularmente se afirma, lavar todos os dias o cabelo não faz com que este caia com mais frequência. O que prejudica são os produtos usados e uma higiene pouco cuidada.

Nesse sentido, opte por usar um champô suave, adequado ao seu tipo de cabelo.

5. Use óleo de coco

Fact-check: o óleo de coco é saudável?

O portal Healthline revela ainda que o óleo de coco pode ajudar a evitar os danos provocados no cabelo pela exposição à luz ultravioleta. Nesse sentido, recomenda-se massajar o couro cabeludo com óleo de coco, durante alguns minutos, durante o banho.

6. Adote penteados suaves

Todo o tipo de penteado que implique puxar ou apertar muito o cabelo é de evitar quando o assunto é prevenir a queda capilar. Por isso, se é adepto de fazer tranças apertadas ou usar rabos de cavalo bem esticados, pelo menos, não o faça recorrentemente.

7. Cuidado com secadores, placas e modeladores

Prevenir a queda de cabelo: cuidados com os secadores

São ferramentas úteis para conseguir o estilo pretendido, é certo. Porém, há que ter cuidado na quantidade de vezes que utiliza, bem como nos cuidados que tem com os mesmos.

São equipamentos que podem danificar ou até quebrar próprio cabelo. Nesse sentido, recorra sempre a um protetor de calor antes da utilização e evite ao máximo o seu uso.

O artigo continua após o anúncio

8. Massajar com óleos essenciais

Massajar o couro cabeludo não só sabe bem e é relaxante, como pode ajudar a potenciar o crescimento capilar.

Esta ação ganha particular importância se usar óleos essenciais como lavanda, capim-limão e hortelã-pimenta, devido à sua ação relaxante e calmante, o que ajuda a ter um couro cabeludo mais saudável.

Consulte um médico

Se a queda de cabelo for abundante, é extremamente importante que procure ajuda junto de profissionais, quer seja o médico de família ou, preferencialmente, um dermatologista. Não deve nunca recorrer à automedicação ou seguir o conselho de algum amigo que usou determinado produto e teve bons resultados.

Este cuidado prende-se com o facto de a queda de cabelo poder ter origem noutro problema de saúde e serem, assim, necessários exames e observações que só um profissional saberá indicar.

Veja também